Após aliança com grupo dos Gonçalo, Carlos Brandão consegue adiar votação de mandado contra oitiva de capelães.

O juiz eleitoral, José Gonçalo de Sousa Filho, pediu ao TRE-MA o adiamento da votação de mandato de segurança contra o vice-governador do Estado, Carlos Brandão (PRB).

A ação protocolada pelo MDB pede a cassação do governador Flávio Dino (PCdoB) e do vice, por supostos crimes de abuso de poder religioso na eleição de 2018.

O curioso é que o pedido de adiamento aconteceu logo após uma reunião entre Carlos Brandão e integrantes do grupo liderado pelo prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo, irmão do juiz.

Ao que tudo indica é que a reunião foi focada na chegada oficial do Dr. Gonçalo e dos prefeitos ligados ao grupo do Dr. Hilton, os Republicanos, fortalecendo ainda mais o partido.

Prefeita de Sucupira do Riachão é investigada após denuncia de irregularidade na construção de escola

A prefeita de Sucupira do Riachão, Gilza Ribeiro, volta a ser investigada pelo Ministério Público após denuncia de irregularidades na construção de uma escola no município.

Ela é suspeita de ter cometido fraude na contratação da empresa responsável por realizar a construção de unidade escolar no Povoado Pequi, zona rural de Sucupira do Riachão.

O MP ainda vai apurar suposta existência de irregularidade na gestão dos recursos públicos e de improbidade administrativa, para posterior ingresso de ação civil pública.

O objetivo principal da investigação é constatar se houve enriquecimento ilícito por parte da prefeita, em prejuízo aos princípios da administração pública e ao patrimônio do Município de Sucupira do Riachão.

O MP vai promover a coleta de informações, depoimento, certidões, perícias, entre outras ações para logo após instaurar ação civil ou penal.

ESCÂNDALO! Pré-candidato à prefeitura de São Luís comandava esquema de chantagem a donos de postos de combustível no MA

O blog vem coletando informações há algum tempo e esta semana concluiu um dossiê completo sobre uma rede de achaques a donos de postos de combustíveis na capital, coordenados entre 2016 e 2018 por um pré-candidato a prefeito em São Luís.

É NITROGLICERINA PURA, AGUARDEM!!!

Bomba! Juíz do MA investigado pelo GAECO “paga” para constranger corregedor do TJ-MA

O juiz Sidarta Gautama, com atuação em Caxias, é alvo de Procedimento Investigatório Criminal aberto pelo Gaeco por suposta participação em organização que pratica agiotagem no Maranhão.

A informação consta de um pedido de providências formulado pela da Corregedoria Nacional de Justiça, órgão ligado ao CNJ, ao Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA).

Gautama ganhou recente notoriedade no caso de uma série de decisões autorizando a transferência de alunos de universidades particulares para o curso de Medicina da Uema.

Por conta disso, é alvo, também, de uma sindicância na Corregedoria-Geral de Justiça do Maranhão.

Ciente das implicações que suas atividades obscuras pode causar, Gautama, tratou de injetar recurso em alguns setores da mídia para tentar constranger um deputado que teria ousado denunciar o caso na tribuna da Assembleia Legislativa. A tentativa do Juíz investigado pelo Grupo de combate às organizações criminosas também é constranger o desembargador e corregedor do Tribunal de Justiça do Maranhão, Marcelo Carvalho.

3 meses de salários atrasados em Amapá do Maranhão

Agente público do município de Amapá do Maranhão. Foto; Divulgação, Google

Do dia primeiro de novembro até hoje (10) de dezembro o município de Amapá do Maranhão, já recebeu R$ 2.358.667,14 (dois milhões trezentos e cinquenta e oito mil seiscentos e sessenta e sete reais e quatorze centavos). Mesmo com tantos recursos para um município tão pequeno os salários dos servidores públicos contratados permanecem em atraso.

De acordo com relatos de funcionários do município de Amapá do Maranhão, enviados ao blog do Werbeth Saraiva, dão conta que à cerca de três meses boa parte dos contratados não recebem seus proventos que deveriam ser pagos pela gestão da prefeita Tate do Ademar.

Ainda de acordo com denúncias, outro problema persistente no município é os funcionários que são concursados com 40 h e recebem apenas 20 h. Não se sabe qual destino estão dando aos recursos públicos que chegam ao município.

Já existem denúncias na promotoria da comarca sobre suposto enriquecimento ilícito além de ocultação de bens e desvios de verbas públicas. Até meados de 2020 já haverá um desfecho por parte dos órgãos corregedores.

Funcionários fantasmas voltam assombrar Sucupira do Riachão

A prefeita de Sucupira do Riachão, Gilzânia Ribeiro, criou uma série de cargos públicos e nomeou servidores que nunca estiveram no local.

Após denuncias, o MP iniciou investigação para apuração de possível existências de “servidores fantasmas” e de improbidade administrativa.

Até o momento, o Ministério Público Estadual encontrou prática de nepotismo cometido pela prefeita e identificou a ausência de servidores do seus postos de trabalho, mesmo recebendo salários em dias.

A instituição instaurou Inquérito Civil e reconheceu ato de enriquecimento ilícito, dano ao erário e atentado aos princípios da Administração Pública, em prejuízo o patrimônio público do Município de Sucupira do Riachão com a necessidade de coleta de informações, depoimento, certidões e perícias para posterior instauração da ação penal.

Os promotores responsáveis pelo caso já estão investigando o site do Município, verificando o portal da transparência para saber se constam os nomes dos servidores identificados como ausentes em seus locais de lotação.

Dr. Yglésio solicita aumento do efetivo de policiais em Turiaçu e imediata recuperação de agência bancária

O Deputado Estadual, Dr. Yglésio, recomendou à Superintendência do Banco Bradesco no Maranhão a rápida recuperação da agência bancária do município de Turiaçu, alvo de bandidos que explodiram os caixas eletrônicos.

A principal preocupação do Deputado é com a população que encontra-se prejudicada, sem ter como fazer movimentações financeiras, principalmente agora no final do ano.

O deputado recomendou que caso não seja possível a recuperação da agência, que o banco encontre alternativas para que as pessoas possam fazer suas transações financeiras e atendimentos no município.

Dr. Yglésio também indicou ao Governador Flávio Dino e ao Secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela, para que promovam, em caráter de urgência, a imediata nomeação dos mais de dois mil candidatos aprovados nos últimos concursos realizado pelas Polícias Militar e Civil do Maranhão, com o objetivo de atender a demanda da segurança pública do estado.

Segundo o deputado, as notícias recorrentes de explosão de bancos nos interiores do Maranhão, como a última ocorrência na cidade de Turiaçu, é prova que existe um déficit de servidores na segurança pública que deve ser solucionado.

Para resolver de imediato o problema de assaltos em Turiaçu, Dr Yglésio também sugeriu que fosse aprovado em caráter de urgência o aumento do efetivo policial militar e civil no município para que tranquilize a população e seja extinta a sensação de pânico entre os cidadãos.

Prefeita de Vila Nova dos Martírios vai ter que explicar o que fez com dinheiro de diárias

Em Vila Nova dos Martírios a prefeita Karla Batista Cabral é investigada por desvio de dinheiro usando as famosas diárias, como bode expiatório.

Segundo denúncias, em 2018 a prefeita teria pedido uma quantidade não especificada em dinheiro destinado para viagens em função do exercício. No entanto, ela não compareceu ao local em que deveria estar.

A prefeita não dispõe de provas que comprovem o deslocamento a respeito da atividades que ela teria ido desempenhar, muito menos, documentos da viagem realizada, como data de partida e de chegada.

A prefeita passa a ser suspeita de enriquecimento ilícito e dano ao erário no exercício do mandato. O MP vai apurar os fatos pela necessidade de prezar pelo bem público e medidas punitivas devem ser adotadas.

Policiais Militares da capital serão investigados por abuso de autoridade em ação de bairro periférico de São Luís

Policiais Militares serão investigados por crime de abuso de autoridade cometido no dia 20 de setembro deste ano, por volta das 23h40min, no bairro Bom Jesus, aqui na capital.

Na ocasião, os policiais impediram a realização de um evento promovido pela Senhora Vânia Regina Macedo Azevedo de Souza, atentando contra os direitos e garantia legais assegurados ao exercício de sua profissão.

Vânia se sentiu constrangida ao ser impedida de realizar seu trabalho. O MP instaurou Procedimento Investigatório Criminal para apuração dos fatos e nomeou a Assessora Jurídica Maicy Milhomem Moscoso Maia. Os responsáveis pela operação devem ser penalizados.

Vereadores de Jatobá denunciam prefeita por falta de esclarecimentos a respeito de diárias de cargos comissionados

Os vereadores do município de Jatobá recorreram ao MP para terem acesso as informações relacionadas às diárias de cargos comissionados da prefeitura do município.

Segundo os vereadores, a prefeita Consuelo Lima vem negado acesso aos documentos, o caracteriza total falta de transparência, sendo necessário investigação mais apurada.

O MP nomeou o Promotor Elielson Lima Barbosa para levantamento de maiores informações e caso seja necessário iniciar procedimento ou autorizar a Promotoria de Justiça a investigar criminalmente a prefeita.

Na cidade, a prefeita já foi várias vezes denunciada por empregar na administração Pública familiares como o próprio marido, mãe, seus filhos, irmãos entre outros parentes.

O que tudo indica é que a prefeita está governando para sua família, mas a farra está próxima de acabar de maneira trágica para a gestora.