Aliados de Serraria contratam pesquisa Tabajara que já fez contrato até com ‘defunto’

Sem saber o que fazer para destacar o pré-candidato nas pesquisas eleitorais, aliados de Josimar da Serraria contrataram uma pesquisa Tabajara para tentar enganar a população de Governador Nunes Freire. O contrato para realizar a pesquisa que beneficia o pré-candidato foi celebrado com o Instituto Econométrica, famoso por cometer irregularidades e equívocos em pesquisas eleitorais.

O mesmo instituto contratado pelos aliados de Josimar recentemente foi alvo de decisão da justiça, que encontrou irregularidades na realização de pesquisa executada em Vargem Grande. Segundo a decisão, foi constatada “a presença de elementos que indicam inconsistência grave na metodologia aplicada a pesquisa, com risco de adulteração do plano amostral e o de ponderação quanto ao grau de instrução do total de entrevistados”.

Além disso, nas últimas eleições, o Instituto Econométrica protagonizou um dos maiores escândalos ao divulgar uma pesquisa assinada por Celene Raposo Aquino, mas ela estava morta 19 dias antes do registro da pesquisa na Justiça Eleitoral. Na ocasião, o proprietário do Instituto Econométrica, Sergio Oscar Zubicueta Goic, reconheceu que houve “equívoco” por parte de sua empresa.

Ou seja, é difícil acreditar que a pesquisa contratada pelos aliados de Serraria tenha credibilidade, considerando que foi realizada por este instituto envolvido em tantos episódios de irregularidades. O povo que abra o olho e não se deixe ludibriar!

Prefeito de Presidente Juscelino, José Magno, sela contrato milionário para abastecimento de água, mas população suspeita de irregularidades

Em Presidente Juscelino, o prefeito José Magno dos Santos Teixeira aproveita o fim do mandato para realização de obras eleitoreiras e descaradamente só agora descobriu que a população do município precisa de água para sobreviver.

Aproveitando a máquina pública e para demonstrar serviço para a população, o mandatário selou um contrato milionário com a empresa J R Pereira Construções e Comércio – ME que vai faturar R$ 1.044.658,93 (hum milhão quarenta e quatro mil seiscentos e cinquenta e oito reais e noventa e três centavos). O objeto é a contratação de empresa para execução dos serviços de implantação de abastecimento de água nos povoados são Raimundo dos Alves, Bom jardim, São Bento, Onça e Tauá da beira, em apoio às atividades da Prefeitura Municipal de Presidente Juscelino.

O contrato que foi assinado pelo próprio prefeito Magno Teixeira é suspeito de irregularidades e superfaturamento devido ao valor altíssimo. De acordo com os moradores dos municípios, o serviço começou em alguns lugares, mas o trabalho que vem sendo desenvolvido é de péssima qualidade e pedem uma participação efetiva dos órgãos fiscalizadores tanto no contrato como na execução dos serviços.

Veja o contrato:

EXTRATO DE CONTRATO: TOMADA DE PREÇO Nº TP-004-2020-001. PARTES: Prefeitura Municipal de Presidente Juscelino-Ma, e a Empresa: J R PEREIRA CONSTRUÇÕES E COMÉRCIO-ME. CNPJ nº 35.108.109/0001-21 Objeto do Contrato: contratação de empresa para execução dos serviços de implantação de abastecimento de água nos povoados são Raimundo dos Alves, Bom jardim, São Bento, Onça e Tauá da beira, em apoio às atividades da Prefeitura Municipal de Presidente Juscelino. DATA DE ASSINATURA: 18/05/2020.

Valor Global R$ 1.044.658,93 (hum milhão quarenta e quatro mil seiscentos e cinquenta e oito reais e noventa e três centavos). Prazo de Execução 09 (nove) meses. Prazo de Vigência: 12 (doze) meses. Pela Prefeitura Municipal de Presidente Juscelino-Ma: José Magno dos Santos Teixeira – Prefeito Municipal. Pela Empresa: J R PEREIRA CONSTRUÇÕES E COMÉRCIO-ME: José Ribamar Rodrigues Pereira. Empresário. José Magno dos Santos Teixeira – Prefeito Municipal

Prefeito Magno Bacelar se aperreia com a Justiça Federal e não deve concorrer em Chapadinha

Em Chapadinha, o prefeito Magno Bacelar está se vendo aperreado com a Justiça Federal. Isso porque o mandatário recorreu ao órgão na tentativa de conseguir a suspensão dos efeitos dos acórdãos do Tribunal de Contas da União, que julgaram irregulares as contas do município.

Mas de acordo com informações, o Juiz Federal Cláudio de Carvalho que atende na 14ª Vara do Distrito Federal, Waldemar Cláudio de Carvalho, indeferiu a Tutela de Urgência e com a decisão Magno Bacelar (Ficha-suja) não poderá assumir o cargo, caso reeleito.

Ainda de acordo com informações, o prefeito Magno Bacelar possui três processos transitado em julgado, no Tribunal de Contas da União. O prazo final do processo mais recente é 18 de julho de 2027. Até lá, Magno Bacelar deve ficar inelegível.

Após a maior convenção da história, oposição ciente de derrota entra em desespero e tenta criar novo factoide

Após a maior convenção da história de Pastos Bons, que homologou a candidatura do pré-candidato a prefeito, Enoque e Reinaldo, apoiados pelo grupo da situação, a oposição desesperada e ciente da derrota tentou criar mais um factoide.

O irmão do pré-candidato da oposição lançou um desafio em rede social, propondo R$ 100 mil em espécie a quem apostasse em quem seria o novo prefeito de Pastos Bons. O desafio foi aceito por uma advogada do lado da situação, que foi ao local combinado, mas o apostador tinha apenas 30 mil.

Para contornar a situação, o apostador foi ao cartório registrar uma aposta de quem será que vai assumir a prefeitura para tentar desviar o foco da convenção e tentar desacreditar a candidatura da chapa Enoque e Reinaldo. Inclusive, o dono do cartório onde foi registrada a aposta é pai do vice-prefeito da oposição.

A oposição vem colecionando diversas derrotas a nível municipal e estadual é imagina que criar um factoide pode desviar as atenções voltadas para a maior convenção da história de Pastos Bons.

Enoque segue firme nas pesquisas e no trabalho rumo à vitória, enquanto a oposição vem gastando esforços na criação de factoides e fake news.

Somente no final do mandato o prefeito de Tufilândia, Vildimar Alves Ricardo lembrou que população precisava de água

O prefeito de Tufilândia, Vildimar Alves Ricardo, que não tem nada de besta, resolveu finalmente fazer alguma coisa pela cidade. Isso porque de acordo com informações, o mandatário celebrou um contrato para construir um poço no município.

O contrato vai render a empresa Andre Xavier Conceição Eireli exatos R$ 204.366,13 (duzentos e quatro mil trezentos e sessenta e seis mil e treze centavos). O objeto está especificado como a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de implantação de um poço com reservatório no município de Tufilândia.

De acordo com uma moradora, o poço é um pedido antigo da comunidade, mas o prefeito nunca demostrou interesse em solucionar a demanda e que só no final do mandato e com a chegada da eleição, o mandatário lembrou da população.

Mesmo com essa ação, a credibilidade do prefeito em Tufilândia está em baixa.

Veja o contrato:

PREFEITURA MUNICIPAL DE TUFILÂNDIA – MA EXTRATO DE CONTRATO Nº 170/2020. PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 051/2020. PARTES: Prefeitura Municipal de Tufilândia/MA e a Empresa ANDRE XAVIER CONCEIÇÃO EIRELI, CNPJ: 30.242.484.0001-46. OBJETO: contratação de empresa especializada para prestação de serviços de implantação de um poço com reservatório no Município de Tufilândia – MA. VIGÊNCIA: até 31 de dezembro de 2020, podendo ser prorrogado por iguais e sucessíveis períodos conforme preceitua o artigo 57, inciso I e II, § 1 e incisos da lei nº 8.666/93, condicionada sua eficácia à publicação no Diário Oficial. VALOR DO CONTRATO: R$ 204.366,13 (duzentos e quatro mil trezentos e sessenta e seis mil e treze centavos). MODALIDADE: Tomada de Preço, com FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Lei 8.666/93. RECURSOS: Órgão: 02 – Poder Executivo; 18 – FUNDO MUNICIPAL DE COMP. FIMNAN. E EXPLORAÇÃO MINERAL; 17.512. 1524.2856.00004.4.90.51.00 – INSTALAÇÕES. FORO: Fica eleito o Foro de Pindaré Mirim MA. 10/08/2020. JHEYMISON CARLOS DOS SANTOS PEREIRA – Secretário Municipal de Administração.

Cururupu: Professora Rosinha reúne multidão em convenção partidária para oficializar candidatura à reeleição

Professora Rosinha liderou caminhada durante a convenção que homologou sua candidatura à reeleição

Uma multidão prestigiou, nessa quarta-feira (16), a convenção partidária que oficializou a candidatura da prefeita de Cururupu, Professora Rosinha (PCdoB), à reeleição. Observadores locais estimaram que o público presente ao ato político promovido pela prefeita foi três vezes maior do que o número de pessoas que participaram da convenção do grupo de oposição.

Além da presença maciça da população, a convenção da Professora Rosinha reuniu representantes expressivos da classe política do Maranhão, como a deputada estadual Ana do Gás, os ex-prefeitos e ex-deputados José Amado e Wilson Carvalho, o superintendente de Articulação Política do Governo do Estado na região e lideranças como Udnalldo Rabelo (DEM) e Tony Purina (PT), que compuseram a mesa.

Ato político promovido pela prefeita de Cururupu foi três vezes maior do que o realizado pela oposição

Também marcou presença Enilde Azevedo, ex-candidata a vice-prefeita no pleito de 2016, na chapa do pedetista Aldo Lopes, que aderiu ao palanque da prefeita Rosinha.

Nos braços do povo

Acompanhada da candidata a vice-prefeita Katma Belém, a prefeita caminhou com a multidão e caiu nos braços do povo. As manifestações de apoio popular à reeleição da Professora Rosinha se multiplicaram do início ao fim da convenção, o que reforçou ainda mais o ânimo da gestora de buscar o segundo mandato.

Manifestações de apoio à Professora Rosinha se multiplicaram do início ao fim da convenção

Diante da grandiosidade do evento, já é voz corrente em Cururupu que a oposição já admite a derrota nas urnas na eleição de 15 de novembro.

Alguns nomes de peso da política maranhense não puderam comparecer à convenção, mas gravaram vídeos com mensagens de apoio à reeleição da prefeita de Cururupu, dentre eles os deputados federais Gastão Vieira, Márcio Jerry e Marreca Filho.

Assista ao vídeo:

Prefeito de São Francisco de Brejão, Adão Carneiro, segue esvaziando os cofres do município

Após celebrar vários contatos milionários com valores que vão de R$ 1 milhão a R$ 5 milhões, o prefeito de São Francisco de Brejão, Adão Carneiro, sela mais um contrato por quase um milhão de reais. De acordo com informações, o contrato seria para reformas de escolas.

O novo contrato vai render a empresa Metal Serviços e Locação Ltda, exatos R$ 963.063,37 (novecentos e sessenta e três mil, sessenta e três reais e trinta e sete centavos). O objeto é a contratação de empresa para reforma e ampliação das escolas municipais da sede e dos povoados.

Esse é mais um contrato eleitoreiro e suspeito de superfaturamento que foi assinado novamente pelo Secretário de Administração e Finanças, Claudenir de Sousa Gomes.

De acordo com os moradores da pequena cidade de São Francisco do Brejão, o prefeito pouco fez durante a sua gestão, mas resolveu esperar o fim do seu mandato para selar contratos altíssimos em serviços que nunca foram prioridade em são gestão. Ainda segundo os moradores, a soma dos valores contratuais no final do mandato ultrapassam R$ 20 milhões.

O Ministério Público precisa investigar essa situação.

Veja o contrato:

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO BREJÃO – MA EXTRATO DE CONTRATO nº 184/2020. PROCESSO ADMINIS TRATIVO nº 077/2020; TOMADA DE PREÇO nº 019/2020. PARTES: Prefeitura Municipal de São Francisco do Brejão, CNPJ: 01.616.680/0001-35 e a empresa METAL SERVIÇOS E LOCAÇÃO LTDA, CNPJ/MF nº 12.778.738/0001-63, estabelecida na Avenida Fasto Fernandes, nº 58, bairro Tião Mineiro, Paragominas/PA , OBJETO: Contratação de empresa para reforma e ampliação das escolas municipais da sede e dos povoados .

VIGÊNCIA: 90 dias, VALOR DO CONTRATO: R$ 963.063,37 (novecentos e sessenta e três mil, sessenta e três reais e trinta e sete centavos), MODALIDADE: Tomada de Preço, com FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Lei Federal 8.666/93 e Lei Complementar nº 123/2006. RECURSOS: 12.361.0403.1- 011 – Construção, Reforma, Ampliação de Unidades Escolares; NATUREZA DA DESPESA: 4.4.90.51.00.00 – Obras e Instalações. FORO: Fica eleito o Foro da comarca de Açailândia/MA. 20/07/2020. CLAUDNIR DE SOUSA GOMES – RG nº 026967494-2 SSP/MA e CPF n° 528.365.923-20 – Secretária Municipal de Planejamento, Administração e Finanças/Ordenadora de Despesas de acordo com DECRETO nº 016/2017.

Prazo para convenções partidárias terminou nesta quarta-feira (16)

Terminou nesta quarta-feira (16) o prazo da realização das convenções partidárias para deliberar sobre coligações e escolher os candidatos que disputarão as Eleições Municipais de 2020. A Justiça Eleitoral prevê mais de 700 mil candidatos no pleito de novembro próximo.

A Emenda Constitucional nº 107/2020 adiou a data da votação e alterou o calendário eleitoral em virtude da pandemia de Covid-19. Todos os prazos eleitorais previstos para o mês de julho foram prorrogados em 42 dias, proporcionalmente ao adiamento da votação. Assim, as convenções partidárias que aconteceriam de 20 de julho a 5 de agosto foram transferidas para o período de 31 de agosto a 16 de setembro.

Para as convenções, alguns partidos políticos conciliaram os meios virtual e presencial, dando-se a parte presencial de forma descentralizada, com pontos de votação instalados nos diretórios e em locais estratégicos da cidade, observando as leis e as regras de prevenção do contágio.

Todas as atas das convenções partidárias serão publicadas no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na página de Divulgação de Candidaturas e de Prestação de Contas Eleitorais (DivulgaCandContas), conforme determinado pela Resolução TSE nº 23.609/2019. As siglas que já realizaram suas convenções e enviaram as respectivas atas podem gerar e encaminhar o pedido de registro dos candidatos à Justiça Eleitoral.

Direção

Quarta-feira (16) também foi o último dia – observada a data da convenção – para que o partido político que deseje participar das eleições tenha constituído órgão de direção na circunscrição, devidamente anotado no Tribunal Eleitoral competente, de acordo com o respectivo estatuto partidário (Lei nº 9.504/1997, artigo 4º; Lei nº 9.096/1995, artigo 10, parágrafo 1º, incisos I e II; e Resolução TSE nº 23.571/2018, artigos 35 e 43).

De acordo com a legislação, para participar do processo eleitoral o partido dever comunicar à Justiça Eleitoral a constituição de seus órgãos de direção e os nomes dos respectivos integrantes, bem como as alterações que forem promovidas. No caso dos órgãos de âmbito estadual, municipal ou zonal, a anotação é realizada nos tribunais regionais eleitorais.

Polícia Federal desarticula grupo criminoso por meio da operação “Mercancia postal”

A Polícia Federal, a partir de informações da Coordenação de Segurança Corporativa dos Correios, e com o apoio do Ministério Público Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira, dia 17 de setembro de 2020, nas cidades de São Luís/MA, Barreirinhas/MA, Bacabal/MA, Santa Inês/MA, São Luís Gonzaga/MA, Lago Verde/MA, Codó/MA e Coelho Neto/MA, a Operação “MERCANCIA POSTAL” com a finalidade de desarticular grupo criminoso que se utiliza da estrutura dos Correios para o cometimento de diversas fraudes.

A partir de elementos de informação colhidos em dois Inquéritos Policiais, especialmente decorrentes da Operação “HERMES E O GADO II”, foram verificados indícios de que empregados dos Correios estariam: a) simulando roubos e furtos para se apropriarem de valores das agências; b) cobrando propina para revalidação de senhas de benefícios previdenciários, no procedimento de “PROVA DE VIDA”; e c) criando CPFs em nome de pessoas fictícias para o recebimento fraudulento de benefícios assistenciais do Governo Federal, entre eles o auxílio emergencial pago em razão da pandemia de COVID-19.

A Polícia Federal cumpriu 16 (dezesseis) Mandados de Busca e Apreensão, 06 (seis) Mandados de Prisão Temporária e 8 (oito) Mandados de Intimação. Além disso, foi determinado o sequestro de bens dos principais investigados no valor total de R$ 933.888,28 (novecentos e trinta e três mil oitocentos e oitenta e oito reais e vinte e oito centavos).

Ao todo 74 (setenta e quatro) policiais federais cumpriram as determinações judiciais expedidas pela Subseção Judiciária de Bacabal/MA, decorrente de representações da autoridade policial responsável pelos dois Inquéritos Policiais em trâmite na Delegacia de Repressão aos Crimes Patrimoniais e ao Tráfico de Armas DELEPAT/DRCOR/SR/PF/MA.

Se confirmadas as suspeitas, os investigados poderão responder por roubo (Art. 157 do CPB), furto (Art. 155 do CPB), corrupção ativa (Art. 333, caput do CPB), corrupção passiva (Art. 317, caput do CPB), peculato (Art. 312, caput do CPB), peculato eletrônico (Art. 313-A do CPB), falsa comunicação de crime (Art. 340, caput do CPB), estelionato majorado (Art. 171, §3º do CPB) e associação criminosa (Art. 288 do CPB).
A denominação “MERCANCIA POSTAL” diz respeito ao ato de mercadejar, mercantilizar, fazer o comércio espúrio, utilizando-se para tanto da estrutura dos Correios.

Veja o vídeo:

Prefeito de Mirador, Roni Pereira, é acusado de estar realizando obra eleitoreira de quase meio milhão

O prefeito de Mirador, Roni Pereira, deu início a mais uma daquelas obras eleitoreiras. Para isso, contratou uma empresa para reformar uma praça do município. No entanto, a obra tem indícios de superfaturamento e se aproxima de quase meio milhão de reais.

Para a construção da praça, a prefeitura de Mirador vai desembolsar R$479.525,27 (quatrocentos e setenta e nove mil e quinhentos e vinte e cinco reais e vinte e sete centavos). O objeto são os serviços de Reforma da Praça Geraldo de Sá, na sede do município.

A empresa beneficiada é a Construtora M S Ltda-ME. O contrato suspeito é uma obra que tem a frente a Secretaria de Administração Geral e Finanças, assinada pelo Secretário Jolberth Barbosa Lima.

De acordo informações recebidas pelo nosso blog, o prefeito está aproveitando a aproximação das eleições para fortalecer seus interesses políticos. O denunciante acusa o prefeito Roni Pereira de ter abandonado a gestão durante quatro anos e somente agora resolver realizar a obra que deveria ter sido realizada há muitos anos.

Em uma outra parte importante da denúncia, o denunciante acusa a obra de ser superfaturada e exige uma investigação bem apurada do Ministério Público.

Veja o contrato:

PREFEITURA MUNICIPAL DE MIRADOR – MA CONTRATO NR. 097//2020 EXTRATO.PROCESSO Nº 00.00.001/2 020 – TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2020 – CONTRATO NR. 193/2020 – PARTES: Município de Mirador (MA), através da Secretaria de Administração Geral e Finanças pessoa jurídica de direito público interno, inscrito no CNPJ sob o n.º06.140.818/0001-96 e a empresa CONSTRUTORA M S LTDA-ME, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ (MF) sob o nº08.808.191/0001-24– ESPÉCIE: Contrato de Prestação de Serviços de Engenharia– OBJETO: Serviços de Reforma da Praça Geraldo de Sá, sede do Município de Mirador(MA). BASE LEGAL: Lei Federal nº. 8.666/93 e alterações posteriores, DECRETO FEDERAL nº9.412 de 18/06/2018. – PRAZO: seis meses.

VALOR GLOBAL: R$479.525,27 (quatrocentos e setenta e nove mil e quinhentos e vinte e cinco reais e vinte e sete centavos); ASSINATURA DO CONTRATO: 05/03/2020 – RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS: 15.41.0210.1014.0000 Constr. Ampliação e Recup de Praças, Avenidas e Canteiros – 4.0.00.00.00 – DESPESAS DE CAPITAL. 4.4.00.00.00 – Investimentos; 4.4.90.51.00 – Obras e instalações; SIGNATÁRIO JOLBERTH BARBOSA LIMA, RG nº 00000631055393-4 SSPMA e CPF (MF) sob nº 621.041.873- 20– Secretário Municipal de Administração, pela CONTRATANTE, o Sr ANTONIO MAURISON DA SILVA DOS SANTOS, RG nº 7642693-9 SESPMA, e CPF nº 714.652.193-15, Proprietário, pela CONTRATADA. Mirador (MA), 05 de Março de 2020.