Empresa vence licitação de R$ 6,5 milhões em Codó

A gestão do prefeito Zé Francisco (PSD) deverá fechar um contrato de R$ 6,5 milhões com a empresa M V REIS LACERDA E CIA LTDA, sediada em Caxias e vencedora de uma licitação recente, para o fornecimento de materiais lúdicos e de recreação para escolas do município.

De acordo com a licitação, entre brinquedos e parquinhos, a empresa será responsável pelo fornecimento de 164 mil unidades ao longo do contrato e receberá um total de R$ 6.460.757,30.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, a compra considerada alta deverá suprir as necessidades das unidades de ensino infantil do município.

O valor do contratado deve chamar a atenção dos órgãos de fiscalização. A gestão do prefeito Zé Francisco tem realizado diversas licitações com valores milionários e a execução dos contratos tem sido precária, segundo tem noticiado a imprensa local.

MP denuncia empresa que vendeu veículo irregular para a Prefeitura de Itinga do Maranhão

Vencedora de uma licitação realizada no início do ano pela Prefeitura de Itinga do Maranhão, a empresa J. dos S. Silva Veículos virou alvo do Ministério Público numa investigação que apura a venda de um veículo com uma série de irregularidades e lesão aos cofres públicos.

Segundo o MPMA, a empresa venceu a licitação, que pedia um micro-ônibus usado para o transporte de alunos. Para isso, precisava ter, no mínimo, 32 lugares e uso de até 500 mil Km rodados. A empresa prometeu o fornecimento de um veículo 2018/2019, de cor azul e que estava avaliado em R$ 334.566,67.

Entretanto, o veículo que a empresa forneceu foi diferente e de qualidade inferior, utilizou documento falso para ‘enganar’ a Prefeitura. Além disso, o ano de fabricação do veículo era 2017. Dez dias depois, a empresa recebeu o pagamento de R$ 300 mil.

Na ação, o promotor de Justiça Tiago Nogueira ainda explica que o veículo apresentava defeito tanto na porta quanto no assoalho. O veículo também possui agravantes como risco de evicção que é a perda judicial e está avaliado em menos da metade do valor que a empresa recebeu da Prefeitura.

O Ministério Público pediu à Justiça que a empresa J. dos S. Silva Veículos seja condenada à perda dos bens para o ressarcimento dos valores recebidos ilicitamente, atualizados em R$ 334.476,97, bem como a suspenção parcial das atividades da empresa.

O MP também denunciou o empresário Júnior dos Santos Silva pelos crimes de uso de documento falso e fraude em licitação. Além disso, a denúncia requer o pagamento de até R$ 606 mil por danos morais coletivos, uma vez que a empresa prejudicou o transporte de alunos do município.

Roberto Rocha diz que Flávio Dino chantageia prefeitos por apoio ao Senado

O senador e candidato a reeleição pela coligação Juntos Pelo Trabalho, Roberto Rocha (PTB), publicizou, em pronunciamento remoto feito na semana passada, uma grave denúncia contra o seu principal adversário, o ex-governador Flávio Dino (PSB).

De acordo com o parlamentar, o comunasocialista e aliados – como o seu irmão e procurador federal, Nicolau Dino; o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Marcelo Tavares; e o procurador-geral de Justiça, Eduardo Nicolau – estão chantageando prefeitos e prefeitas com o objetivo de obter seus apoios para a candidatura senatorial de Dino.

“Nos últimos dias, alguns prefeitos que haviam se aliado às forças da oposição ao governo Flávio Dino anunciaram, sem mais nem menos, terem mudado de lado. Mas qual é o santo que operou esse milagre? Ora, nada mais nada menos que o santo ou o diabo do medo. Os prefeitos estão sendo acusados por uma verdadeira força tarefa composta pelo ex-governador Flávio Dino, o atual procurador-geral de Justiça do Maranhão, Eduardo Nicolau; o membro do Tribunal de Contas do Estado nomeado por Flávio Dino, Marcelo Tavares; e o procurador federal e irmão do ex-governador, Nicolau Dino. Essa verdadeira camarilha dos quatro opera em sintonia fina, abordando os prefeitos e ameaçando-os com os rigores da lei, caso não se rendam à chantagem do grupo”, afirmou o senador.

“Não bastasse o fato do governo ter fracassado, tendo afundado o Maranhão no atraso, como comprovado pelos mais diversos indicadores socioeconômicos, agora vemos que o atraso é também moral. Por isso que o senador Roberth Bringel e eu oficiamos o presidente da Casa, Rodrigo Pacheco, reportando a situação e solicitando que o Senado se posicione no sentido de defender a ordem democrática e a lisura do processo eleitoral no Maranhão. O ex-governador Flávio Dino, se deseja disputar a eleição para o Senado, dispute dentro das regras democráticas, dentro das quatro linhas. Ele não pode se valer de acusar a figura do orçamento secreto, como ele chama, para usar secretamente um modelo de chantagem para pressionar prefeitos pelo Maranhão”, completou.

Nenhum dos citados por Roberto Rocha, até o momento, se pronunciou sobre a denúncia.

O editor do Blog deixa o espaço aberto para que o façam, caso assim desejem.
Blog do Gláucio Ericeira

Imperatriz: tatuador famoso é morto a tiros dentro do carro após ser abordado em semáforo

Um tatuador identificado como Madson Milhomem, de 37 anos, foi executado a tiros na noite desse domingo (14) após ser abordado dentro do seu carro quando parou em um semáforo no cruzamento da Rua Pernambuco com a Avenida Bernardo Sayão, em Imperatriz.

Segundo informações da polícia, um motorista, que ainda não foi identificado estacionou o seu veículo atrás da caminhonete onde estava o tatuador, desceu e disparou cerca de cinco tiros na cabeça de Madson. Após o crime, que aconteceu por volta das 21h desse domingo, o motorista suspeito fugiu seguindo pela contramão pela Rua Alagoas, em Imperatriz.

O tatuador Madson Milhomen era muito conhecido em Imperatriz por ser um dos pioneiros da arte de tatuar na cidade. A Polícia Civil ainda não tem uma linha de investigação sobre o crime.

Após denúncia de Jamys Gualhardo, prefeitura terá que realizar concurso pra Guarda Municipal e Salva Vidas

O blogueiro e suplente de vereador de São José de Ribamar Jamys Gualhardo, tem se destacado dentro do município, um dos seus últimos feitos, poderá ser colher os frutos de uma denúncia na sua página de internet que culminou na possibilidade de obrigatoriedade da administração pública municipal realizar concurso público para o cargo de Guarda Municipal- Salva Vidas.

Acontece que o antigo gestor da pasta da SEMTRANS- Secretária de Transporte Coletivos, Trânsito e Defesa Social de São José de Ribamar tinha Contratado salvas vidas( sem concurso ), mesmo tendo vários profissionais dentro da guarda já com o curso específico, e prontamente o Jamys Gualhardo procurou o Ministério Público para solucionar o problema.

Diante da problemática, o promotora Bianka Sekeff Sallem Rocha, observou a gravidade do problema e abriu procedimento investigativo, onde se encontra já em fase avançada. Sua última movimentação mostra que “Aguarda-se 30 dias para oficiar novamente a SEMTRANS, requisitando informações atualizadas sobre a realização de concurso público para preenchimento das 40 vagas destinadas ao cargo de Guarda Municipal, dentre elas de Salva-Vidas, com juntada de documentos probatórios das providências até então tomadas”.

MPF desconfia que administração de Angélica Inseriu dados falsos para facilitar recebimento de emendas em Miranda do Norte

No rastro do dinheiro público destinado para a Saúde, o Ministério Público Federal, por meio da Procuradoria da República no Maranhão, instaurou um inquérito para apurar suposto recebimento indevido dos recursos que são provenientes de emendas parlamentares pela Prefeitura de Miranda do Norte, administrada por Angélica Bonfim.

As investigações vem na esteira da denúncia feita pela revista Piauí sobre um festival de fraudes no Sistema Único de Saúde maranhense patrocinado por emendas chamado “orçamento secreto” do Congresso Nacional. A matéria que foi publicada na Edição 190, de Julho de 2022, destrincha como recursos oriundos dos cofres federais da Saúde são usados para irrigar bases eleitorais de políticos maranhenses com a ajuda das Prefeituras.

Uma das cidades contempladas com os recursos foi Miranda do Norte.

Segundo a Procuradoria da República, o Executivo Municipal inseriu dados supostamente falsos no sistema do SUS para receber verbas via emendas.

O inquérito está sob a coordenação do procurador Juraci Guimarães Júnior, que já determinou o envio de ofícios à Secretaria Municipal de Saúde e ao Ministério Saúde solicitando informações detalhadas sobre o recebimento do dinheiro público.

Prêmio da Milionária sai para aposta feita no Maranhão

Um prêmio de R$ 10,7 mil, por cinco acertos na Milionária, saiu para a cidade de Benedito Leite, no Sul Maranhão.

As dezenas do concurso 12 sorteadas nesse sábado (13) foram 50, 26, 31, 24, 06 e 20. Apenas uma aposta, de Americana (SP), acertou cinco dezenas e mais dois trevos (1 e 5), e vai receber um prêmio de R$ 139,4 mil. Não houve ganhadores no prêmio principal, acumulado em R$ 11.500.000,00 para o concurso.

A aposta do Maranhão foi feita na Lotérica Praça do Carmo.

Como apostar

A + Milionária é uma loteria diferente, em que você escolhe 6 números no campo composto por 50 e escolhe também 2 trevos numerados no espaço contendo 6 opções. Você pode deixar, ainda, que o sistema escolha os números para você (Surpresinha) e/ou continuar com o seu jogo por até 5 concursos consecutivos (Teimosinha).

Os sorteios ocorrem semanalmente, aos sábados a partir das 20h. A aposta mínima, de 6 números mais 2 trevos, custa R$ 6.

Lago Verde: Gaeco investiga desvio de verbas públicas pelo prefeito Alex Almeida

Os Grupos de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) iniciou uma investigação contra o prefeito de Lago Verde, Alex Almeida (PP), por possíveis delitos contra a ordem econômica e administração pública.

Segundo informações, o Ministério Público do Maranhão (MPMA) instaurou um procedimento investigatório criminal após informações contidas no relatório SIMP 001750-257/2021, encaminhado pelo Gaeco.

O procedimento tem o objetivo de “investigar a correta aplicação dos recursos públicos pela Prefeitura de Lago Verde e possíveis delitos contra a ordem econômica e administração pública, decretando o sigilo das investigações”.

O MP irá enviar um ofício ao Delegado Regional de Bacabal para que informe sobre a existência de investigações que versem sobre o recebimento de recursos públicos de Lago Verde, visando colaborar com a investigação.

João Lisboa: estudante é preso dentro de escola por roubo de celulares

Um estudante de 18 anos foi preso dentro de uma escola, na cidade de João Lisboa, pelo crime de roubo de celulares.

Segundo informações da polícia, ele estava acompanhado de um outro jovem, de 22 anos, quando praticou o crime utilizando uma bicicleta. O crime foi registrado no mês passado, mas a prisão foi realizada nesta semana.

Os dois foram surpreendidos por um policial à paisana que flagrou a ação criminosa e atirou contra o que estava na garupa da moto.

No momento, o estudante conseguiu fugir, mas foi localizado na escola em que estudava.

Ele foi encaminhado para a Unidade Prisional de Imperatriz.

Lei da Ficha Limpa: Júnior Lourenço pode ficar de fora das eleições deste ano

O Tribunal de Contas da União divulgou uma lista com nomes julgados inelegíveis por ter suas contas reprovadas. Nela, constam mais de 600 maranhenses e um deles é o deputado federal Júnior Lourenço (PL), que tenta a reeleição para o cargo.

Ocorre que o TCU reprovou as contas de Lourenço, referentes às atividades financeiras de quando era prefeito de Miranda do Norte, entre 2009 e 2016, hoje chefiado pela sua mãe, a prefeita Angélica (PL).

Dentre os processos nos quais é réu, o ex-prefeito foi condenado em um que investigava a não prestação de contas referentes ao uso de recursos da educação, no Programa Dinheiro Direto na Escola – Plano de Desenvolvimento da Escola – PDDE-PDE/2010 e Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar – PNATE/2015.

Atualmente, o processo se encontra transitado em julgado e não cabe mais recurso.

O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, ao analisar se uma candidatura pode ser deferida ou não, leva em consideração alguns critérios, sendo um deles exatamente a lista divulgada pelo TCU. No caso de Júnior Lourenço, a expectativa é a de que não tenha a sua candidatura deferida.