Arari: após crescimento acelerado de contágio da covid-19, MP pede cancelamento imediato de festas 

Após ser constatado que o município de Arari possui índices acelerados de ritmo de contágio do Coronavírus, igual ou superior a 1.0, o Ministério Público recomendou ao prefeito, Rui Fernandes Ribeiro Filho, que cancele imediatamente, todo e qualquer evento, na cidade, seja ele na sede ou nos povoados, público ou privado, com previsão de grande aglomeração de pessoas, por meio da utilização do poder de polícia, e com uso da força pública, em caso de desobediência.

Rui Fernandes deve se abster de conceder novos alvarás de festas e de realizar quaisquer shows ou de eventos, enquanto durar, a classificação da Covid-19 como pandemia no Brasil.

O gestor terá que divulgar amplamente, nos meios de comunicações, acerca dos cancelamentos recomendados pelo Ministério Público.

Com isso também, o prefeito terá que revogar imediatamente toda e qualquer licença de festas e shows, impedindo sua realização e enviar no prazo de cinco dias um documento comprobatório sobre as ações empreendidas para o cumprimento da recomendação.

Deixe uma resposta