Geral

Empresa diz que Saúde do governo aplicou calote de 63 milhões

Abaixo a íntegra do comunicado da empresa.

Sobre a suspensão dos contratos de administração do Hospital Carlos Macieira, do Hospital de Trauma e Ortopedia e do Hospital Macrorregional Dra. Ruth Noleto, feitas abritrariamente pela Secretaria de Estado de Saúde do Maranhão, o Instituto Gerir esclarece que:

A Secretária da Saúde mente e tenta tapar o sol com a peneira ao transferir suas responsabilidades. Os principais prejudicados por isso são, como sempre, os cidadãos maranhenses;
A Secretaria da Saúde descumpriu o contrato ao não pagar o Instituto Gerir. O calote é de R$ 63 milhões. Os valores são referentes às dívidas com o Instituto Gerir na administração dos 3 hospitais;
A Secretaria da Saúde foi notificada por diversas vezes para pagar essa dívida. Esses documentos seguem no anexo. Nunca pagou e, por fim, para fugir do pagamento, decidiu suspender o contrato;
O calote de R$ 63 milhões será cobrado judicialmente;
Toda a prestação de contas da administração dos hospitais era feita periodicamente. Jamais houve qualquer tipo de notificação oficial que demonstrasse o contrário. Jamais foi feita qualquer comunicação por parte da secretaria cobrando outro tipo de esclarecimento além dos previstos contratualmente e que eram prestados pelo Gerir;
O calote implicou também nos atrasos ao pagamento de prestadores de serviço e fornecedores dos hospitais administrados pelo Gerir;
A suspensão do contrato, portanto, se deu de maneira arbitrária com a única finalidade fugir do pagamento da dívida;
Como tem sido noticiado pela imprensa maranhense, em toda a saúde do Estado faltam remédios, leitos e servidores. Esse tipo de caso, infelizmente, tem se tornado cada vez mais constante – e nenhuma dessas denúncias partiu do Instituto Gerir;
O calote e a suspensão ilegal do contrato com o Gerir não são as únicas decisões abritrárias tomadas pelo atual secretário de Saúde, Carlos Lula. O mesmo secretário acaba de escolher outras Organizações Sociais para assumir a gestão dos hospitais sem licitação ou qualquer tipo de concorrência, como manda a lei.
Essas medidas, todas flagrantemente ilegais, estão sendo questionadas judicialmente;
Por fim, lamentamos que a gestão da Saúde do Maranhão ainda esteja sob responsabilidade de uma pessoa investigada pela Polícia Federal por suspeitas gravíssimas, como é de conhecimento público.

Juventude Socialista do PDT do Maranhão elege nova direção estadual

Nos dias 04 e 05 de maio, a Juventude Socialista do Partido Democrático Trabalhista (JSPDT) realizou seu Congresso Estadual Extraordinário, na sede do partido, em São Luís, que este ano trouxe como tema “Oportunidade para Todos”. O evento, que teve como objetivo deixar o movimento pronto para o ano eleitoral e renovar a direção estadual da JSPDT, contou com a participação de representantes de todos os municípios onde há representação da juventude do partido, que reuniu aproximadamente 250 jovens.

Os delegados presentes elegeram o novo diretório e executiva estadual para o mandato de 2018-2020. O vereador de Mirinzal e militante da juventude, Dennis Ribeiro foi eleito Presidente Estadual, por unanimidade. O militante de juventude e então secretário de Comunicação, Marcos Leite, foi eleito vice-presidente e a jovem Maryanna Santos, do municipio de Trizidela do Vale, como vice também, os companheiros Maria Freitas (Secretária Geral), Geldo Júnior (Tesouseiro), Denise Duarte (Secretária de Formação Política), Josué Mello (Núcleação de Base), Sthefany Neves (Movimento Estudantil), Nadja Alves (Gênero, Diversidade e Raça), Alex Rocha (Mobilização), Sara Raquel (Eventos) e Ruslana de Carvalho (Comunicação).

Antes de ser vereador, Dennis Ribeiro, de apenas 26 anos de idade, militou no movimento estudantil na Central Estudantil de São Luís (CES), em conselhos e fóruns estaduais de juventude e foi vice-presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), representando o Maranhão e o Piauí.

O deputado Weverton, presidente estadual do PDT, participou, na sexta-feira (4), no Grand São Luis Hotel, da abertura do Congresso Estadual da Juventude Socialista e classificou a JSPDT como uma juventude atuante, altiva, participativa e protagonista, que vem ocupando os espaços nos grêmios estudantis, nas associações, nos sindicatos e nas universidades para debater política. Ele lembrou sua trajetória desde que iniciou sua militância no partido, quando este ainda estava sob o comando de nomes lendários, como os saudosos Jackson Lago e Neiva Moreira. “Desde os 14 anos fiz parte do movimento da juventude e isto foi a minha base política para que hoje eu acredite nesta luta e, tenha uma bandeira real e concreta para defender o meu estado dentro do Congresso Nacional”, disse Weverton. E parabenizou a todos do movimento por saberem o que querem e ocuparem seus espaços no partido, discutindo a política e por lutarem por um projeto para seus municípios, para o Maranhão e para o Brasil.

O Presidente municipal do PDT, o vereador Raimundo Penha avaliou a Juventude Socialista como um dos braços mais importantes do partido, sendo um dos instrumentos pela qual se dá a renovação política. “Estamos muito felizes por sediar este congresso. Sobretudo aos jovens que estão longe da política, digo que para você mudar alguma coisa no cenário político é preciso debater e aqui no PDT os jovens têm vez e voz”, pontuou o vereador.

O presidente nacional da Juventude Socialista do PDT, William Rodrigues destacou o que o congresso é um momento de renovação e injeção de ânimo, para que a JS saia “com sangue nos olhos” para a luta de eleger Weverton como senador pelo Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) como governador e Ciro Gomes como presidente. “O maior cartão de visita que Weverton vai sempre levar por onde for e por toda a sua vida é o de ter sido dirigente nacional da nossa organização”, afirmou.

Idalete Rodrigues, que se despediu da presidência da JS estadual, falou do congresso como uma oportunidade para que a juventude e, sobretudo, as mulheres, ocupem os espaços de poder e se façam ouvir. Ela ressaltou, ainda, que o evento é importante para que a juventude do partido no estado possa, não só escolher o novo presidente da JS no Maranhão, mas, sobretudo, que possa avaliar os pré-candidatos aos legislativos estadual e federal e consolidar o nome de Weverton, oriundo da Juventude do PDT e da classe trabalhadora, como candidato ao Senado Federal.

O evento contou, ainda, com a participação de autoridades, como a secretária estadual da Juventude, Tatiana Pereira e representantes de outros movimentos do PDT e siglas partidárias.

Na administração Diva Silva, Centro Novo vive um dos piores momentos de sua história

O município de Centro Novo atualmente administrado pela prefeita Diva Silva, vive em sua gestão os piores dias da sua história, são inúmeros os reclames da população que já não tem mais a quem recorrer.

Saúde

A falta de remédio no único ponto de atendimento do município, além da falta de profissionais capacitados para atender com eficiência a população.

Bandalheira

Os professores  reclamam das condições de trabalho, o blog recebeu denúncias que até material didático falta, a merenda escolar que deve ser comprada com recursos federais, está escassa e com pouca qualidade nutricional,na assistência social os programas existentes no município não funcionam, de acordo com denúncia feita,uma moradora do município relata, “ eles fazem política nessa Secretaria, e essa realidade não é só nesse governo isso é antigo…” Falou indignada a senhora. Um dos maiores exemplos de descasos na gestão de Diva no município de Centro Novo são as fotos que ilustram esse pôster, essas estradas totalmente intrafegáveis são de uma estrada  que liga a sede de Centro Novo do Maranhão ao povoado Chega Tudo.

Contratos Milionários

 O que não falta em Centro Novo são verbas e processos licitatórios milionários, o blog já fez varias denúncias e o Ministério Público ainda não se pronunciou, são contratações e mais contratações milionárias, um verdadeiro “derrama” de dinheiro público, enquanto isso a população sofre, sem educação, saúde, infraestrutura e outros direitos básicos que estão sendo tirados do povo pela gestão. 

Comando Geral abre inquérito após monitorar polícias críticos a BPRv

O comando geral de polícia  militar do Maranhão abriu inquérito no dia 15 de fevereiro para apurar cometários de policiais militares feitos em um grupo de WhatsApp contra ações do governo, através da BPRv (Batalhão de Polícia Rodoviária)

O inquérito foi aberto após o comandante receber prints de Whattsap em total espionagem aqueles militares que não concordam, com a forma que é desenvolvido o trabalho ostensivo da BPRv.

No inquérito, o ex comandante coronel pereira,elenca várias conversas de militares que participam do grupo “Unidos Somos Fortes”. O intuito da abertura do inquérito é para penalizar os militares que,foram também espionados pelo comando geral.

Espionagem 

Não é a primeira vez que o comando da policia militar se utiliza da prática  de espionagem, na semana passada O estado do Maranhão publicou reportagem que mostra uma designação, através do memorando, para que fosse monitorado adversários políticos do governo Flávio  Dino.

 

Polícia Federal faz operação contra pornografia infantil no Maranhão

A Polícia Federal faz operação contra pornografia infantil na manhã desta quinta-feira (26) em sete estados. Há 10 mandados de prisão contra abusadores, que armazenavam material pornográfico de crianças e adolescentes, e 11 de busca e apreensão.

Os alvos da operação compartilhavam o material pela internet. Até as 7h, 5 mandados de prisão haviam sido cumpridos e seis pessoas foram presas em flagrante em São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás, Pernambuco, Maranhão e Acre.

Segundo a PF, ao menos 15 vítimas, de bebês a crianças de 11 anos, foram identificadas.

Essa é a segunda fase da Operação Underground, nome inspirado nas técnicas de investigação dentro e fora de todo um conjunto de sites e servidores de internet.

Após a primeira fase, foram feitas investigações na deepweb, que resultaram na identificação de 13 pessoas que integravam um grupo de produtores de material de exploração sexual infantil, que se comunicavam em ambiente cibernético, onde ocorria o comércio das imagens ilícitas.

Segundo apurado, “grande parte dos envolvidos efetivamente abusava sexualmente de crianças, registrando as imagens. Numa segunda etapa, reuniam-se em salas virtuais dedicadas à pedofilia, onde trocavam, vendiam ou simplesmente disponibilizavam os arquivos ilícitos. Algumas das vítimas já foram identificadas, quando ficou demonstrado que o agressor é, no mais das vezes, pessoa do convívio da família da vítima, ou mesmo parte dela”, diz a PF.

O crime de publicação de imagens de pornografia infantil prevê pena de 3 a 6 anos de prisão. Já o estupro de vulneráveis prevê de 8 a 15 anos de prisão.

Carro da PF é visto no aeroporto de São Luís…

Blog do Neto Ferreira

Uma viatura da Polícia Federal foi fotografada na tarde de segunda-feira (23), estacionada no Aeroporto Internacional Marechal Hugo da Cunha Machado. Segundo informações, a viatura estaria aguardando agentes federais que desembarcariam em São Luís.

A reportagem procurou assessoria da PF para esclarecer, mas não obteve exito.

Comenta-se nos bastidores que já teria uma representação com medidas cauteladas no Tribunal Regional Federal da 1ª Região contra um influente auxiliar do governo Flávio Dino, cuja materialidade de provas inseridas no pedido é comprobatória.

No Maranhão “ato de apoio” para secretário investigado pela Policia Federal se transforma em comício.

No Maranhão o governo Flávio Dino perdeu de vez as “estribeiras” depois do escândalo que foi as operações em que foram constatados milhões de desvios da saúde no governo Dino,o secretário  de saúde,Carlos Lula que é investigado pela policia federal e apontado como um dos principais beneficiados no esquema, resolveu desafiar a Polícia  Federal e o Ministério Público Federal em um “um ato em solidariedade ao secretário” onde mais parecia um comício,e o principal adversário: a policia federal, que várias vezes foi afrontada por Lula que repetia “Não tenho medo” desafiando a PF, agora o mais incrível disso tudo é que Lula diz não ter medo, mais o mesmo já entrou com dois pedidos de HC (Habeas corpus) para trancar as investigações da PF e ambos negados, como diz o ditado: “quem não deve, não teme.”

Além de secretários de estado e FUNCIONÁRIOS DA SES , diversas lideranças políticas e o governador Flávio Dino estiveram presentes.

O maranhão é o estado onde um secretário  é investigado pela Polícia  Federal e o governador ao invés de exonerar o “ACOBERTA.”

BOMPREV de Bom Jardim é o primeiro RPPS do Maranhão a aderir ao Pró-Gestão

O Instituto Municipal de Previdência Social dos Servidores de Bom Jardim (BOMPREV) é o primeiro Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) do Maranhão a aderir ao Programa Pró-Gestão RPPS. A confirmação da primeira adesão estadual ao programa foi feita pelo superintendente do BOMPREV Francisco Almeida.

O Pró-Gestão RPPS é um programa de certificação institucional e modernização da gestão dos regimes próprios de previdência social da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.

Foi criado pelo Ministério da Previdência Social, atualmente Secretaria de Previdência – SPREV do Ministério da Fazenda, por força da Lei nº 13.341/2016, que tem o fundamento de atribuir e exercer a orientação, supervisão, acompanhamento dos RPPSs, estabelecer e publicar parâmetros, diretrizes gerais para sua organização e funcionamento nos termos do art. 9º, I e II da Lei nº 9.717/1998.

O programa objetiva auxiliar os entes federativos na melhoria da gestão dos RPPS, por meio do aprimoramento do controle dos ativos e passivos previdenciários e dar uma maior transparência no relacionamento destes com os segurados e a sociedade.

Vice governador do Maranhão Carlos Brandão pode ser considerado inelegível

Por marcoaureliodeca

Vice-governador assumiu o comando do estado no período vedado pela Lei Eleitoral e, agora, não poderá mais disputar as eleições de outubro; a menos que se candidate a governador

 

Flávio Dino com Carlos Brandão. Se queria se livrar do companheiro de chapa, comunista agora corre o risco de ser cassado

Não se sabe se por intenção, por falta de informação ou por arrogância, mas o governador Flávio Dino acaba de tornar seu vice, Carlos Brandão (PRB) inelegível nas eleições de outubro.

Brandão assumiu o Governo do Estado e praticou atos administrativos mesmo depois do período vedado pela Lei Eleitoral. Neste caso, ele não poderá mais disputar cargo algum nas eleições de outubro, a não ser o do próprio governador.

E as provas de sua inelegibilidade estão na própria agência de notícias do Governo do Estado, que deu ampla cobertura aos atos de Brandão no exercício do mandato, até o dia 9 de abril, dois dias depois do prazo máximo para isso.

A inelegibilidade de Brandão está prevista na Resolução nº 21.791, do Tribunal Superior Eleitoral.

– O vice que não substituiu o titular dentro dos seis meses anteriores ao pleito poderá concorrer ao cargo deste, sendo-lhe facultada, ainda, a reeleição por um único período. Na hipótese de havê-lo substituído, o vice poderá concorrer ao cargo do titular, vedada a reeleição e a possibilidade de concorrer ao cargo de vice – diz o documento. (Grifo do blog)

Notícia da agência do governo prova que Brandão atuou como governador até o dia 9 de abril, já no período proibido pela Lei

De acordo com a agência de notícia do Governo do Estado, Brandão assumiu o governo no dia 6 de abril.

No dia 9, dois dias depois do prazo legal, a própria agência noticiou que“governador em exercício realiza série de ações em Grajaú”. Há, inclusive, um vídeo com o próprio Brandão falando. (Saiba mais aqui)

Como não há no texto nenhuma referência ao dia em que Brandão esteve em Grajaú, o governo poderia alegar que a ação se deu antes do dia 7.

Mas Brandão permaneceu como governador até, pelo menos, o dia 09, data em que Flávio Dino voltou dos Estados Unidos – e foi direto à Curitiba, para um ato pró-Lula. (Veja aqui)

O vice estava, portanto, no exercício do mandato fora do período legal.

E, por consequência, está inelegível.

Simples assim…

Jefferson Portela é denunciado na Policia Federal por tortura, prevaricação,abuso de autoridade,e associação criminosa.

Na tarde de segunda-feira (16), o soldado da Polícia Militar Fernando Paiva Moraes Júnior, 25 anos, preso no esquema de contrabando, levou ao conhecimento do juiz federal substituto, Luís Regis Bomfim Filho, da 1ª Vara Federal Criminal, uma bomba atômica que explodirá o sistema de segurança pública do Maranhão.

Durante oitiva, o policial fez relatos estarrecedores ao magistrado, conforme vídeo obtido com exclusividade pelo Blog do Neto Ferreira, sobre uma trama orquestrada pelo secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, para envolver um deputado estadual e outros dois delegados de Polícia Civil na organização criminosa especializada no contrabando de cigarros e descaminho de bebidas para São Luís.

 Jefferson Portela denunciado na Policia Federal 

O advogado do policial Paiva chega a falar ao juiz que fez uma  notíciacrime na Policia Federal contra o secretario de segurança pública do Maranhão Jefferson Portela e os procuradores. O juiz chega a dizer que tanto Jeffersom Portela quantos os procuradores tem o chamado Foro privilegiado e que não seria de sua competência o caso da denúncia, mais o advogado seguiu:

“Uma ocorrência que registrei na Policia Federal contra os procuradores e o secretário de segurança, por cinco condutas tipicas no código penal brasileiro a questão da tortura, prevaricação,coação no curso do processo, abuso de autoridade,e associação criminosa.” 

Aos 25:55 minutos do vídeo de quase 30 minutos o advogado fala da queixa crime que registrou na PF contra o secretário de segurança pública do governo Dino.

  • Blogs

  • Links Últeis

  • Contato

  • Facebook

  • Twitter