Ausente do comício de Timon, Nagib despacha Weverton e diz que espera decisão de Flávio Dino

O ex-prefeito de Codó, Francisco Nagib, não foi ao comício do senador Weverton Rocha em Timon, na noite deste sábado, 20.

Indagado pelo blogueiro Werbeth Saraiva sobre o motivo da ausência, Nagib revelou que não foi pois estava em uma articulação política com o secretário das cidades do governo Flávio Dino, Márcio Jerry.

Já sobre como as tratativas sobre a eleição de 2022, o ex-prefeito foi categórico ao afirmar que aguarda decisão do governador Flávio Dino para definir seu candidato.

A fala de Nagib é um tiro no pé do senador Weverton Rocha que já mantinha em sua cota de apoio à família Oliveira de Codó.

O prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, também não deu as caras no evento do “Maranhão mais Feliz.”

Dino em Chapadinha: desrespeitoso, deselegante e extremamente machista

Governador parece se sentir a vontade em constranger mulheres em palanques. Belezinha não é a primeira pois Maura Jorge (atual prefeita de Lago da Pedra) também já foi desrespeitada.

Existe um ditado entre os mais velhos, que diz que a política é a arte de ajuntar. O governador do Maranhão, no fim de seu mandato e esperando reconhecimento do povo do estado para se eleger Senador em 2022, faz exatamente o contrário.

O uso da força estadual de Segurança Pública para perseguir desafetos de Flávio Dino no Maranhão já foi tema de ampla discussão na Câmara dos Deputados. Um delegado da Polícia Civil do Estado, revelou inclusive que desembargadores, deputados e outras autoridades contrárias ao ex-juiz federal estavam sendo ilegalmente monitoradas. O caso foi abafado.

Nos últimos dias, se comenta que Flávio Dino ‘armou’ uma armadilha ao deputado Josimar e sua família, incluindo uma criança de quatro anos de idade. Homens de grupos exclusivos de operações especiais quebraram a casa do novo desafeto de Flávio Dino, claro ato de intimidação.

No dia de hoje (09), em Chapadinha, o governador envergonhou a prefeita do município, Belezinha, que é do mesmo partido de Josimar. “Tem gente que se transforma na internet”, disse Flávio, apontando para a gestora. Além de não respeitar a figura da mulher que representa o município, o governador foi deselegante e, ao invés de juntar, ele novamente espalhou.

Corre nos bastidores da política que Flávio Dino está perdido, acuado e que comandará novas operações policiais contra oposicionistas, jornalistas, blogueiros e radialistas que não comungam com seu governo.

Kim Jong-un certamente é um dos que invejam a forma de como Dino governa.

Após romper com Flávio Dino, Josimar é alvo de operação da polícia estadual

Dias após anunciar que não existe mais tratativas de voltar a conversar com o governador do Maranhão Flávio Dino, o deputado Josimar Maranhãozinho se torna alvo de uma mega operação da polícia estadual que apura supostas fraudes em licitações de municípios comandados pela sigla do partido liberal.

Além da quantidade de agentes policiais e promotores destacados para realizar a operação, drones, helicópteros e outros meios de transporte foram utilizados para tornar mais espetaculosa ainda uma operação que mira um concorrente direto do grupo do governador ao palácio dos leões.

Flávio Dino vai disputar o Senado pelo PSB

PSB se reaproxima do PT e aguarda também a filiação de Marcelo Freixo, que deve ser o nome do partido ao governo do Rio de Janeiro.

Com novo cenário político no campo da esquerda, tendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de volta à cena, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), está de malas prontas para desembarcar no PSB, legenda pela qual deve se candidatar ao Senado.

A data do anúncio estava marcada para ocorrer no fim de maio. Dino, no entanto, pediu um pouco mais de mais tempo aos socialistas, com o objetivo de tentar levar mais nomes do PCdoB para o PSB e ainda esgotar a possibilidade de uma possível fusão partidária, com a criação de uma legenda.

Até o nome para o futuro partido já havia sido pensado: seria apenas Socialista. Essa possibilidade, no entanto, é considerada remota pelos integrantes do PSB, que não pretendem abandonar a marca.

Antes da volta de Lula, Dino era o nome do PCdoB para a corrida ao Planalto. Ao mesmo tempo, ele também admitia compor a coligação para eleger Lula caso essa possibilidade se colocasse.

A data do anúncio estava marcada para ocorrer no fim de maio. Dino, no entanto, pediu um pouco mais de mais tempo aos socialistas, com o objetivo de tentar levar mais nomes do PCdoB para o PSB e ainda esgotar a possibilidade de uma possível fusão partidária, com a criação de uma legenda.

Até o nome para o futuro partido já havia sido pensado: seria apenas Socialista. Essa possibilidade, no entanto, é considerada remota pelos integrantes do PSB, que não pretendem abandonar a marca.

Antes da volta de Lula, Dino era o nome do PCdoB para a corrida ao Planalto. Ao mesmo tempo, ele também admitia compor a coligação para eleger Lula caso essa possibilidade se colocasse.

Além disso, apontam que a ida de Dino para o PSB representa uma reaproximação do partido com o PT. A sigla deverá estar no bloco de apoio à candidatura de Lula ao Planalto em 2022.

Procurado pelo Metrópoles, Dino evitou falar sobre o assunto.

Metrópoles

Reunião reafirmou pré-candidatura de Josimar e preferência de Dino por Brandão

O deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL) esteve no Palácio dos Leões, a convite do vice-governador Carlos Brandão (PSDB), para se reunir com o governador Flávio Dino (PCdoB) e o chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares (PSB). Quem participou da reunião também foi o ex-deputado federal Júnior Marreca, representando o conglomerado de partidos capitaneados por Josimar no Maranhão.

A reunião não significou uma desistência da candidatura de Josimar para embarcar no projeto de reeleger Carlos Brandão (PSDB) governador. “Eu afirmei que sou candidato ao governo do Maranhão”, disse Josimar em conversa com o titular do blog do Werbeth Saraiva. Josimar disse que a reunião serviu para reaproximar os partidos PL, Patriota e Avante do Governo do Maranhão. “Reunião serviu para um diálogo entre partidos da base do governo, Patriota, Avante e PL. E também como o governo pode ajudar nossos aliados”, disse Josimar que elegeu mais de 40 prefeitos nas últimas eleições.

Interessante foi o que foi revelado por Josimar. De que Flávio Dino, apesar de incentivar candidaturas – neste momento – da base aliada, tem dito que o seu candidato ao governo é o seu vice-governador, Carlos Brandão. É uma forma de continuidade das ações do seu governo. “Ele [Flávio Dino] disse que no momento todos têm o direito de se lançar, mas pra ele [Dino], de fato, quem vai ser governador é Brandão”, declarou Josimar ao blog.

Em reunião, Dino descarta pesquisa como ‘critério de escolha’ de candidato em 2022

Segundo Dino, se fosse depender de pesquisa um ano antes da eleição, nenhum dos dois teria sido sequer candidato, uma vez que pontuavam bem baixo meses antes do pleito – situação parecida, ainda, com a do ex-prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), que tinha menos de 5% quando foi escolhido candidato do grupo em São Luís em 2012.

Não procede a informação de que o governador Flávio Dino (PCdoB) teria decidido, na reunião com o pedetista e Brandão, no Palácio dos Leões, que pesquisas seriam realizadas para a definição do candidato do grupo em 2022.

Othelino e Flávio Dino discutem ações para reforçar combate à pandemia no Maranhão

Othelino, Flávio Dino e Márcio Jerry reuniram-se para discutir estratégias de enfrentamento à pandemia da Covid-19 no Maranhão. Foto; Kristiano Simas / Agência Assembleia

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), reuniu-se, nesta quinta-feira (1º), com o governador Flávio Dino (PCdoB) para tratar sobre projetos de lei do Poder Executivo que tramitam no Parlamento Estadual, em especial aqueles voltados para o combate à Covid-19. O encontro, ocorrido no Palácio dos Leões, contou também com a participação do secretário estadual de Cidades e Desenvolvimento Urbano, Márcio Jerry.

Na reunião, Othelino afirmou que tem acompanhado de perto a liderança do governador Flávio Dino no combate à pandemia no Estado. O chefe do Legislativo disse, ainda, que o Parlamento tem feito a sua parte, somando esforços na aprovação de matérias importantes para amenizar os impactos socioeconômicos causados pela pandemia.

“Temos trabalhado, conjuntamente, nesse momento difícil que atravessamos, seja na luta para a ampliação de leitos de enfermaria e de UTI como, também, na mobilização para que todos nós cooperemos visando à superação dessa crise provocada pela pandemia. Ainda que muito preocupados com os números, temos a convicção de que vamos vencer a luta contra o coronavírus”, ressaltou o parlamentar.

Auxílios emergenciais

O governador Flávio Dino destacou que a Assembleia tem feito um importante trabalho na discussão e aprovação, com a maior celeridade possível, das várias iniciativas do Poder Executivo para o enfrentamento da Covid-19 no Maranhão.

“Temos alguns projetos que são prioridades nesse momento, como os que dispõem sobre os auxílios, que devem viabilizar, por exemplo, que tenhamos o auxílio combustível para os taxistas, mototaxistas e motoristas de aplicativos, além de medidas de apoio aos setores de eventos, cultura e turismo. Esse entendimento e harmonia entre o Executivo e o Legislativo é decisivo para que nós possamos concretizar os vários projetos que temos feito, que são fundamentais para o combate ao coronavírus”, declarou o governador.

Os chefes dos dois Poderes também trataram sobre a ampliação de leitos hospitalares na região da Baixada Maranhense e no Litoral Ocidental, além da execução de projetos de infraestrutura nos municípios.

VÍDEO! Flávio declara em solenidade que Brandão será seu Governador

Diego Emir

Durante a solenidade virtual que aconteceu nesta segunda-feira (29), de anúncio de novas obras para a cidade de Caxias – entre elas a ampliação do prédio de Ciências da Saúde da UEMA -, o governador Flávio Dino fez questão de agradecer, publicamente, ao vice-governador Carlos Brandão por sua retidão, lealdade e parceria no governo, mantida há seis anos.

Flávio aproveitou para recordar que, há 15 anos, quando entrava na política eleitoral, recebeu o apoio de lideranças importantes da cidade de Caxias, como Humberto e Cleide Coutinho. E fez um adendo, dizendo que essas lideranças apoiavam a trajetória política de Carlos Brandão, que abriu mão desses apoios para que o governador pudesse viabilizar sua candidatura a deputado federal a partir de Caxias.

“Quem ia ter o apoio do grupo liderado pelo Humberto era o Brandão; e ele num gesto de cortesia, de amizade e de fraternidade, na época, se dirigiu ao então governador Zé Reinaldo e disse que concordava que houvesse essa inserção minha na política eleitoral, a partir da cidade de Caxias. Brandão tem sido correto comigo nesses anos todos, desde esse momento inaugural, em 2006, e agora no exercício do Governo”,
assinalou Flávio.

O governador Flávio Dino (PCdoB), deixou claro nesta segunda-feira (29), que o próximo governador do Maranhão será Carlos Brandão (PSDB). A fala ocorreu durante a cerimônia de lançamento do edital de ampliação do Centro de Saúde da UEMA de Caxias.

Flávio Dino ainda foi enfático que Carlos Brandão será o responsável por tocar e inaugurar as obras que ele iniciar.

A fala de Brandao reforça a sintonia entre Flávio Dino e o vice-governador, deixando evidente qual será o rumo do comando do Palácio dos Leões após a desincompatibilização em abril de 2022.

ASSISTA OS VÍDEOS:

Conversas entre o PCdoB e o PSB para uma eventual fusão voltaram a andar

As conversas entre o PCdoB e o PSB para uma eventual fusão voltaram a andar. O partido tenta definir uma estratégia antes das eleições de 2022, de modo a tentar tornar competitiva a candidatura do governador Flávio Dino (Maranhão).

Em 2019, o PCdoB já teve de se fundir ao PPL para não cair na cláusula aquele ano.

Há, internamente, quem defenda uma adesão com o PT, mas o sentimento é minoritário. Ficou ainda menor com proposta petista de deixar os comunistas como uma corrente petista. A presidente do partido, Luciana Santos, que é vice-governadora de Pernambuco e próxima dos caciques socialistas, respondeu à Gleisi Hoffmann, que lidera o PT, que seu partido é que acabaria virando uma corrente comunista.

Bastidor

Flávio Dino autoriza retorno do funcionamento de bares e restaurantes

O governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou hoje (26) que vai autorizar a retomada do funcionamento de bares e restaurantes da Região Metropolitana de São Luís a partir da próxima segunda-feira (29). Mas apenas com 50% da capacidade total.

Os estabelecimentos estavam fechados desde a semana passada, como uma das medidas de combate à Covid-19.

Escolas particulares e faculdades particulares também poderão voltar a ter aulas, mas no sistema híbrido – ou seja, parte das turmas presenciais, e parte online.

O serviço público segue suspenso, assim como shows e eventos. E comércio permanece com horário de funcionamento entre 9h as 21h.

Outras medidas:

  • Auxílio-gás, com distribuição de botijão de gás para 115 mil famílias de baixa renda
  • Auxílio-combustível para taxistas, mototaxistas e motoristas de aplicativos ( de 60,00 a R$ 300,00, por dois meses)
  • Auxilio a profissionais de eventos (parcela única de R$ 600,00),
  • Auxilio-turismo (de R$ 600 a R$ 1 mil)