Maranhão tem 7 vezes menos policiais civis que o número recomendado pela ONU

Segundo o Sinpol, faltam viaturas em São Luís — Foto: Reprodução/TV Mirante

O número de policiais civis no Maranhão é sete vezes menor que o recomendado pela Organização das Nações Unidas (ONU).

O efetivo total do Maranhão com 7.035.055 habitantes é de 2.135 policiais ativos, o que equivale a um policial para cada 3.295 habitantes. Bem acima do que a ONU recomenda que é de um policial para 450 habitantes.

Segundo o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Maranhão (Sinpol-MA), Elthon Neves, o crescimento da população no estado não é equivalente ao número de policiais em serviço no Maranhão.

“Antigamente nós tínhamos plantões que chegavam a ter dez policiais. Hoje nós temos no máximo quatro e as vezes até menos que isso. Ou seja, aumentou-se a população, cresceu-se exponencialmente a criminalidade e numa ilógica absurda diminui-se o efetivo dos plantões”, revelou o presidente do Sinpol.

Além dos dados apresentados pela Confederação Brasileira dos Trabalhadores Policiais Civis, há números apresentados recentemente pelo Sinpol. Os números tratam da aposentadoria de aproximadamente 300 policiais civis nos próximos meses.

Elthon Neves ressalta que a ausência de concursos também dificulta o aumento de policiais. “Sem uma perspectiva de concurso que realmente possa sanar esta problemática da falta de efetivo que não atinja apenas os plantões mais todas as delegacias da capital, todas, sem exceção, faltam policiais”.

O presidente do Sinpol disse que dos cinco plantões centrais visitados pelo sindicato apenas um possuía uma viatura funcionando. “Dos cinco plantões centrais visitados apenas um único plantão, que era o da Vila Embratel, tinha a viatura funcionando. Os outros quatro todas as viaturas se encontravam paradas sem funcionamento, o que é um absurdo”, finalizou Elthon Neves.

Do G1

Deixe uma resposta