Em reunião, Dino descarta pesquisa como ‘critério de escolha’ de candidato em 2022

Segundo Dino, se fosse depender de pesquisa um ano antes da eleição, nenhum dos dois teria sido sequer candidato, uma vez que pontuavam bem baixo meses antes do pleito – situação parecida, ainda, com a do ex-prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), que tinha menos de 5% quando foi escolhido candidato do grupo em São Luís em 2012.

Não procede a informação de que o governador Flávio Dino (PCdoB) teria decidido, na reunião com o pedetista e Brandão, no Palácio dos Leões, que pesquisas seriam realizadas para a definição do candidato do grupo em 2022.

Othelino e Flávio Dino discutem ações para reforçar combate à pandemia no Maranhão

Othelino, Flávio Dino e Márcio Jerry reuniram-se para discutir estratégias de enfrentamento à pandemia da Covid-19 no Maranhão. Foto; Kristiano Simas / Agência Assembleia

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), reuniu-se, nesta quinta-feira (1º), com o governador Flávio Dino (PCdoB) para tratar sobre projetos de lei do Poder Executivo que tramitam no Parlamento Estadual, em especial aqueles voltados para o combate à Covid-19. O encontro, ocorrido no Palácio dos Leões, contou também com a participação do secretário estadual de Cidades e Desenvolvimento Urbano, Márcio Jerry.

Na reunião, Othelino afirmou que tem acompanhado de perto a liderança do governador Flávio Dino no combate à pandemia no Estado. O chefe do Legislativo disse, ainda, que o Parlamento tem feito a sua parte, somando esforços na aprovação de matérias importantes para amenizar os impactos socioeconômicos causados pela pandemia.

“Temos trabalhado, conjuntamente, nesse momento difícil que atravessamos, seja na luta para a ampliação de leitos de enfermaria e de UTI como, também, na mobilização para que todos nós cooperemos visando à superação dessa crise provocada pela pandemia. Ainda que muito preocupados com os números, temos a convicção de que vamos vencer a luta contra o coronavírus”, ressaltou o parlamentar.

Auxílios emergenciais

O governador Flávio Dino destacou que a Assembleia tem feito um importante trabalho na discussão e aprovação, com a maior celeridade possível, das várias iniciativas do Poder Executivo para o enfrentamento da Covid-19 no Maranhão.

“Temos alguns projetos que são prioridades nesse momento, como os que dispõem sobre os auxílios, que devem viabilizar, por exemplo, que tenhamos o auxílio combustível para os taxistas, mototaxistas e motoristas de aplicativos, além de medidas de apoio aos setores de eventos, cultura e turismo. Esse entendimento e harmonia entre o Executivo e o Legislativo é decisivo para que nós possamos concretizar os vários projetos que temos feito, que são fundamentais para o combate ao coronavírus”, declarou o governador.

Os chefes dos dois Poderes também trataram sobre a ampliação de leitos hospitalares na região da Baixada Maranhense e no Litoral Ocidental, além da execução de projetos de infraestrutura nos municípios.

VÍDEO! Flávio declara em solenidade que Brandão será seu Governador

Diego Emir

Durante a solenidade virtual que aconteceu nesta segunda-feira (29), de anúncio de novas obras para a cidade de Caxias – entre elas a ampliação do prédio de Ciências da Saúde da UEMA -, o governador Flávio Dino fez questão de agradecer, publicamente, ao vice-governador Carlos Brandão por sua retidão, lealdade e parceria no governo, mantida há seis anos.

Flávio aproveitou para recordar que, há 15 anos, quando entrava na política eleitoral, recebeu o apoio de lideranças importantes da cidade de Caxias, como Humberto e Cleide Coutinho. E fez um adendo, dizendo que essas lideranças apoiavam a trajetória política de Carlos Brandão, que abriu mão desses apoios para que o governador pudesse viabilizar sua candidatura a deputado federal a partir de Caxias.

“Quem ia ter o apoio do grupo liderado pelo Humberto era o Brandão; e ele num gesto de cortesia, de amizade e de fraternidade, na época, se dirigiu ao então governador Zé Reinaldo e disse que concordava que houvesse essa inserção minha na política eleitoral, a partir da cidade de Caxias. Brandão tem sido correto comigo nesses anos todos, desde esse momento inaugural, em 2006, e agora no exercício do Governo”,
assinalou Flávio.

O governador Flávio Dino (PCdoB), deixou claro nesta segunda-feira (29), que o próximo governador do Maranhão será Carlos Brandão (PSDB). A fala ocorreu durante a cerimônia de lançamento do edital de ampliação do Centro de Saúde da UEMA de Caxias.

Flávio Dino ainda foi enfático que Carlos Brandão será o responsável por tocar e inaugurar as obras que ele iniciar.

A fala de Brandao reforça a sintonia entre Flávio Dino e o vice-governador, deixando evidente qual será o rumo do comando do Palácio dos Leões após a desincompatibilização em abril de 2022.

ASSISTA OS VÍDEOS:

Conversas entre o PCdoB e o PSB para uma eventual fusão voltaram a andar

As conversas entre o PCdoB e o PSB para uma eventual fusão voltaram a andar. O partido tenta definir uma estratégia antes das eleições de 2022, de modo a tentar tornar competitiva a candidatura do governador Flávio Dino (Maranhão).

Em 2019, o PCdoB já teve de se fundir ao PPL para não cair na cláusula aquele ano.

Há, internamente, quem defenda uma adesão com o PT, mas o sentimento é minoritário. Ficou ainda menor com proposta petista de deixar os comunistas como uma corrente petista. A presidente do partido, Luciana Santos, que é vice-governadora de Pernambuco e próxima dos caciques socialistas, respondeu à Gleisi Hoffmann, que lidera o PT, que seu partido é que acabaria virando uma corrente comunista.

Bastidor

Flávio Dino autoriza retorno do funcionamento de bares e restaurantes

O governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou hoje (26) que vai autorizar a retomada do funcionamento de bares e restaurantes da Região Metropolitana de São Luís a partir da próxima segunda-feira (29). Mas apenas com 50% da capacidade total.

Os estabelecimentos estavam fechados desde a semana passada, como uma das medidas de combate à Covid-19.

Escolas particulares e faculdades particulares também poderão voltar a ter aulas, mas no sistema híbrido – ou seja, parte das turmas presenciais, e parte online.

O serviço público segue suspenso, assim como shows e eventos. E comércio permanece com horário de funcionamento entre 9h as 21h.

Outras medidas:

  • Auxílio-gás, com distribuição de botijão de gás para 115 mil famílias de baixa renda
  • Auxílio-combustível para taxistas, mototaxistas e motoristas de aplicativos ( de 60,00 a R$ 300,00, por dois meses)
  • Auxilio a profissionais de eventos (parcela única de R$ 600,00),
  • Auxilio-turismo (de R$ 600 a R$ 1 mil)

Se dependesse de pesquisas, Weverton Rocha nunca seria senador pelo grupo Dino

É com base em pesquisas quantitativas que o grupo do senador Weverton Rocha (PDT) vai utilizar como argumento (ou chantagem pública) de que o senador do PDT é o melhor candidato – em 2022 – do grupo do governador Flávio Dino (PCdoB).

Uma pesquisa contratada pela TV Mirante está prestes a ser divulgada e vai apontar o óbvio. A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) na pesquisa e o senador Weverton Rocha pontuando, já que o mesmo é candidato assumido desde que chegou ao Senado. O medo do grupo de Weverton é que 2022 seja uma eleição por aclamação, elegendo o candidato de Flávio Dino, que é o vice-governador Carlos Brandão (PSDB).

Diferente do que querem plantar, Flávio Dino não vai incentivar várias candidaturas. A decisão “em grupo” deve ser construída até o final do ano, marchando todo o grupo em direção a uma só candidatura e reunir forças para solidificar o mandato de Carlos Brandão à frente do Governo do Maranhão e, por consequência, sua reeleição.

As decisões de Flávio Dino não têm base em pesquisas eleitorais. Se dependesse de pesquisas, o deputado federal Rubens Pereira Júnior (PCdoB) não seria candidato nas últimas eleições municipais. Nem mesmo o senador Weverton Rocha seria candidato ao senado. Ou Eliziane para o mesmo cargo de Weverton, ou mesmo o ex-prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) na sua primeira eleição e, tampouco, Flávio Dino o apoiaria em sua reeleição quando Júnior configurava uma rejeição (quase) irreversível.

O governador Flávio Dino tem acesso a pesquisas, mas sabe que Carlos Brandão, ao chegar no governo, é naturalmente candidato à reeleição e dará o apoio a Brandão. A não ser que Dino queira completar o mandato para favorecer o sonho de Weverton Rocha: o de ser governador do Maranhão.

Flávio Dino assume que Brandão é seu candidato ao governo

Em reunião com núcleo central do Palácio dos Leões, governador deixou transparecer que Márcio Jerry pode ocupar a vaga de candidato a vice-governador na chapa

O governador Flávio Dino (PCdoB) assumiu abertamente, pela primeira vez, que o vice-governador Carlos Brandão (Republicanos) é seu candidato à sucessão ao Palácio dos Leões em 2022. O anúncio foi feito a integrantes do núcleo central do Palácio dos Leões, todos postulantes à Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa do Maranhão, durante reunião na semana passada sobre o pleito do próximo ano.

Estiveram presentes Carlos Lula (Saúde), Rodrigo Lago (Agricultura Familiar), Felipe Camarão (Educação), Rubens Pereira Júnior (Articulação Política), Rogério Cafeteira (Esporte e Lazer), Clayton Noleto (Infraestrutura), Jefferson Portela (Segurança Pública), Márcio Jerry (Cidades e Desenvolvimento Urbano), Simplício Araújo (Indústria e Comércio), Chico Gonçalves (Direitos Humanos e Participação Popular), Júlio César Mendonça (Agerp) e Ednaldo Neves (adjunto da Articulação Política).

Marcelo Tavares (Casa Civil) também participou da reunião, mas não disputará o pleito de 2022 por já ter caminho certo para o TCE (Tribunal de Contas do Estado) na vaga do conselheiro Nonato Lago, que deixa a corte em setembro deste ano, por aposentadoria compulsória.

Segundo relatos feitos ao ATUAL7, Dino externou sobre a importância de, até o próximo semestre, a chapa majoritária e distribuição de partidos e candidatos a deputado federal e estadual já estarem montadas. E disse que voltou a conversar com Weverton Rocha (PDT) sobre a “escolha e unidade” em torno de Carlos Brandão (Republicanos) como candidato único do grupo à sucessão estadual.

ATUAL7

Lula candidato muda cenário no Maranhão

A mudança do tabuleiro político em busca do Palácio do Planalto pode também ensejar no jogo político local. No Maranhão, Lula presidente pode significar uma avenida para aliados do governador Flávio Dino (PCdoB), que têm reprimido desejos eleitorais por conta do rumo que o comunista deve tomar.

Com a anulação das condenações do ex-presidente Lula e uma candidatura em contraponto a Jair Bolsonaro, a esquerda pode defender uma união em torno da figura, mesmo desgastada, de Lula. E o PSB, possível futuro partido de Flávio Dino, pode indicar uma vaga para a vice-presidência, em torno de uma frente mais ampla à esquerda. É aí que mora o sonho de Flávio Dino, de compor, ao lado de Lula, uma chapa que leve à derrocada do bolsonarismo.

Muda no Maranhão

Sem Flávio Dino no senado, aliados e novos aliados do governador – e até adversários (nem tanto assim) podem brigar pela vaga senatorial. Othelino Neto, Josimar de Maranhãozinho, Roseana Sarney são alguns nomes que podem se animar com a ausência de Flávio Dino aqui no Maranhão.

A formação de chapas no Maranhão, pelo visto até aqui, deve ser influenciada pelos candidatos a presidência.

Flávio Dino apresenta novas medidas restritivas

O governador do Maranhão anunciou durante entrevista coletiva na manhã de hoje, as novas medidas restritivas à população do Maranhão para conter o avanço do Covid-19 no estado.

– Estão suspensas, festas, shows e eventos empresárias em todo o Maranhão.

– Estabelecimentos comerciais na grande ilha funcionarão com alteração de horários, com abertura as 9h e fechamento às 21h. (exceções no funcionamento de horários serão solicitadas a Secretaria de Industria e Comércios – SEINC).

– Escolas e faculdades estão com todas as atividades suspensas.

– Serviços público estadual estarão suspensas durante o período.

– Grupos de riscos serão afastados mesmo que em atividades essenciais e empresas particulares.

– Bares e restaurantes poderão funcionar dentro da regras de horários dos estabelecimentos comerciais, porém sem a utilização de som mecânico.

– Supermercados funcionarão de 9h às 21h.

Josimar rompe com Flávio Dino

Josimar não é mais aliado de Flávio Dino!

Pelo menos no Instagram, o deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL) não é mais aliado do governador Flávio Dino (PCdoB).

É o que sugere a rede social do parlamentar. Críticas ao governador e alcunha de traidor é o teor do conteúdo distribuído.

Se ele não rompeu, a sua assessoria não entendeu ainda.