BOMBA! Médicos do Maranhão estão até com 4 meses de salários atrasados


O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), não faz jus ao que se auto-intitula como o bom pagador dos funcionários públicos do estado.

Um exemplo disso são os médicos, que atuam salvando diariamente vidas nas redes hospitalares, inclusive, no combate ao coronavírus.

Em meio à pandemia, os profissionais da saúde, que são verdadeiros heróis, trabalham com seus vencimentos atrasados há quase quatro meses.

Mesmo com essa desvalorização, tem que a exercer suas funções em meio à crise epidêmica que faz o Maranhão registrar 14 casos confirmados de pessoas infectadas.

VÍDEO! Vereador aparentemente drogado agride populares em Carolina MA


Idean Maranhão Cardoso conhecido no município de Carolina MA por “Maranhão”. É vereador eleito do município pelo Solidariedade.

Maranhão muito possuído de álcool e drogas virou um verdadeiro “lampião” na cidade, causou medo na Polícia Militar e também na população.

Quem o vereador via pela frente virou vítima de agressões verbais e físicas. O vereador continua em liberdade mesmo após as cenas e crimes lamentáveis protagonizados por ele.

Se tiver coerência a Câmara de Carolina deve afastar o vereador por quebra de decoro.

Idean Maranhão é aliado de primeira hora do enrolado Dr Erivelton, prefeito de Carolina.

Veja um dos vídeos:

Matança de indígenas contínua ocorrendo no Maranhão

Indígenas da reserva Canabrava bloquearam a BR-226 na tarde de hoje (7),entre os municípios de Barra do Corda e Grajaú.

Segundo as primeiras informações, a medida foi tomada após um tiroteio na região.

Homens em um Celta branco teriam passado na rodovia atirando contra os índios, matando dois e deixando outros quatro feridos.

Força Nacional pode atuar em aldeia onde dois índios foram mortos

Ao comentar o caso do assassinato de dois indígenas no Maranhão – ocorrido às margens da BR-226, entre Grajaú e Barra do Corda, o ministro da Justiça, Sergio Moro, citou a possibilidade de envio da Força Nacional ao Estado.

Moro disse que a Funai já foi até a aldeia, que a PF enviou uma equipe à aldeia onde foi registrada a ocorrência e anunciou que “avalia a viabilidade” de se acionarem homens da FN.

“A Polícia Federal já enviou uma equipe ao local e irá investigar o crime e a sua motivação. Vamos avaliar a viabilidade do envio de equipe da Força Nacional à região. Nossa solidariedade às vítimas e aos seus familiares.

URGENTE! Dino manda para AL votar reforma da Previdência do MA que aumenta contribuição dos servidores

Chegou na Assembleia Legislativa do Maranhão nesta terça-feira (19), a mensagem governamental nº 104 / 2019 em que trata da Reforma da Previdência estadual.
A carta Politica

Chegou na Assembleia Legislativa do Maranhão nesta terça-feira (19), a mensagem governamental nº 104 / 2019 em que trata da Reforma da Previdência estadual. Foi apresentado o Projeto de Lei Complementar que dispõe sobre o cumprimento, no Estado do Maranhão, do disposto na Emenda Constitucional nº 103, de 12 de novembro de 2019, à Constituição.

Segundo a proposta, a maioria dos funcionários públicos estaduais – que recebe entre R$ 2.000,01 e R$ 3.000,00 e atualmente paga alíquota de 11% -, passará a pagar 12%.

O projeto também aumenta a contribuição do Estado, mas reduz a alíquota de quem ganha até um salário mínimo, de 11% para 7,5%.

A estratégia do Governo era aprovar hoje, mas a votação deve ser adiada. Em breve mais informações.

A estranha relação dos políticos com boa parte dos “togados” do Maranhão

Vivemos um período de franco predomínio do Judiciário no jogo político. É dos juízes (e do Ministério Público) o protagonismo do debate e da decisão pública no cenário de crise.

A proximidade entre o judiciário Maranhense e os políticos daqui é algo de se estranhar.

É obvio que á harmonia entre os poderes é um dos fatores primordiais para o desenvolvimento de qualquer estado, mais é possível alertar que tudo que é demasiado acaba pegando mal.

O que vem acontecendo no Maranhão é uma mistura bem imoral dos políticos com boa parte do judiciário. Os políticos de poder não devem interferir na politica do judiciário e nem tão pouco o contrário. Não é o que se vislumbra aqui.

É difícil acreditar que o relator de um processo receba uma medalha de honra cujo autor da honraria é réu e depende daquele entendimento para ser inocentado ou culpado, no Maranhão é corriqueiro acontecer.

Mais difícil ainda é os políticos fazerem suas campanhas sabendo que tem como concorrente o filho do presidente do egrégio estadual.

É importante saber que o judiciário não pode sentar na cadeira do político e o politico não pode sentar na cadeira do judiciário.

Precisamos debater mais sobre qualquer ativismo togado!

Prefeitura de Rosário lança concurso com mais de 300 vagas. Baixe o edital

A Prefeitura de Rosário abriu um concurso público com 308 vagas para o cargo de professor da Secretaria Municipal da Educação.

Veja o edital completo

Ao todo, foram disponibilizadas vagas para professores da Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ciências, Educação Física, Filosofia, Geografia, História, Matemática, Português e Educação Especial.

As inscrições custam R$100 e terão início no dia 23 de outubro. As provas serão realizadas no dia 24 de novembro.

Outubro é mês da PF nas ruas

Outubro começa na terça-feira e logo logo uma nova fase da Lava-Jato vai agitar o Rio de Janeiro. Mais dessa vez os alvos de prisão serão da esfera federal.

A informação foi divulgada pelo colunista Lauro Jardim e confirmada pelo WS.

No Maranhão…

Um esquema de fraude no censo escolar em diversos municípios do Maranhão está sendo investigado pela PF e no mês de outubro também pode ter desdobramentos.

Ônibus de Jonas Esticado se envolve em acidente na BR-226

O ônibus do cantor Jonas Esticado se envolveu em um acidente  na BR-226, na região de Tuntum . O caso aconteceu na madrugada desta sexta-feira (9), onde três pessoas ficaram feridas.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o ônibus bateu na traseira de um caminhão e acabou saindo da pista.

 Nas redes sociais, o  cantor informou que ninguém ficou ferido e todos passam bem.

Maranhão tem 7 vezes menos policiais civis que o número recomendado pela ONU

Segundo o Sinpol, faltam viaturas em São Luís — Foto: Reprodução/TV Mirante

O número de policiais civis no Maranhão é sete vezes menor que o recomendado pela Organização das Nações Unidas (ONU).

O efetivo total do Maranhão com 7.035.055 habitantes é de 2.135 policiais ativos, o que equivale a um policial para cada 3.295 habitantes. Bem acima do que a ONU recomenda que é de um policial para 450 habitantes.

Segundo o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Maranhão (Sinpol-MA), Elthon Neves, o crescimento da população no estado não é equivalente ao número de policiais em serviço no Maranhão.

“Antigamente nós tínhamos plantões que chegavam a ter dez policiais. Hoje nós temos no máximo quatro e as vezes até menos que isso. Ou seja, aumentou-se a população, cresceu-se exponencialmente a criminalidade e numa ilógica absurda diminui-se o efetivo dos plantões”, revelou o presidente do Sinpol.

Além dos dados apresentados pela Confederação Brasileira dos Trabalhadores Policiais Civis, há números apresentados recentemente pelo Sinpol. Os números tratam da aposentadoria de aproximadamente 300 policiais civis nos próximos meses.

Elthon Neves ressalta que a ausência de concursos também dificulta o aumento de policiais. “Sem uma perspectiva de concurso que realmente possa sanar esta problemática da falta de efetivo que não atinja apenas os plantões mais todas as delegacias da capital, todas, sem exceção, faltam policiais”.

O presidente do Sinpol disse que dos cinco plantões centrais visitados pelo sindicato apenas um possuía uma viatura funcionando. “Dos cinco plantões centrais visitados apenas um único plantão, que era o da Vila Embratel, tinha a viatura funcionando. Os outros quatro todas as viaturas se encontravam paradas sem funcionamento, o que é um absurdo”, finalizou Elthon Neves.

Do G1

Polícia Civil deflagra operação em combate ao tráfico de drogas no Maranhão e na Paraíba

Material apreendido durante operação Camboa Foto: Polícia Civil

Uma  operação  deflagrada pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), com  apoio da Superintendência da Capital (SPCC), do Interior (SPCI), de Combate ao Narcotráfico (SENARC), nesta sexta-feira(19),  resultou no cumprimento de 30 mandados judiciais.

A “Operação Camboa” realizada simultaneamente no  Maranhão em conjunto com agentes do Centro de Inteligência da Polícia Civil da Paraíba e da Delegacia Especializada em Crimes contra o Patrimônio em Campina Grande, visava o combate de drogas nos dois estados.

Dos mandados cumpridos, 22 foram de busca e apreensão, quatro de prisão preventiva e quatro autos de prisão em flagrante por tráfico ilícito de entorpecentes, posse ilegal de munição e uso de documentos falsos.

Cinco pessoas foram presas no Maranhão, dentre eles Guilherme Bruno Gomes Moraes, Paulo Ricardo Sá, Cristiane Pires, Luan Roger Ferreira da Silva e Kassio Breno Pinto Moreira. Victor Lucci da Silva, conhecido como ‘Vitão’, foi preso nesta sexta em Campina Grande na Paraíba. De acordo com a polícia, ele estava foragido desde setembro do ano passado e é apontado como líder de uma facção criminosa que atua na cidade paraibana.