Ministério Público fiscaliza ineficiência na cobertura de vacinas pelo município São José de Ribamar, em 2020

O Ministério Público Instaurou um procedimento administrativo para fiscalizar as baixas coberturas vacinais apresentadas pelo município de São José de Ribamar, no ano de 2020. Os dados foram retirados de uma documentação do Departamento de Controle de Doenças Imunopreviníveis da Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão (SES).

O prefeito Eudes Sampaio terá que apresentar à instituição estratégias de providências que serão adotadas pelo município para alcançar uma meta satisfatória no âmbito da política de imunização.

O Secretário Municipal de Saúde de São José de Ribamar terá o prazo de 48 horas para apresentar as justificativas pela existência da baixa cobertura vacinal e encaminhar um plano de ação, contendo as estratégias que serão adotadas para contornar o problema e atingir metas estabelecidas pelo Ministério da Saúde.

Em relação à campanha Nacional contra o Sarampo, o Ministério Público também solicitou que a prefeitura informe, em 48 horas, quantas doses foram aplicadas, quantas há em estoque e quais estratégias vêm sendo adotadas pela gestão para atingir o público alvo de 20 a 49 anos.

Deixe uma resposta