Atenção, CGU, MPF e PF! Júnior Lourenço ‘costura’ desvios de quase R$ 23 milhões de recursos do MDR e CODEVASF por meio de empresas de fachada em Miranda do Norte

O blog do Werbeth Saraiva descobriu que o deputado federal Júnior Lourenço (PL) planeja desviar dezenas de milhões de reais da prefeitura de Miranda do Norte, por meio de duas empresas de fachada.

Recentemente, o blog denunciou um contrato no valor de R$2,8 milhões vencido por uma empresa de fachada, que traz o nome Garden Projetos e Execução Eireli, em Miranda do Norte. Os recursos seriam oriundos de convênio entre o município e a CODEVASF. Além de ser de fachada, o blog também descobriu que a empresa pertence, na verdade, a um advogado do município de Pedreiras, autointitulado “especialista em licitações”, o qual ainda utiliza outra empresa para desviar dinheiro público: uma gráfica, assunto que será abordado com mais detalhes posteriormente.

A prefeitura de Miranda do Norte também firmou contrato de mais de R$ 20 milhões com outra firma de fachada que pertence ao empresário Tiago Val Quintan Pinto Frazão, apontado como chefe da organização criminosa que atua na lavagem e nos desvios de dinheiro público em Miranda. A empresa de Frazão funciona em uma sala de um posto de gasolina no município de Miranda do Norte e é tida como sócia das licitações no município de Bacabal. Os recursos provenientes dos pagamentos dos serviços serão provenientes do tesouro do Ministério do Desenvolvimento Regional.

Se o Ministério Público Federal e a Controladoria Geral da União-CGU não pedirem reforço da Polícia Federal com urgência para conter a sangria nos cofres de Miranda, é quase certo que esse dinheiro vá irrigar a campanha de deputado federal do ex-prefeito Júnior Lourenço. O blog trará detalhes de todo o esquema ao longo da semana.

Deixe uma resposta