MP investiga contrato milionário envolvendo Enciza Engenharia e Secretaria de Infraestrutura

 

O Ministério Público do Maranhão(MPMA),pediu abertura de investigação civil para apurar irregularidades no contrato orçado em R$ 9.291.176,54 milhões; celebrado entre a empresa Enciza Engenharia Civil LTDA e a Secretaria de Estado da Infraestrutura(SINFRA).

Segundo documento formulado pelo promotor de Justiça Márcio Antônio Alves de Oliveira, Titular da Comarca de Olinda Nova do Maranhão,o contrato  visava a execução dos serviços de manutenção e melhoramento da rodovia MA-014, com extensão de 151 Km – trecho Vitória do Mearim / Três Marias, onde era obrigação da contratada garantir a realização dos serviços.

Durante auditoria feita pelo Ministério Público, foi constatado que a MA-014 apresenta graves problemas na malha asfáltica em longos pontos já inexistentes ,onde em determinado ponto só existe barro, dificultando o acesso à região da Baixada Maranhense.

Vale lembrar, que a Empresa Enciza Engenharia Civil,de propriedade de José Lauro de Castro Moura, já se envolveu em  vários escândalos ,incluindo o  nacionalmente como “Estadas Fantasmas”.À época ,o governo de José Reinaldo Tavares teria liberado recursos do Tesouro Estadual de R$ 8,4 milhões em obras contratadas.

Nas apurações daquela época,o Ministério Público Estadual  confirmou que foram cerca de R$ 5 milhões desviados em obras inexistentes promovidas com a assinatura do secretário demissionário João Cândido Dominici.

Diante dos fatos narrados,é possível observar  a facilidade da empresa de José Lauro de Castro Moura de   se envolver em  escândalos,principalmente quando se fala de contratos cujo recursos são públicos.

OUTRO LADO

A nossa redação  tentou  contato com o secretário  de Estado da Infraestrutura,Clayton Noleto e o empresário José Lauro de Castro Moura,mas até o fechamento da matéria não se pronunciaram.

 

Gabriela Tavernard instaura inquérito para investigar compra de mais de R$ 1 milhão em fraldas descartáveis em Paço

Prefeito Domingos Dutra

A Doutora Gabriela Brandão da Costa Tavernard, titular da 1ª Promotoria de Justiça de Paço do Lumiar, recebeu denuncias de possíveis irregularidade na contratação das empresas Distrimed Comércio e Representações Ltda, Dimensão Distribuidora de Medicamentos Ltda e Lenda Comércio de Medicamentos Ltda pelo Município de Paço do Lumiar para o fornecimento de fraldas descartáveis.

De acordo com denúncias, Domingos Dutra teria pago R$ 1.073.400,00 (um milhão setenta e três reais e quatrocentos reais) no ano de 2017, com aquisição de fraudas descartáveis.

A promotora resolveu instaurar inquérito civil para apuração dos fatos, promovendo
diligências, para posterior propositura de ação judicial.

 

PF deflagra operação Grande Família para combater fraudes previdenciárias no Piauí e Maranhão

 

material apreendido durante a operação” Grande Família”   foto: Polícia Federal

A  Polícia Federal deflagrou nesta quarta- feira (15) a Operação “GRANDE FAMÍLIA”,visando desarticular grupo criminoso especializado no recebimento de benefícios previdenciários de segurados falecidos.

Segundo informações,cerca de 125 agentes federais dos Estados do Piauí, Ceará, Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco deram cumprimento a 31 mandados de busca e apreensão e 21 mandados de prisão preventiva. Os mandados expedidos pela 3ª Vara da Seção Judiciária Federal em Teresina,estão sendo cumpridos nos estados do Piauí e Maranhão.

De acordo a Polícia Federal,as investigações tiveram início em 2018, a partir de relatórios produzidos pela Coordenação Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT) da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia – órgão integrante da Força tarefa Previdenciária – que apontaram irregularidades em transferências de benefícios previdenciários do Maranhão para o Piauí.

ainda de acordo a Polícia Federal,a quadrilha era formada por estelionatários e servidores públicos, falsificava documentos em nome dos beneficiários falecidos, abria contas bancárias e, posteriormente, servidores do INSS integrantes da quadrilha transferiam os benefícios do Estado do Maranhão para Teresina.

Cerca de 640 benefícios previdenciários fraudados foram identificados no curso da investigação. A Justiça Federal determinou a imediata suspensão destes benefícios, medida que evitará um prejuízo futuro estimado em R$ 80 milhões. Também determinou a apreensão de veículos, o bloqueio das contas bancárias dos presos e a suspensão do exercício da função pública para os servidores do INSS.

Os investigados deverão responder os artigos 288,171,299,304,317 e 333 do Código Penal Brasileiro pelos crimes de associação criminosa estelionato qualificado , falsidade ideológica, uso de documento falso, corrupção passiva e corrupção ativa.

Vice-presidente da Câmara de São João do Caru fez transferência para empresa sem fazer licitação

Natanael Silva e Silva

O Blog do Werbeth Saraiva teve acesso a informações que comprovam que o Vice-Presidente da Câmara de Vereadores de São João do Caru/MA, Vereador Natanael Silva e Silva, fez várias transferências indevidas no período em que esteve à frente da chefia do Poder Legislativo Municipal, o que lhe trará sério problemas com a justiça.

Uma dessas transferências foi no valor de R$ 9.459,70 (nove mil, quatrocentos e cinquenta e nove reais e setenta centavos) realizada para a empresa F O Moreira, datada do dia 19/07/2018, data em que o Prefeito Xixico retornou ao cargo e consequentemente o Presidente da Câmara Vereador Ideilson Pereira reassumiu seu posto.

Segundo apurou o Blog, essa transferência não poderia ter sido realizada, porque o contrato que a empresa F O Moreira possuía com a Câmara já havia sido executado e ainda assim, esse valor extrapola o limite previsto para dispensa de licitação, o que torna mais grave as condutas do Vice-Presidente.

Como se sabe fazer utilização de recursos públicos sem licitação e crime e ato de improbidade e, certamente tais fatos ao serem levados ao conhecimento do Ministério Público desencadeará uma severa investigação contra o Vereador Natanael Silva e Silva.

Nas próximas postagens o Blog irá revelar as outras ilegalidades cometidas pelo Vereador Naelque vão deixar a população de São João do Caru de “cabelo em pé” com as peripécias do jovem parlamentar.

 

licitação exagerada de caixões pode botar PF na cola do prefeito Batista

Prefeito Batista

O contrato firmado entre a gestão do prefeito de Boa Vista do Gurupi, e uma funerária do município, pode virar uma verdadeira “pedra no sapato” do gestor.

O contrato que tem vigência de nove meses e vai custar quase duzentos mil reais, aos cofres do município, será denunciado no Ministério Público Federal e na Policia Federal.

 “Se a gestão do prefeito Batista, já é desastrosa, imagine com a PF, em sua cola”.

Notinhas da Manhã

BOMBA! GAECO amanhece na casa de Domingos Dutra

O GAECO – Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado amanheceu na porta de uma das casas do prefeito Domingos Dutra, localizada no Maiobão. Dutra é alvo de várias ações que apuram indícios de irregularidades em sua gestão, algumas delas envolvendo a primeira-dama, Núbia Dutra.

Ainda não se sabe se o prefeito e a primeira-dama foram presos, ou se o objeto das buscas é apenas documentos e computadores.

A operação ainda está em andamento, e logo mais, teremos novas informações.

Empresa de São Luís pode ter fornecido notas “frias” para prefeitura de Paulo Ramos

O município de Paulo Ramos, administrado pelo prefeito Deusimar Serra Silva, contratou a empresa Construtora Diplomata LTDA, para executar os primeiros serviços de reforma da praça do município. A empresa foi contratada por carta convite.

Ocorre, porém, que de acordo com denuncias enviadas ao blog, a empresa não executou os serviços de reforma e o que é pior, recebeu dos cofres públicos de Paulo Ramos, quase cem mil reais. Fotos enviados ao blog, provam que nem se quer, os serviços de pintura, foi executado pela empresa, muito menos reforma.

O Ministério Público, deve desbaratar um verdadeiro esquema de venda de notas “frias” entre a empresa e o prefeito Deusimar Serra. A construtora que funciona na sala de um prédio no bairro renascença, em São Luís, e pertence á Roberto Tavares da silva, tem muito o que explicar ao Ministério Público e aos demais órgãos fiscalizadores.

Ainda de acordo com documentos obtidos pelo blog, á pratica imoral de compra de notas “frias” vem acontecendo corriqueiramente no município de Paulo Ramos, e o que é pior, nas “barbas” do Ministério Público.

Veja o contrato;

Não existe “sinais” de reforma na praça central de Paulo Ramos 

 Em tempo…

O blog do Werbeth Saraiva, inicia uma série de reportagens denunciando os desmandos e as imoralidades administrativas que estão ocorrendo em Paulo Ramos, que pode botar ordenadores de despesa do município e empresários, próximo da cadeia. Aguardem.

GAECO Prende políticos e empresários no interior do Maranhão; ex-prefeito de Itapecuru está entre os presos

Uma operação desenvolvida pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado prendeu vários políticos e empresários na manhã desta segunda-feira (29), na cidade de Itapecuru-Mirim. As primeiras informações dão conta que o ex-prefeito Magno está entre os presos. A ação vem sendo desenvolvida, após uma investigação que constatou fraudes na licitação do carnaval de 2016.

A confirmação da operação no interior do estado já foi confirmada pelo Ministério Público, que divulgará em instantes o resultado final da ação do Gaeco.

Aguarde mais informações…

Do Blog do Diego Emir

Máfia dos caixões pode botar mais uma prefeita do Maranhão na cadeia

Máfia dos caixões

O Ministério Público do Maranhão abriu um (PIC) procedimento investigatório criminal, para investigar aquisição de urnas funerárias por uma das prefeituras da mesorregião norte do Maranhão.

De acordo com levantamento realizado pelo blog, as fraudes nas compras de caixões foi detectada ainda no ano de 2017 pelo Ministério Público.

Vale ressaltar que na investigação também realizada pelo MP, denominada “máfia dos caixões” botou a ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, em uma das celas da Policia Federal. O assunto é parecido e deve tomar os mesmos rumos. Aguardem

A noticia completa, você acompanha nesta semana no blog.

Empresário acumula R$ 1,7 milhão em contratos na prefeitura de Guimarães

Empresário Paulo Henrique e prefeito de Guimarães, Osvaldo Gomes

O município de Guimarães, administrado pelo prefeito Osvaldo Gomes, virou uma verdadeira mina de dinheiro para o empresário Paulo Henrique Ferreira Costa, proprietário da empresa “MP empreendimentos” empresa detentora de contratos em varias prefeituras administradas por “amigos” de Paulo.

De acordo com levantamento realizado pelo blog do Werbeth Saraiva no portal do TCE-MA, a empresa de Paulo Henrique, já faturou de 2018 até os dias atuais, mais de R$ 1,7 milhões apenas do município de Guimarães, e na maior parte dos contratos o recurso é federal oriundo do FUNDEB.

MP EMPREENDIMENTOS LTDA, tem sede em São Luís, e tem como sócios Ladyane Tavares da silva e Paulo Henrique Ferreira costa.

O blog vai mostrar nos próximos dias os resultados das “obras” vencidas pela “MP empreendimentos”, além de detalhar que o empresário é campeão de contratos em prefeituras de “amigos.”

É interessante que o Ministério Público investigue todos os contratos do município de Guimarães, além do andamento de obras vencidas por empresas que vivem no sub mundo das sublocações.