Fugitivo do Pará é preso com 17 kg de maconha, no Maranhão

Um fugitivo do Sistema Prisional do Pará, foi preso no município de Cururupu (MA), acusado de ter cometido vários crimes de roubo com uma arma de fogo. Na sua ficha criminal, o homem acumula mais de 34 anos de detenção.

De acordo com informações, no momento da prisão o homem usava uma identificação falsa que supostamente foi confeccionada no estado do Pará após ter ciência de sua sentença condenatória.

O foragido foi preso em flagrante ainda pelo crime de tráfico de drogas, com a apreensão de 17 tabletes de maconha, totalizando cerca de 17 quilos. Ele foi encaminhado para uma unidade prisional onde deve aguardar um parecer do Poder Judiciário.

Capturado homem foragido do sistema prisional desde 2019

Um homem foragido do sistema penal foi capturado pela Polícia Civil, no Povoado João Perez, zona rural do município de Araioses. De acordo com informações, o indivíduo cumpria pena pela prática do crime de homicídio qualificado, quando fugiu do sistema prisional no ano de 2019.

A polícia afirma que o capturado ainda é investigado pela prática de diversos crimes de roubo ocorridos na região. O criminoso indivíduo foi recambiado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

 

Corpo de homem carbonizado é encontrado dentro de um automóvel

A Polícia Militar encontrou o corpo carbonizado de um homem ainda não identificado dentro de um carro na manhã desta sexta-feira (14), na rodovia BR-226, próximo ao Anel Viário da cidade de Timon.

O local foi isolado até chegada da perícia criminal. O carro ficou totalmente destruído e foi constatado que a vítima estava com o crânio e as pernas quebradas.

O Instituto de Medicina Legal (IML) de Timon removeu o corpo do local e a Polícia Civil do Maranhão vai investigar o caso.

 

Operação prende pelo menos 10 membros de facção criminosa

Uma megaoperação da Polícia Civil nos municípios de Penalva e Viana resultou na prisão de pelo menos dez pessoas e apreensão de dois menores.

De acordo com informações, as prisões são resultado de uma investigação que constatou que nas duas cidades um grupo de criminosos estava atuando fortemente na realização de crimes relacionados ao tráfico de drogas, crimes patrimoniais, homicídios e entre outros.

Na operação também foram apreendidos alguns bens, como: armas de fogo, munições, substâncias entorpecentes, aparelhos eletrônicos e cadernos de anotações.

Em meio à polêmica, FMF libera a venda de ingressos para a final do campeonato maranhense

Mesmo diante da polemica sobre se é ou não o momento certo para abertura dos estádios de futebol para o público, a Federação Maranhense de Futebol já iniciou na manhã desta quinta-feira (13), a venda de ingressos para o primeiro jogo da decisão do Campeonato Maranhense entre Sampaio Corrêa e Moto Club.

Para a partida, só alguns setores serão liberados. O torcedor só terá acesso ao estádio se cumprir todos os protocolos exigidos pelo Governo do Estado.

De acordo com o protocolo estabelecido em reunião entre clubes, Federação Maranhense de Futebol (FMF) e Secretaria de Estado da Saúde (SES), só poderá entrar no Castelão o torcedor que apresentar comprovante das duas doses da vacina contra a Covid-19 ou teste negativo realizado em até 48h.

Dentro do estádio, o torcedor terá que usar máscara e obedecer ao distanciamento social. Especialistas acreditam que a decisão é precipitada e enfatizam que menos de 15% da população local foi vacinada.

 

Estão presos os principais suspeitos de assassinarem líder comunitário de Zé Doca

Estão presos os dois principais suspeitos de assassinarem o líder comunitário do município de Zé Doca, Francisco Sales Costa de Sousa, 60 anos, com vários disparos de arma de fogo no ano de 2019, no Povoado Centro do Totó, naquela cidade.

Francisco era um ecosindicalista com boa atuação na região e concorreu para o cargo de deputado federal pelo PSOL, em 2O18. A sua morte gerou grande comoção junto à comunidade e de entidades da sociedade civil.

De acordo com informações da Polícia Civil, o primeiro suspeito foi preso no final da tarde de ontem, na zona rural de Formosa do Araguaia (TO), por meio de um mandado de prisão temporária, buscas e apreensões. Na manhã de hoje (13), o segundo suspeito foi preso em Belém (PA).

Ainda de acordo com informações, os suspeitos são parentes da vítima e estão sendo interrogados pelas equipes policiais. As primeiras informações dão conta que a motivação do crime foi uma desavença sobre imóvel de herança.

O caso está sendo investigado pelo Departamento de Feminicidio/SHPP/PCMA e os presos serão encaminhados para o sistema Penitenciário.

Em reunião com Flávio Dino, prefeito Paulo Curió garante novos investimentos para Turilândia

O prefeito de Turilândia Paulo Curió, acompanhado da primeira Dama Dra. Eva Dantas do seu irmão Marcel Curió, ex-prefeito de governador Nunes Freire e do Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto, foram recebidos no Palácio dos Leões, nesta quarta-feira (12), pelo governador Flávio Dino, na ocasião, o prefeito apresentou uma agenda com demandas importantes para o desenvolvimento do município.

Ao final da reunião com o governador, o prefeito Paulo Curió se mostrou muito satisfeito com as ações anunciadas pelo o chefe do executivo estadual, que se propôs a realizar investimentos importantes no município.

“Diante das nossas solicitações recebemos um parecer positivo do governador, pois o mesmo nos agraciou com a liberação de mais quilômetros de asfaltos, a construção da Praça da Família, e a pedido da minha esposa a nossa cidade será beneficiada pelo Programa Mais Renda, além disso o governador assumiu o compromisso de nos ajudar a realizar a construção do tão sonhado hospital da nossa cidade”.

O prefeito destaca ainda que “estou muito feliz com todas essas conquistas e quero agradecer imensamente a todos que estão fazendo parte da construção de uma nova Turilândia”.

Eliziane brigou por vaga na CPI do Covid, mas se calou quando seu esposo bebeu Whisky e aglomerou em festa no interior

Na ocasião da eleição para presidente e vice e escolha do relator, estava presente a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA). Na reunião, ela rebateu um comentário do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) sobre a participação das mulheres na CPI.

“Acho que as mulheres já foram mais respeitadas e mais indignadas, não é? Estão fora da CPI, não fazem nem questão de estar nela e se conformam em acompanhar os trabalhos a distância”, disse o senador.

Em resposta, Eliziane disse que as senadoras não vão admitir “ironia machista”: “Eu não admito isto, senador Flávio: questionar a nossa indignação! Nós nos indignamos diante de todos os fatos que estão postos na sociedade brasileira”, reforçou a parlamentar.

Eliziane se calou quando o marido aglomerou e bebeu Whisky em festa no interior

https://youtu.be/6tULPWJggB4

O empresário e marido da senadora Eliziane Gama (Cidadania), deu início a sua campanha para se tornar deputado estadual em 2022. Apesar do pleito estadual está meio distante, ele resolveu aparecer em show de forró do cantor Ávine Vinny, no município de Peritoró.

A festa estava sendo realizada em comemoração à vitória do prefeito.

Durante apresentação do cantor, o então prefeito eleito da cidade, Dr. Júnior (PP), utilizou o microfone para anunciar a presença do marido da senadora no palco.

Inácio Melo foi anunciado como futuro deputado estadual. Sem usar máscara, o empresário começou a fazer o seu discurso político, já visando a sua candidatura em 2022 .

Em um péssimo exemplo, Inácio Melo parece ter ignorado o discurso da sua esposa, a senadora Eliziane Gama, que usa todos os dias as suas redes sociais e meios de comunicação para defender o uso da mascara e criticar as aglomerações “promovidas” por Bolsonaro.

Urgente: carro de passeio capota e vai parar dentro de lagoa em Barreirinhas

O nosso Blog recebeu a informação de que agora pouco um carro de passeio capotou e acabou indo parar dentro de umas das lagoas localizadas nas dunas da Região dos Lençóis Maranhenses. Até o momento sabe-se que o acidente aconteceu próximo à Lagoa Azul.

Os relatos informam ainda que uma criança de aproximadamente 10 anos está gravemente ferida e os familiares esperam por socorro. Há indícios de vítimas fatais.

P.S: tivemos acesso aos vídeos, mas por respeito às vitimas não mostraremos as cenas.

 

 

Deputado que se diz influente na Polícia Federal é o Manda-Chuva na companhia do ‘orçamento paralelo’ do MA

Por se ex-agente da PF, Aluísio Mendes propaga força e influência na corporação da polícia da república.

Demorou, mas aconteceu, e o desfecho poderá ser surpreendente, se não vexatório para o Maranhão. Matéria forte publicada na edição de Domingo (09) do jornal O Estado de S. Paulo mostra que a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf), criada como um instrumento de desenvolvimento para a região de influência do Velho Chico e rebatizada Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e do Parnaíba, é uma bomba cuja explosão, se vier a acontecer, causará estragos de proporções imprevistas na malha política que alcança milhões e milhões de quilômetros quadrados, aí incluídos os 331 mil nos quais se encontram os 217 municípios maranhenses.

Com a mudança, o raio de ação geopolítico chega ao distante Amapá, e teve seu rico e cobiçado orçamento excepcionalmente reforçado, e como não poderia deixar de ser, esse mamute federal é agora apontado como um bolsão de manipulação política controlado pelo Centrão e que, por via de consequência, um foco de corrupção. Nesse contexto, o braço da Codevasf no Maranhão, que anualmente faz jorrar dezenas e dezenas de milhões de reais em pequenos projetos – que vão desde a distribuição de kits de irrigação para pequenos produtores até tratores e projetos de construção de barragens -, já teve vários controladores.

No Maranhão, como em todos os estados em que está presente, o braço da autarquia federal é controlado por um padrinho, que entre outras “prerrogativas”, detém o poder de indicar o superintendente regional, via de regra burocrata experiente, que sabe como a poderosa engrenagem funciona. Atualmente, o patrono da Codevasf no Maranhão é o deputado federal Aluísio Mendes (PSC), responsável, como manda a regra, pela indicação do atual superintendente regional, Celso Adriano Costa Dias. Antes de assumir o cargo, foi secretário parlamentar do gabinete do deputado Aluísio Mendes em Brasília.

Sua condição de autarquia que funciona como peça ativa da gigantesca engrenagem federal nos estados, financiando projetos os mais diversos, grande parte de natureza comunitária, por meio de prefeituras, faz da Codevasf um órgão público com grande capilaridade e, por isso mesmo, com imensurável poder político. Sua relação é direta com prefeitos, intermediada por senadores, deputados federais e deputados estaduais, formando uma cadeia orgânica hierarquizada e eficiente.

Para se ter ideia do poder de fogo político da Codevasf, em quatro dias da última semana de Fevereiro, conforme está documentado – não existem registros de Março e Abril -, o superintendente no Maranhão recebeu 18 prefeitos, três ex-prefeitos, dois vereadores, dois ex-vereadores, dois deputados estaduais, dois deputados federais, dois ex-deputados estaduais, um assessor de deputado federal e dois assessores de senadores. Todos tratando da liberação de recursos para municípios, a maioria devidamente articulada por senadores e deputados federais.

Essa engrenagem monumental, que movimenta bilhões de reais por ano e funciona como um poderoso motor político-eleitoral, está transformada no alvo de uma investigação cujo desfecho é absolutamente imprevisível, segundo o que está sendo sinalizado em Brasília e na imprensa. O ponto de partida é o chamado “orçamento paralelo”, por meio do qual o Governo do presidente Jair Bolsonaro criou e colocou em operação um esquema para privilegiar seus aliados com a liberação de recursos, deixando de fora os não alinhados e adversários.

A reportagem do Estadão não trouxe qualquer informação sobre eventuais desvios nos recursos aplicados pela Codevasf no Maranhão por meio da cadeia de intermediação política. Mas não deixa dúvida de que a companhia se encontra situada no epicentro do “orçamento paralelo” e será um alvo duramente bombardeado por denúncias nos próximos tempos. Já há até parlamentar falando em CPI para investigá-la.

Aluísio foi de ‘carregador’ de malas de sarney até o comando de uma das principais fontes de dinheiro do governo em tempo recorde.