Palmeirândia: Cozinha de escola municipal tem teto forrado com palhas

Moradores do povoado Bacabal, no município de Palmeirândia, denunciam a falta de assistência da prefeitura em relação a Unidade Escolar de Educação Básica Urbano Pinheiro.

De acordo com informações, os alunos da escola estão expostos em um ambiente totalmente sem infraestrutura e aparelhamento necessário para amplo desenvolvimento escolar.

Cadeiras quebradas, banheiros inutilizáveis, cozinha com a teto de palha, são exemplos de alguns problemas enfrentados por eles.

O prefeito Jorge Garcia já foi informado diversas vezes sobre as condição precárias da escola, mas até o momento não deu nenhuma resposta à comunidade e nem compareceu para vistoria no local para realizar as medidas necessárias.

São Luís Gonzaga: filha e genro do prefeito usam e abusam de veículo oficial do município

Imagens registradas por uma moradora do município de São Luís Gonzaga do Maranhão, flagraram o momento em que a filha e o genro do prefeito Dr. Júnior saíam no domingo (02), em um veículo oficial da prefeitura para uso de fins pessoais.

De acordo com a denúncia, o veículo se desloca constantemente para levá-los aos bares e restaurantes do município.

Indignada, a moradora relatou que vai entrar com uma representação ao Ministério Público contra a gestão do prefeito por uso indevido do veículo oficial para uso particulares.

O Ministério Público de São Luís Gonzaga do Maranhão precisa urgentemente se posicionar a respeito do ato que carateriza improbidade administrativa e dá uma resposta eficiente aos moradores da cidade.

Acompanhe trechos da decisão que autoriza a quebra do sigilo bancário do juiz, Dr. Sidarta Gautama

Após investigação, a Corregedoria do Tribunal de Justiça determinou a quebra do sigilo bancário do Juiz de Direito da 1° Vara Cível da comarca de Caxias, Dr. Sidarta Gautama Farias Maranhão.

O juiz é acusado de práticas ilegais como agiotagem, ameaças e lavagem de dinheiro.

Além disso, também é investigado por atuar em uma empresa da área de construção civil e de acordo com a lei, é vedado o exercício de atividade empresarial por magistrado.

A suposta empresa que seria propriedade de Sidarta seria a El-Berite Construções Incorporações & Empreendimento Ltda, atuante no período de 1998 a 2018. O Tribunal de Justiça/MA determinou que seja encaminhado pela Receita Federal informações sobre declaração do Imposto de Renda de pessoa física ou jurídica do investigado na época de atuação da empresa, no prazo de 10 dias.

BOMBA BOMBA! Justiça determina quebra do sigilo bancário do Juíz Sidarta Gautama

A Corregedoria do Tribunal de Justiça determinou a quebra do sigilo bancário do Juiz de Direito da 1° Vara Cível da comarca de Caxias, Dr. Sidarta Gautama Farias Maranhão, após investigação sobre sua participação em uma organização criminosa que atua no Estado.

O juiz é acusado de práticas ilegais como agiotagem, ameaças e lavagem de dinheiro. Além disso, também é investigado por atuar em uma empresa da área de construção civil, e de acordo com lei, é vedado o exercício de atividade empresarial por magistrado.

A denúncia chegou até a Corregedoria através do pastor evangélico, Charles da Silva Viegas, que durante seu depoimento declarou que conseguiu junto ao juiz diversos empréstimos e que a quantia se tornou exorbitante, a ponto dele não conseguir quitar a dívida. O pastor acrescentou que chegou a ser ameaçado de morte, caso o empréstimo não fosse reembolsado.

A suposta empresa que seria propriedade de Sidarta seria a El-Berite Construções Incorporações & Empreendimento Ltda, atuante no período de 1998 a 2018.

O Tribunal de Justiça/MA determinou que seja encaminhado pela Receita Federal informações sobre declaração do Imposto de Renda de pessoa física ou jurídica do investigado na época de atuação da empresa, no prazo de 10 dias.

Palmeirândia: Enquanto a cidade sofre com a falta de infraestrutura, o prefeito adquire máquinas para uso particular

Enquanto a cidade de Palmeirândia vive sob total descaso, o prefeito Jorge Garcia continua aumentando seu patrimônio. De acordo com denúncias, o prefeito adquiriu recentemente máquinas para uso particular. Enquanto isso, as ruas da cidade encontram-se em péssimas condições.

As máquinas compradas pelo prefeito foram vistas em frente a sua residência em São Luís, no bairro Cohatrac. Ainda de acordo com a denúncia, o prefeito comprou as máquinas da empresa CCG, que constantemente vence licitações no município.

O prefeito Jorge Garcia também possui três caçambas, uma máquina de rolo e um carro-pipa. Entretanto, a população de Palmeirândia sofre com a carência de infraestrutura. O prefeito precisa explicar com que dinheiro está adquirindo esses bens e para onde estão indo os recursos da prefeitura, que deveriam ser aplicados em melhorias para a cidade.

Prefeito de Olho d’Água das Cunhãs é afastado do cargo

Com base na decisão da 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça – STJ, o desembargador José Luiz Oliveira de Almeida determinou que seja imediato o afastamento do prefeito do município de Olho D’água das Cunhãs, Rodrigo Araújo de Oliveira.

O prefeito é acusado de firmar contrato com a empresa Moraes Consultoria Ltda (PARCELE) para prestação de serviços ao município pelo valor de R$ 222.600,00 (duzentos e vinte e dois mil e seiscentos reais). O contrato está cercado de irregularidades e fraudes, além disso, o recurso foi aplicado de forma indevida.

No processo, também, foi mencionado o nome do relator da Comissão Permanente de Licitação, Cícero Alves Lima, entretanto sua participação nas ilegalidades cometidas foi negada.

No levantamento feito no Sistema Jurisconsult, o nome do prefeito aparece outras cinco vezes relacionado à ações cíveis por improbidade administrativa, todas em trâmite na comarca de Olho d”Água das Cunhãs/MA.

Esta é a segunda vez em que o prefeito é afastado do cargo. Em 2018, ele foi deposto após denúncia sobre o contrato irregular com a empresa Esmeralda Locações, Construções e Serviços, no valor mensal de R$ 128 mil em 2013. O contrato sofreu aditivo exorbitante em 2014, com o acréscimo de R$ 320 mil. Oliveira continua sendo investigado por outras práticas ilegais.

 

LOUCURA! Vice-prefeito de Newton Bello teria pedido R$ 500 mil para não romper com o prefeito


O  vice-prefeito da cidade de Gov. Newton Bello, Nego da União, teria pedido a quantia de R$ 500.000 (quinhentos mil Reais) para permanecer no grupo político do prefeito.

A notícia ganhou as ruas da cidade e é comentário nas redes sociais devido a quantia astronômica pedida pelo vice-prefeito em troca de apoio político.

O que fica evidente é que o Nego da União só pensa mesmo em dinheiro, em se dar bem as custas dos outros.

O caso deve parar na polícia.

Envolvida em escândalo de falsidade ideológica e estelionato, Professora Regina pretende ser prefeita de Bacuri

Envolvida em escândalos fraudulentos como irregularidades eleitorais e falsidade ideológica, a professora Regina pretende ser prefeita de Bacuri.

Regina já foi denunciada ao Ministério Público em janeiro do ano passado, pelos crimes de Falsidade Ideológica, fraude previdenciário, fraude processual, peculado, estelionato, fraude contra o sistema financeiro, improbidade administrativa, formação de quadrilha e crime eleitoral.

Nas denúncias, feitas pelo pescador, Francisco Elias foi destacado que Regina também cobrava valores indevidos para dar agilidade na fraude no cadastramento do seguro-defeso no município.

Com um currículo cheio de investigações e danos ao município, Regina chega para confundir a cabeça do eleitor de Bacuri, mas o que a população precisa é ficar de olho e se livrar de situações que podem ser prejudiciais.

Prefeito de Lago dos Rodrigues contrata empresa por quase R$ 1,5 milhão, por dois meses

O prefeito de Lago dos Rodrigues, Edijacir Leite, contratou a empresa Center Med. Distribuidora EIRELI EPP por quase 1 milhão e meio de reais, para fornecimento de medicamentos.

O problema é que o contrato tem a validade de somente 2 meses. A empresa contratada fica localizada no município de Bacabal e tem como proprietário o empresário Ronni Roberte Mamede Bezerra e vai faturar a bagatela de R$ 1.294.289,10.

Ao que parece, Edijacir não está poupando o dinheiro público com contratos duvidosos e a população não sabe para onde está indo esses medicamentos.

Contrato:

A empresa contratada foi a CENTER MED. DISTRIBUIDORA EIRELI EPP, localizada na Rua Frederico Leda, Letra QD B, n° 1197A, Bairro Jardim Valéria, Bacabal-MA, pela a bagatela de R$ 1.294.289,10, o contrato teve vigência de dois meses. A empresa tem como titular o senhor RONNI ROBERTE MAMEDE BEZERRA e seu representante legal, Valmir de Matos. A empresa tem como capital social de R$ 1.300.000,00 (Hum milhão, trezentos mil reais).

MPF diz que Duarte Jr usou concurso do PROCON para se eleger em 2018

Que Duarte Jr usou o PROCON-MA para se eleger como deputado estadual, já não é mais novidade. Nas eleições daquele ano, Duarte usou e abusou das publicidades institucionais do PROCON, que na época já era presidida por sua namorada Karen Barros.

Na ocasião, a Assessoria do Ministério Público Federal encontrou 99 fotografias e vídeos do deputado na página do PROCON-MA, o que de fato influenciou diretamente na sua candidatura para deputado estadual.

Durante sua permanência no PROCON, Duarte Jr sempre usou a sua imagem como estratégias em benefício próprio. Fato constatado, por exemplo, na divulgação do concurso do PROCON no dia 29 de janeiro de 2018.

Na fotografia o deputado aparece desnecessariamente simulando a assinatura de um contrato. O que o Procurador da República Pedro Henrique Castelo Branco questiona é qual o sentido informativo ou educativo que a imagem de Hildélis JR contribui para os interessados em realizar o concurso público além da sua autopromoção.