Escândalo: prefeito de Coelho Neto é suspeito de participar de esquema de rachadinha

Um escândalo sobre salários desproporcionais à função, tomou conta da cidade de Coelho Neto. De acordo com informações, o servidor José da Costa Sousa que trabalha como auxiliar de serviço gerais está ganhando a remuneração bruta de R$ 6.087,20 e líquida de R$ 4.876,83.

O contrato do servidor José da Costa é suspeito de rachadinha, em complô com o prefeito Bruno Silva. Nas redes sociais a população pede intervenção do Ministério Público estadual e até mesmo da Polícia Federal.

Deixe uma resposta