Prefeito de São Mateus do Maranhão, Miltinho Aragão, é investigado por contratos que somam mais de 12 milhões

O Ministério Público Estadual da cidade de São Mateus do Maranhão, abriu cinco processos contra a gestão do prefeito Miltinho Aragão, sendo três por improbidade administrativa e duas ações civis públicas.

Em um dos processos registrados no Fórum da Comarca de São Mateus, o prefeito Miltinho Aragão vai responder por improbidade administrativa N⁰ 0800674-95.2020.8.10.0128.

Nesse processo, o Ministério Público vai apurar irregularidades em um contrato com a CTSLZ – COOPERATIVA DE TRABALHO SÃO LUIS. Em 2016, a soma de quatro contratos com empresa deram exatos R$9.163.000,00 e em 2018, outros quatro contratos somaram R$3.726.463,92.

A empresa foi contratada para dar apoio administrativo e de expediente nas Secretarias Municipais de Educação, Saúde, Finanças e Infraestrutura da Prefeitura Municipal de São Mateus do Maranhão.

Todos os investigados citados abaixo deverão prestar esclarecimentos no fórum após o fim da pandemia.

 

Alvos de várias investigações, prefeito de Pirapemas, Dr. Iomar, celebra contrato de mais de R$ 1 milhão e meio

Denunciado por irregularidades em procedimento licitatório no ano de 2018, o prefeito de Pirapemas, Iomar Salvador Melo Martins, celebrou um contrato por mais de R$ 1 milhão e meio com a Distribuidora RR Serviços e comércio.

No contrato, entre a prefeitura e a empresa serão gastos exatos R$ 1.629.676,05 (um milhão, seiscentos e vinte e nove mil, seiscentos e setenta e seis reais e cinco centavos) em aquisição de gênero alimentício para preparo de merenda escolar.

O curioso é que, neste momento de pandemia, as escolas não estão em aulas. Como vão preparar essa merenda?

É fato que o Ministério Público precisa investigar o destino dessa verba e apurar se não é mais um caso de prática de desvio de dinheiro público através do “Covidão”.

O prefeito Iomar Salvador Melo Martins coleciona uma série de investigações à frente da prefeitura de Pirapemas, inclusive um pedido de exoneração feita pelo Ministério Público por conta de prática de nepotismo.

Veja o contrato:

EXTRATO DE CONTRATO: N.º 033/2020. Processo Administrativo nº 1401.005/2020. Pregão Presencial n° 003/2020, data: 18/02/2020 contratante: SECRETÁRIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PIRAPEMAS-MA, com a sede na Avenida Antonio Ribeiro, nº 325, Centro – Pirapemas, Estado do Maranhão, CEP. 65.460-000, inscrita no CNPJ N.º 06.090.918/0001-55, representada pelo Senhor Secretário de Municipal de Educação, Sr. Raimundo Nonato dos Santos Melo, RG.: 018693702001-9 SSP/MA, CPF nº. 225.820.533-68,

Objeto: contratação AQUISIÇÃO GÊNEROS ALIMENTÍCIOS PARA O PREPARO DE MERENDA ESCOLAR, data: 10/03/2020, contratado: DISTRIBUIDORA RR SERVIÇOS E COMERCIO EIRELI, situada na Rua 85/64 Rua do Arame, 44 Andar 01 Altos, Vinhas, CEP 65.074- 380, São Luís – MA, inscrita no CNPJ sob o nº 22.257.627/0001-65, neste ato representada pelo Sr. Stallyn Rafael Nazaret Marques, portador(a) RG nº 0237386520030, SSP/MA, CPF nº 058.712.483-06. Valor do Contrato: R$ 1.629.676,05 (um milhão, seiscentos e vinte e nove mil, seiscentos e setenta e seis reais e cinco centavos).

Prazo de Vigência: O presente contrato terá validade até 31 de dezembro de 2020. Dotação Orçamentária: Órgão: 02 – PODER EXECUTIVO. Unidade: 08.02 – SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃOSEMED. Subunidade: 08.02.02 – SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO-SEMED. Dotação: 12.361.0047.4030.0000 – Manutenção de Alimentação Escolar. Elemento de Despesa: 3.3.90.30.00 – Material de Consumo. Fonte de Recurso: 0.1.15.001.001. Iomar Salvador Melo Martins, Prefeito Municipal.

Anonymous começa a vazar dados de família Bolsonaro e ministros

Uma célula brasileira Anonymous publicou diversos documentos no Pastebin de cidadãos envolvidos no governo Bolsonaro.

De acordo com o grupo, o vazamento será sistemático.

O documento publicado pela célula traz informações como celulares válidos, endereços de e-mail, endereços físicos, bens declarados, participação em empresas, score do Cadastro de Pessoa Física (CPF), além de dívidas registradas. Parte dos dados é de domínio público e foi organizado para divulgação no Twitter.

Até o momento, foram disponibilizadas informações pessoais de Jair Bolsonaro, Flavio Bolsonaro (Republicanos-RJ),  Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), Douglas Garcia (deputado estadual – PSC), Abraham Weintraub (ministro da Educação), Daniela Weintraub (esposa do ministro Abraham Weintraub), Damares Alves (ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos) e Luciano Hang (cofundador da Havan).

 

 

 

Prefeitura de Santa Helena afirma que haverá punição sobre passeata contra o coronavírus

Após a “Passeata contra o novo coronavírus”, a Prefeitura de Santa Helena emitiu uma nota manifestando repúdio e afirmou que o protesto é “um ato ofensivo à cidade e à população, que não passará impune”.

Leia, na íntegra, a nota da Prefeitura de Santa Helena:

A Prefeitura de Santa Helena vem a público manifestar repúdio a cerca da ‘Passeata contra o novo coronavírus’ realizada, neste domingo (31), nas ruas do município.

O grupo, de aproximadamente 300 pessoas, veio de Turilândia até a nossa cidade, descumprindo as normativas do decreto municipal em vigor, que torna obrigatório, entre outras medidas, o uso de máscaras e o distanciamento social.

Um ato ofensivo à cidade e à população, que não passará impune. Reunimos todas as informações e já encaminhamos ao Ministério Público para apuração dos fatos e punição dos responsáveis.

Vamos seguir agindo conforme as orientações da Organização Mundial de Saúde, para diminuir o contágio e proteger vidas. Ratificando informação divulgada pela emissora, temos atualmente 517 casos confirmados para a Covid-19 em nosso município, o que reforça a necessidade de compreensão e contribuição ativa de todos para a desaceleração da curva de infecção.

O preço da ignorância: Manifestação contra o coronavírus é o retrato do péssimo índice educacional no Maranhão

O preço da ignorância e o fanatismo religioso levou centenas de pessoas do município de Santa Helena a irem as ruas protestarem contra o coronavírus.

Em um ato de total falta de sensatez, os manifestantes saíram do município de Turilândia até Santa Helena. A maioria dos desenformados não faziam o uso de máscaras faciais, desobedeceram ao distanciamento e o isolamento social.

O protesto foi liderado por um pastor do município de Turilândia, conhecido como Mister Félix, após o mesmo ter revelado um sonho e decidir convocar a passeata.

Na manifestação foram proferidas frases como “Jesus não quer ver ninguém mascarado, Deus não se agrada de medrosos”.

No encerramento houve a queimação de mascaras. Atualmente, Turilândia registra 104 casos e Santa Helena 251 da Covid-19

Covarde: Weintraub vai à PF depor sobre as ofensa ao supremo e fica calado

O ministro Abraham Weintraub prestou depoimento nesta sexta-feira à Polícia Federal no Ministério da Educação, como parte das investigações do chamado “inquérito das fake news”, aberto pelo Supremo Tribunal Federal.

Durante o interrogatório, ele se manteve em silêncio, sem responder às perguntas.

A ordem para que Weintraub prestasse depoimento partiu do ministro Alexandre de Moraes, do STF, responsável pelo inquérito, que apura a disseminação de notícias falsas e ameaças aos ministros do tribunal.

O objetivo do depoimento foi esclarecer a manifestação de Weintraub na reunião ministerial de 22 de abril, cujo conteúdo se tornou conhecido na semana passada.

“Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia, começando no STF”, declarou o ministro .

Vereadores de Viana montam dossiê contra o prefeito Magrado Barros e entregam ao Ministério Público

Em Viana, seis vereadores solicitaram à Promotoria de Justiça que apurem possíveis crimes cometidos pelo prefeito Magrado Aroucha Barros. Entre as denúncias, existe a compra sem licitação de máscaras, luvas e álcool em gel, no valor de R$ 20.350,00 (vinte mil, trezentos e cinquenta reais), com indício de superfaturamento.

A Prefeitura Municipal de Viana também está sendo responsabilizada pelo não pagamento da empresa de transporte responsável por levar e trazer pacientes renais crônicos até o Centro de Nefrologia Maranhão (Cenefron), em São Luís.

Para tentar resolver o problema, os proprietários dos veículos estão aglomerando pacientes renais crônicos junto a outros passageiros, colocando em risco a saúde já debilitada dos portadores da doença.

Outras acusações dos vereadores envolvem os gastos da prefeitura com:

1 – R$ 545.256,80 (quinhentos e quarenta e cinco mil, duzentos e cinquenta e seis reais e oitenta centavos) referentes à alimentação escolar do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

2 – R$ 21.720,00 (vinte e um mil e setecentos e vinte reais) recebidos pela administração Magrado Barros do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE).

3 – R$ 103.293,36 (cento e três mil, duzentos e noventa e três reais e trinta e seis centavos), do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (PNATE).

4 -R$ 294.125,32 (duzentos e noventa e quatro mil, cento e vinte e cinco reais e trinta e dois centavos) referentes à quota estadual/municipal do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

De acordo com os vereadores, como as aulas estão suspensas, não está existindo gastos com transporte escolar e muitas escolas não receberam até o momento qualquer tipo de investimento, sem que se saiba a destinação destes recursos.

Os vereadores João Cutrim Rabelo, Lourival Serra Cutrim, José Valdemar Nascimento, Batista Luzardo Pinheiro Barros Segundo, Wybis Frank Rodrigues Ribeiro e Nadson Muniz Araujo são os autores da denúncia.

Oposição entrega pedido impeachment de Bolsonaro à Câmara de Deputados

Partidos da oposição protocolaram na manhã de hoje (21), um pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) à Câmara dos Deputados.

Esse é o primeiro pedido de impeachment no qual partidos se juntam —outros foram entregues, mas por iniciativas individuais de parlamentares – para exigir a saída do presidente.

O documento entregue à Câmara acusa Bolsonaro de cometer crimes de responsabilidade, atentar contra a saúde pública e arriscar a vida da população pelo comportamento à frente da pandemia do coronavírus, dentre outros crimes.

PT, PCdoB, PSOL, PCB, PCO, PSTU e UP e mais de 400 entidades e movimentos sociais, como o MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) e a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil assinam o pedido de impedimento do presidente.

Márcio Hominho esclarece fakes da oposição envolvendo seu nome

O pré-candidato a prefeito de Bacuri, Márcio Hominho, vem a público manifestar repúdio acerca da quantidade de notícias falsas que estão sendo veiculadas no município com o seu nome.

O pré-candidato esclarece que tem ciência de que em função da proximidade do período eleitoral tais acusações infundadas devem se tornar frequentes.

Mas, ressalta a importância de uma disputa saudável, que não envolva e nem fira a moral de familiares, amigos e pessoas próximas com as quais temos afeição.

Através de muito trabalho e dedicação, estamos montando um forte grupo político na região, que será capaz de atender as demandas do município através da saúde, educação e outros setores sociais, os quais se encontram, no momento, em estado de carência.

Reforçamos que, apesar das críticas, nosso grupo manterá o total apoio à população, principalmente nesse momento delicado em que estamos vivendo por conta da pandemia do novo coronavírus.

Pedimos aqueles que ainda não conseguiram se sensibilizar com a situação das pessoas que estão passando por necessidade sérias nessa pandemia, que dê uma trégua na politicagem e se foquem em buscar ou encontrar meios de ajudar a quem realmente precisa: a população.

Prefeito de São Luís Gonzaga, Dr. Júnior, dá calote em merendeiras da rede municipal de ensino

Mais uma atitude errada e vergonhosa do prefeito do município de São Luís Gonzaga do Maranhão, Dr. Júnior. Dessa vez, o mandatário está se negando a pagar os serviços prestados pelas merendeiras contratadas pela rede municipal de educação.

Como se não bastasse os problemas de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus, as senhoras ainda precisam viver com a arrogância e desrespeito em que são tratadas pela gestão atual.

Ao que tudo indica, os moradores do município perderam o medo e cansaram de ser humilhados pelo prefeito, e agora estão usando as redes sociais diariamente para denunciar a péssima administração da prefeitura.

Dessa vez, uma senhora relatou através de um áudio que foi até um “galpão” receber a quantia de R$ 300 reais pelo trabalho realizado como merendeira, mas, ao chegar lá, foi informada que o prefeito Dr. Júnior teria mandando não efetuar o pagamento de merendeiras e zeladoras.

Uma tremenda falta de respeito com quem acorda cedo todos os dias para trabalhar e conseguir o sustento de suas famílias.