“É queima de estoque, Liquidação ! Elbo Bayma faz BLACK FRIDAY de uma semana em São Luís .

Amado por muitos e também odiado por muitos Elbo Bayma tá fazendo “Black Friday.”
Em tempo de crise financeira todo mundo está em busca de opções para agradar os clientes e vender mais, e é isso que está fazendo o “empresário” Elbo Bayma, preso a pouco tempo pela polícia civil após denúncias de vizinhos do condomínio Gram Park, Elbo agora tá fazendo promoção em seu “estoque” segundo ele a promoção é valida por uma semana e a campanha de sua empresa traz a temática “seu prazer pela metade do preço.” 

Péssima qualidade da merenda escolar de Santa Luzia do Paruá pode apontar roubalheira nos recursos da educação.

Sem uma eficaz fiscalização dos órgãos de controle responsáveis, boa parte das escolas da rede municipal de ensino de Santa Luzia do Paruá adotaram um cardápio alternativo que não leva em consideração os valores nutricionais e sim o recurso financiador.

Em muitas escolas a reclamação tem sido a mesma, a merenda tem se distinguido de lanche e a única coisa que se vê sobrepondo a escassez dos itens é a mamuchinha (produto originário do laticínio da família do prefeito).
Sempre que há uma necessidade de se passar uma imagem irreal da merenda em um sentido mais amplo, a atual gestão se utiliza da merenda fornecida nas escolas Laura Estrela ou Cleobeto de Oliveira Mesquita mas não ousa divulgar a merenda que vem se tornando padrão em outras escolas municipais principalmente as do interior do município onde pais e alunos denunciam que a merenda distribuída tem sido de baixa qualidade e isso quando há algo a se expor nos pratos. Onde eram servidos arroz e vários tipos de carne não se vê mais com tanta facilidade, em contrapartida os recursos destinados para o setor da merenda escolar seguem caindo fielmente porém mal empregados até o presente momento.

Superintendente da PF diz que tem “secretários e pessoas importantes” envolvidas no esquema da saúde

Delegada Cassandra Ferreira
A superintendente de Polícia Federal no Maranhão, Cassandra Ferreira Alves Parazi, deu uma declaração reveladora em entrevista ontem, dia 16, após a deflagração da Operação Pegadores contra o governo Flávio Dino (PCdoB).
Cassandra Ferreira disse que há o envolvimento de “secretários” e de “pessoas importantes politicamente relevantes no Estado.”
A delegada federal também falou sobre o secretário de Estado da Saúde, advogado Carlos Lula. Ela disse que sabia do esquema, mas que “não soube tratar da melhor forma, não soube bloquear isso e as fraudes continuaram ocorrendo.”
A declaração da superintendente da PF deixou claro que há participação de outros figurões do governo comunista na roubalheira de recursos da saúde pública, que já somam mais de R$ 18 milhões desviados.

Palácio dos Leões teme delação de presos pela Polícia Federal

Flávio Dino e o médico Mariano.

Flávio Dino e o médico Mariano.
O Palácio dos Leões demonstrou, obviamente, está preocupado com a probabilidade de servidores e ex-servidores com cargo de comando na Secretaria Estadual de Saúde, presos pela Polícia Federal nesta quinta-feira (16), fecharem acordo de delação premiada.
Uma das figuras que assombra o governo em caso de delatar seria o médico Mariano de Castro Silva, assessor especial da Rede de Assistência à Saúde da SES (Secretaria de Estado da Saúde). Mariano foi preso na 5ª fase da Operação Sermão aos Peixes sob acusação de integrar uma organização criminosa (ORCRIM).
A situação de Mariano é “praticamente incontornável” depois que a Polícia Federal interceptou, quebrou o sigilo bancário e constatou que ele recebeu vantagens indevidas das empresas por ele indicava para serem subcontratadas pelas entidades terceirizadas que detêm contratos com o governo Flávio Dino.
Os investigadores descobriram que Mariano tem um elo com um deputado estadual do PCdoB muito influente no governo. Através deste contato, supostamente, atendia pedidos nada republicano do parlamentar e também se utilizava do cargo de assessor governamental para conseguir contratos entre entidades (ongs) e a empresa que controlava: a Quality Serviços Anestesiologicos Medicos Ltda.
  • Uma delação de Mariano desmoronaria o Palácio dos Leões

Com 23 anos de emancipação política Presidente Médici vive um dos piores momentos de sua história.

O município de Presidente Médici comandado pela prefeita Ilvane Pinho passa por dias difíceis, são muitos os problemas enfrentados pela população, principalmente na zona rural do município, o blog recebe inúmeras denúncias de descasos em diversas áreas as principais: saúde educação e infraestrutura, segundo denúncias feita ao blog as estradas da zona rural desde o começo do ano estão em péssimas condições, mesmo a prefeitura tendo a disposição máquinas para fazer a terraplanagem sabe se lá Deus porque o serviço não é feito, e não para por aí na educação o principal problema é a merenda escolar segundo o que alunos da própria rede municipal denunciaram ao blog a merenda escolar que é destinada às escolas não é o suficiente para todo o mês e quando falta a secretária de educação não trata de repor com urgência, já teve ocasiões que diretores tiraram dinheiro do “bolso ” para comprar açúcar, café e outros as problemáticas são muitas, na área da saúde é o sofrimento do povo com a falta de atendimento médico, inclusive a relatos que até agente de saúde está faltando em algumas localidades, nos SESP do município falta equipamentos e estrutura para atentender a população, o município está sem dentista a mais de 11 dias denunciou um vereador da própria base da prefeita Domingos da pensão que já está insatisfeito com a gestão, enquanto o município torra quase 120 (cento e vinte mil reais) em apenas uma noite com festa gasta quase 40 (quarenta mil reais ) com pintura e capina de cemitério, torra quase 150 (cento e cinquenta mil reais) com mangericão, a população agoniza na sede e na zona rural, os vereadores da base insatisfeito com a gestão, o Blog teve acesso a uma pesquisa de avaliação de gestores na região e a administração de Presidente Médici está avaliada com um dos mais altos índices de reprovação, desta feita está difícil tranferir votos em 2018 para quaisquer candidatos, a não ser que a máquina pública seja usada para fazer política. 
Quais os motivos para se comemorar os 23 anos de emancipação política de Presidente Médici nessa gestão ?

BOMBA, BOMBA E BOMBA! PF amanhece na porta da Secretaria de Saúde do governo Flávio Dino

A Polícia Federal deflagrou nesta manhã,16/11, a Operação Pegadores, que apura indícios de desvios de recursos públicos federais por meio de fraudes na contratação e pagamento de pessoal, em Contratos de Gestão e Termos de Parceria firmados pelo Governo do Estado do Maranhão na área da saúde.
A operação conta com o apoio do Ministério Público Federal, do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) e da Receita Federal do Brasil.
Cerca de 130 policiais Federais cumprem 45 mandados judiciais, expedidos pela Juíza Federal Paula Souza Moraes da 1ª Vara Criminal Federal da Seção Judiciária do Maranhão. Estão sendo cumpridos 17 mandados de prisão temporária e 28 mandados de busca e apreensão em São Luís/MA, Imperatriz/MA, Amarante/MA e Teresina/PI, além do bloqueio judicial e sequestro de bens no total de R$18.000.000,00.
Durante as investigações conduzidas na Operação Sermão aos Peixes, em 2015, foram coletados diversos indícios de que servidores públicos, que exerciam funções de comando na Secretaria de Estado da Saúde naquele ano montaram um esquema de desvio de verbas e fraudes na contratação e pagamento de pessoal.
As investigações indicaram a existência de cerca de 400 pessoas que teriam sido incluídas indevidamente nas folhas de pagamentos dos hospitais estaduais, sem que prestassem qualquer tipo de serviços às unidades hospitalares. Os beneficiários do esquema seriam familiares e pessoas próximas a gestores públicos e de diretores das organizações sociais.
O montante dos recursos públicos federais desviados por meio de tais fraudes supera a quantia de R$ 18.000.000,00. Contudo o dano aos cofres públicos pode ser ainda maior, pois os desvios continuaram a ser praticados mesmo após a deflagração de diversas outras fases da Operação Sermão aos Peixes.
Foi detectado também que uma empresa registrada como sendo uma sorveteria passou por um processo de transformação jurídica e se tornou, da noite para o dia, em uma empresa especializada na gestão de serviços médicos. Essa empresa foi utilizada para a emissão de notas fiscais frias, que teriam permitido o desvio de R$ 1.254.409,37.
Os investigados responderão na medida de suas participações pelos crimes de peculato, corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa, dentre outros.
Após os procedimentos legais, os investigados serão encaminhados ao sistema penitenciário estadual, onde permanecerão à disposição da justiça federal.
NOME DA OPERAÇÃO
O nome da Operação é uma referência a um trecho do Sermão do Padre Antônio Vieira (1654), que ficou conhecido como o “Sermão aos Peixes”, no qual o Padre toma vários peixes como símbolos dos vícios e corrupção da sociedade. Um dos peixes ele chamou de PEGADOR: referência aos vícios do oportunismo: “vivem na dependência dos grandes, morrem com eles”.
Durante a investigação, restou comprovado a prática habitual de desvio de verbas para o pagamento a “apadrinhados” políticos: pessoas que recebem dinheiro público sem a devida contraprestação laboral, ou seja, atuando como “pegadores”, na visão do Sermão, já que recebiam tais benesses em razão da influência de pessoas importantes na política local, como já alertava o Padre Antonio Vieira no Sermão aos Peixes.
RELEMBRANDO
A primeira fase da Operação Sermão ao Peixes foi deflagrada em 16 de novembro de 2015, quando foram cumpridos mais de 60 mandados judiciais e presos os gestores da duas principais entidades responsáveis pela terceirização do sistema de saúde à época, a Organização Social INSTITUTO CIDADANIA E NATUREZA – ICN e a Organização da Sociedade Civil de Interesse Público BEM VIVER ASSOCIAÇÃO TOCANTINA PARA O DESENVOLVIMENTO DA SAÚDE.
As segunda e terceira fases foram deflagradas simultaneamente em 06 de outubro de 2016, e resultaram na Operação ABSCONDITO, que apurou o embaraço a investigação criminal decorrente do vazamento da operação Sermão aos Peixes, e na Operação VOADORES, que apurou o desvio de R$ 36.000.000,00 (trinta e seis milhões de reais) que haviam sido sacados diretamente das contas dos hospitais por meio de cheques de pequeno valor.
A quarta fase foi batizada de Operação RÊMORA e foi deflagrada no dia 02 de junho de 2017, quando foram presos em flagrante os gestores da Organização Social Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania – IDAC, que estavam desviado recursos públicos mediantes saques de grandes quantias em espécie na “boca do caixa”.

Polícia prende os quatro assaltantes da Faculdade Pitágoras; confira a imagem deles

O delegado Armando Pacheco informou a prisão no início da noite dos quatro assaltantes que invadiram a Faculdade Pitágoras, no Turu, levaram pertences e dinheiro de alunos. A ação dos elementos ocorreu ontem à noite e um deles já foi estudante da faculdade. 
Os quatro permanecem até agora, as 20h37 prestando depoimentos e contando os detalhes de como entraram nas  dependências  do estabelecimento de ensino superior e pra onde levaram os produtos do roubo.
Com eles, a polícia encontrou diversos objetos, como celulares, joias, relógios e dinheiro. No momento do assalto, um aluno do curso do Direito, que é policial, reagiu, mas foi baleado na mão.
Luís cardoso

VEM BOMBA AI! Prefeitura de um dos principais municípios do Alto Turi Maranhense servindo de “Cabide” de empregos!

O blog recebeu denúncia que um dos principais municípios do alto Turi Maranhense se não o principal está servindo de “cabide” de empregos para aliados e possíveis aliados de um certo”grupo político” relatos que uma ex candidata a prefeita de outra cidade da região do alto Turi está na folha do município, recebendo como dentista, e a farra não para por ai, são ex diretores de hospital também da região do alto Turí que ficaram desempregados, todos amontoados por lá, até funerária de possíveis líderes políticos estão sendo beneficiadas o blog está apurando os fatos e em breve a matéria completa.

Em Carutapera secretária de saúde em parceria com a prefeitura realizam ações de prevenção e conscientização do câncer de próstata e outras doenças.

Em Carutapera a prefeitura municipal em parceria com a secretária de saúde tem trabalhado e muito na conscientização e prevenção de doenças como: câncer de próstata e pênis, DST, saúde do Homem e entre outras, a secretária de saúde Maria Lúcia enfatizou a importância das ações, ” Além do combate e da prevenção, estamos avançando cada vez mais, levando para quem não tem possibilidade e às vezes tempo de tá se cuidando, essas ações, o projeto é uma iniciativa da secretaria de saúde e tem total apoio do prefeito André Dourado.”
O prefeito de Carutapera André Dourado tem sido destaque em toda região, além de está enfrentando a crise que assola o país mantendo o município sem dívidas,salários em dias, ainda contribui muito com todas as ações que visam beneficiar o povo do município, ” o projeto leva a saúde mais perto da população, isso é uma alegria poder ajudar e cumprir o meu papel como gestor, com responsabilidade e muita força de vontade nosso município seguirá avançando,”destacou o prefeito André Dourado.

Inquérito de lesão em advogada que foi espancada pelo irmão do prefeito de Pinheiro vai à justiça em 10 dias

A delegada titular da Delegacia da Mulher, Wanda Leite, afirmou ontem que o inquérito policial sobre a lesão corporal grave, que teve como vítima a advogada Ludmila Rosa Ribeiro da Silva, de 27 anos, vai ser remetido no prazo de 10 dias para o Poder Judiciário. Segundo a polícia, a advogada foi agredida fisicamente pelo ex-marido, Lúcio André Genésio, no último sábado 11. O acusado chegou a ser preso em flagrante e solto mediante o pagamento de fiança no valor de R$ 4.685, mas, no domingo, 12, sua prisão foi expedida pelo juiz Clésio Coelho Cunha.
A vítima ontem esteve acompanhada de advogado e familiares à Casa da Mulher, no Jaracati, onde foi ouvida pela delegada Wanda Leite. A delegada declarou que no decorrer desta semana, testemunhas vão depor na Delegacia da Mulher e ainda devem chegar o resultado de exames periciais a que Ludmila Rosa foi submetida no Instituto Médico Legal (IML), no Bacanga.
A delegada ainda informou que após esses procedimentos o inquérito policial vai ser encaminhado ao Poder Judiciário com a motivação e autoria definida. “Esse inquérito vai ser encaminhado no prazo de 10 dias para a justiça”, disse Wanda Leite.
Mandado de prisão
O juiz plantonista Clésio Coelho Cunha decretou a prisão preventiva de Lúcio André Génésio em virtude de agressões físicas a sua ex-mulher, Ludmila Rosa, a pedido do Ministério Público, por meio da promotora de justiça Bianka Sekker Sallem. O magistrado ainda pediu que a Corregedoria da Polícia Civil pudesse investigar o delegado Valber Braga, que arbitrou a fiança ao acusado.
A vítima revelou ao Ministério Público que foi agredida fisicamente pelo ex-marido várias vezes. Inclusive, um dos casos ocorreu quando a advogada estava grávida e teria ocorrido na cidade de Pinheiro. Neste momento, ela registrou uma ocorrência contra o acusado na delegacia daquele município.
Ela também disse que no último sábado começou a ser espancada desde a Lagoa da Jansen até próximo onde reside, no bairro Cohama, foi expulsa do carro do agressor e teve seu celular quebrado. Após sair do veículo, ela pediu ajudar aos vizinhos e foi acionada a polícia.
A vítima está com várias marcas de violência pelo corpo, principalmente, no rosto e nas costelas.
Nota
Ainda ontem, a Ordem dos Advogados do Brasil da Seccional Maranhão (OAB/MA), enviou uma nota à imprensa, repudiando todo tipo de violência praticada contra as mulheres e se solidarizar com a advogada Ludmila Rosa Ribeiro da Silva. Ela foi vítima de violência moral e física praticada pelo seu ex-companheiro, Lúcio André Genésio, no último final de semana.
Neste caso de violência contra a advogada Ludmila Rosa, a OAB/MA está vigilante e coloca à disposição da vítima a Comissão da Mulher e da Advogada e também a Comissão de Acompanhamento das Vítimas de Violência para que sejam tomadas todas as providências legais e cabíveis para que o ato violento seja submetido aos preceitos legais. É imensurável e inaceitável a violência moral e física em que a profissional em advocacia foi submetida. A ação reflete que a sociedade ainda tem muito a caminhar para garantia plena dos direitos das mulheres.
Lúcio André Genésio, no momento da prisão em flagrante, foi acusado de lesão corporal e não havia sido divulgado o resultado do exame de corpo de delito a que a vítima foi submetida no IML. Neste caso, segundo a Justiça, cabe o arbitrar fiança, mas, quando o crime é definido como lesão corporal grave é inafiançável.
O Estado