A elite persegue Lula, mas o sentido de Lula persegue a elite.

lulagizcarvao

A elite brasileira – e incluo nela boa parte de seus ditos intelectuais que não aderem à ideia que compreender o mundo não se separa de transformá-lo  – tem um fantasma que a assombra, a cada dia, a cada ato, acada segundo: Lula.
Não pelo que Lula, o velho homem de 71 anos, é , em si. Mas porque, neste final de século 20, início do 21, passou a ser o signo de um significante que habitou sempre, à procura de formas, de um povo em formação, de uma Nação que não tem outro caminho, pelo seu tamanho e riqueza, senão o de construir-se como tal.
Foi assim com todas elas: os EUA, a Rússia, a China, a Índia…
Recebo, pelo Facebook, o ótimo texto de um jovem, Gustavo Conde, que traduz muito bem este processo de onipresença de Lula na vida brasileira e o transcrevo, porque, façam o que fizerem, construíram uma lenda e lendas, é só olhar para trás, vivem muito mais e mais fortes que os meros fatos no imaginário coletivo que, afinal, é o faz uma nação:
Eu não queria dizer isso. Pode ferir sensibilidades, desmanchar castelos de areia, coisa e tal. Mas, que se dane. O fato, nu e cru, é que Lula vai sendo canonizado, imortalizado e santificado no altar máximo da glorificação histórica. Nem Che Guevara, nem Fidel Castro, nem Nelson Mandela chegaram perto dessa dimensão.
E essa consagração é insuspeita: não há maior prêmio nem maior insígnia do que ser perseguido e caçado com este nível de violência pelo aparelhamento judicial e financeiro em uníssono, com o auxílio de toda a imprensa e dos serviços de “inteligência” nacionais e estrangeiros. É o maior reconhecimento de uma vida que teve um sentido maior, léguas de distância do que a maioria de nós poderia sonhar.
Nem todos os títulos honoris causa do mundo juntos equivalem a essa deferência: ser perseguido por gente do sistema, por representantes máximos do capital, da normatização social e da covardia intelectual, gente que pertence ao lado fascista da história.
Não há Prêmio Nobel que possa simbolizar a atuação democrática de Lula no mundo, nem todos os prêmios que Lula de fato ganhou ou recusou (a lista é imensa, uma das maiores do mundo). Porque a honraria mesmo que se desenha é esta em curso: ser o alvo máximo do ódio de classe e o alvo máximo do pânico democrático que tem fobia a voto.
Habitar 24 horas por dia a mente desértica dos inimigos da democracia e povoar quase a totalidade do noticiário político de um país durante 40 anos, dando significado a toda e qualquer movimentação social na direção de mais direitos e mais soberania, acreditem, não é pouco.
Talvez, não haja prêmio maior no mundo porque Lula é, ele mesmo, o prêmio. É ele que todos querem, para o bem ou para o mal. É o líder-fetiche, a rocha que ninguém quebra, o troféu, a origem, a voz inaugural, rouca, que carrega as marcas da história no timbre e na gramática.
Há de se agradecer essa grande homenagem histórica que o Brasil vem fazendo com extremo esmero a este cidadão do mundo. Ele poderia ter sido esquecido, como FHC. Mas, não. Caminha para a eternidade, para o Olimpo, não dos mártires, mas dos homens que lutaram e fizeram valer uma vida em toda a sua dimensão espiritual e humana.
A esquerda brasileira, de forte inspiração católica, costuma confundir santidade com pureza. No fundo, alguns como os microcéfalos de extrema direita, confundem mito – que é falso e frágil como o indivíduo – com lenda, que traduz uma história coletiva.
Tal como acreditam que possa existir paraíso, do qual depois de cruzados os umbrais, verdes e flores nos aguardam. Não, lamento, existe uma batalha que não cessa e batalhas precisam de bandeiras.
É isso o que os pretensiosos não compreendem. Que Lula pode ser e é um ser humano, com defeitos, dores, cansaços, erros, limitações.  Mas transcende tudo isso porque tem mais que um significado racional para cada brasileiro.
É um significante, algo que nos vem à mente quando pensamos que este país tem de ser o que é: grande, enorme, e dos brasileiros.
E por isso desponta gigantesco quando olhamos, desolados, o oceano de mediocridade que encobre a vida brasileira.

Flávio Dino Governador Midiático e “Publicano.”-Werbeth Saraiva

O que falar de um governador que ao longo de três anos de mandato foi o grande responsável pela falência de várias empresas do estado ? Um governador que aumentou impostos e cortou inúmeros programas sociais como o “Viva Luz” que beneficiava milhares de famílias em todo o estado, Flávio Dino um governo em ascensão ? Nunca.
Um governo “abarrotado” de ” puxa sacos” que tem papel fundamental no alicerce do projeto de se perpetuarem no poder do estado.
Um governo que tem 800 obras em curso pelo estado? Mentira.
 As grandes obras que o governador constrói “somente em seu Twitter.” 
As grandes inaugurações ? escolas com pinturas “chulas” e com a exposição da logomarca do governo do estado.
Podemos comparar o governador do maranhão como um antigo Publicano,Publicano é o nome dado aos coletores de impostos nas províncias do Império Romano. Eram detestados pelos judeus e muitas das vezes envolviam-se em corrupção cobrando das pessoas além do que deveriam, o chamado “Publicano ganancioso.”
 Realmente um governo comunista não poderia ser diferente, ditatorial, midiático e publicano.

2018 VEM AI, O MESMO CIRCO E O MESMO……

Professor envia mensagens para adolescente e é preso por assédio!

DAVINÓPOLIS – Um professor, identificado como José Arivan Sousa Moura, foi conduzido à Delegacia de Polícia civil de Imperatriz, suspeito de ter aliciado uma adolescente de 14 anos por meio de uma mensagem de celular.
A prisão foi feita por policiais militares, que encontraram José Arivan na casa onde mora, em Davinópolis. A suspeita foi comprovada através da troca de mensagens no Whatsapp, encontrada no celular da adolescente.
FLAGRA
A situação veio à tona depois que o pai da menina resolveu se passar por ela nas conversas pelo celular e marcou um encontro com o professor. Depois da “armadilha”, José Arivan foi denunciado à polícia e ao Conselho Tutelar.
O suspeito foi preso em flagrante por policiais que fizeram campana nas proximidades da residência dele. Ele foi conduzido ao Plantão Central da Polícia Civil para prestar esclarecimentos.
Policia Militar

Ex-prefeito de Bacuri é condenado por fraude no transporte escolar

O ex-prefeito do Município de Bacuri, José Baldoíno da Silva Nery, a empresa Conservis e quatro pessoas, foram condenadas por crime de improbidade administrativa, sob o argumento de que o processo licitatório para contratação de serviços de locação de veículos para transporte escolar fora simulado e direcionado para a empresa. A decisão foi da 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA).
De acordo com a ação movida pelo Ministério Público estadual (MPMA), foram detectadas diversas ilegalidades, entre elas a que acabou por culminar no trágico acidente, em abril de 2014, envolvendo uma caminhonete do tipo “pau de arara” que transportava alunos da rede pública, na qual morreram oito adolescentes e outros oito sofreram lesões corporais. Segundo o órgão, o serviço foi subcontratado a terceiros não habilitados para o transporte escolar.
A Justiça de primeira instância condenou ao ressarcimento, no valor integral do contrato de R$ 1.092.700,00, no percentual de 90%, os réus Célia Vitória Nery da Silva, secretária municipal de Educação à época, e o ex-prefeito José Baldoíno Nery, de modo solidário; e no percentual de 10%, também solidariamente, a Conservis e Andrew Fabrício Ferreira Santos, sócio da empresa.
Os réus também foram condenados à perda das funções públicas, caso as detenham, e suspensão dos direitos políticos pelo período máximo – oito anos – exceto a pessoa jurídica, por esta penalidade ser incompatível com sua natureza.
A Justiça de 1º Grau ainda fixou pena de multa, a ser paga solidariamente por todos os condenados, incluindo a empresa, no valor correspondente ao dano, ou seja, R$ 1.092.700,00, com juros e correção a partir de abril de 2014.
Por fim, proibiu todos os condenados de contratar com o Poder Público pelo período de três anos.
Os condenados apelaram ao TJMA, alegando ausência de dolo e pela diminuição do ressarcimento ao erário e da multa para o valor do lote previsto no edital, destinado à locação de transporte público escolar, no valor de R$ 600 mil.
VOTO – O desembargador Raimundo Barros (relator), em análise minuciosa dos autos, disse que as provas demonstram a ocorrência do ato de improbidade administrativa e que o prejuízo ao erário é evidente. Acrescentou que os réus confessaram que a empresa vencedora do pregão presencial recebia, mensalmente, R$ 60 mil por serviços subcontratados a terceiros.
Barros frisou que houve a intenção deliberada de todos os apelantes em “forjar”, “fraudar” o processo licitatório para enriquecer de forma ilícita a empresa Conservis e lesar o erário.
Ao analisar, porém, o pedido comum a todos os recorrentes quanto à redução do valor do ressarcimento e da multa, o relator observou que foi levado em conta, em primeira instância, o valor total do contrato firmado. O desembargador verificou que a instrução processual e o inquérito civil apuraram tão somente o contrato de transporte público escolar, no valor de R$ 600 mil. Em razão disso, Barros entendeu por reformar a sentença de base nesse ponto. E modificou também a proporcionalidade na aplicação das sanções.
Dessa forma, condenou Célia Nery da Silva, José Baldoíno Nery, Andrew Santos e a Conservis ao ressarcimento integral de R$ 600 mil, no percentual de 90% aos réus Célia Vitória e José Baldoíno, de modo solidário; e no percentual de 10%, solidariamente, aos réus Andrew e Conservis.
Os mesmos três réus – pessoas físicas – já citados, além do pregoeiro Wagno Setúbal de Oliveira, que elaborou o edital, e o ex-presidente da Comissão Permanente de Licitação, Gersen James Correia Chagas, também foram condenados à perda das funções públicas, caso tenham, e à suspensão dos direitos políticos por oito anos.
Quanto à multa civil, as cinco pessoas físicas e a Conservis foram condenadas a pagar R$ 600 mil, na seguinte proporção: R$ 350 mil, por José Baldoíno; R$ 20 mil, por Célia Vitória; R$ 15 mil, Wagno Oliveira; R$ 15 mil, Gérsen James; R$ 100 mil, Andrew Fabrício e R$ 100 mil, pela Conservis.
Todos, inclusive a empresa, também foram proibidos de contratar com o Poder Público por três anos.
Os desembargadores José de Ribamar Castro e Ricardo Duailibe também votaram pelo provimento parcial das apelações para reduzir o valor do ressarcimento ao erário e da multa civil, mantendo-se os demais termos da sentença de 1º Grau.

Polícia prende dupla após arrombamento de veículo na Cohab, em São Luís

A Polícia Civil prendeu, nessa segunda-feira (16), no bairro da Cohab, em São Luís, João Carlos Diniz Martins, de 32 anos e Rodrigo Michel Diniz Martins, de 30 anos. Eles foram flagrados arrombando um veículo que estava estacionado em um supermercado no bairro e subtraindo pertences que estavam no interior do automóvel.
Os irmãos possuem extensa ficha criminal pela prática do mesmo crime e utilizavam-se de um veículo Corolla, cor bege, placas NNE-0114, alugado, que servia para realizarem diversos furtos pela cidade.
Eles foram encaminhados ao Centro de Observação Criminologica e Triagem de São Luís, onde permanecerão mais uma vez à disposição da Justiça
jornal pequeno

PF começa a periciar diploma escolar usado por prefeito de São João do Caru para obter registro eleitoral

Os peritos da Polícia Federal investigam, desde o dia 05 do mês passado, um diploma escolar usado pelo prefeito de São João do Caru, Francisco Vieira Alves (PTC), para obter o registro eleitoral de sua candidatura durante as eleições de 2016. A denúncia que foi apresentada à Justiça pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) é baseada em documentos obtidos e publicados com exclusividades pelo blog, em novembro do ano passado.

De acordo com a denúncia, o diploma apresentado por Xixico, como é popularmente conhecido na cidade, ao Cartório da 78ª Zona Eleitoral para comprovar a sua escolaridade pode não ser verdadeiro. Isso porque o documento expedido pela Escola Artur Costa e Silva, sediada no Centro daquele município, informa que o prefeito havia concluído a 8ª do ensino fundamental na entidade em 1998.

No entanto, um teste feito por ele para comprovar sua alfabetização levantou ainda mais as suspeitas para a compra do certificado. Num papel em branco, em letras garrafais, não é possível compreender quase nada do que Xixico escreveu em sete linhas.

PF começou a periciar diploma escolar de Xixico no dia 05 de setembro

Em função disso, no dia 15 de agosto deste ano, o MPE denunciou Xixico por suposta falsificação do diploma escolar para obtenção do registro eleitoral. Três dias depois, o juiz Eduardo José Leal Moreira, do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, determinou que os documentos fossem remetidos à Polícia Federal para perícia.

O laudo deve ser concluído em 20 dias e será essencial para que a Justiça Eleitora dê continuidade ao processo que pode cassar o mandato de Xixico e suspender seus direitos políticos por falsidade ideológica e uso de documento falso nas eleições de 2016.
Antonio mart

Atleta de Nova Olinda é campeão no JEM’s,pela quinta vez

No último final de semana, os atletas do Tênis de Mesa, da escola Centro de Ensino Terezinha Alves Rocha(CETAR), de Nova Olinda do Maranhão, estiveram participando dos Jogos Escolares da Juventude(JEM’s) 2017.
Nas categorias por equipe, dupla simples e individual, a escola se destacou ganhando todas de ouro. Destaque mesmo é para o atleta Francisco Guilherme Rodrigues Cruz, que pela quinta vez é campeão no JEM’s, que além de ganhar todas as categorias em primeiro lugar, se classificou mais uma vez para etapa Nacional, que o mesmo vai esta representando a cidade de Nova Olinda do Maranhão e todo o Estado do Maranhão.
Estiveram acompanhando os atletas, os professores Marcelo Ferreira, Paulo Alberto e Monica Santos, que relataram que foi uma excelente atuação da equipe.
Parabéns a todos os atletas que estiveram participando.
Apoio, Prefeita Iracy Weba, Deputado Estadual Hemetério Weba, Prefeitura Municipal de Nova Olinda do Maranhão e Secretaria Municipal de Esporte e Juventude.
A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé e área interna
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas praticando esportes e mesa

Plácido Holanda e Delmar Sobrinho, ” A tampa e a Panela.”

imagem/ internet

No último domingo(15) o ex prefeito de Nova Olinda do Maranhão Delmar Sobrinho resolveu “aparecer,” ou pelo menos tentar aparecer, ele que entregou o município com vários meses de salários atrasados, devendo fornecedores entre outras mazelas.
O município foi entregue completamente “quebrado” por Delmar, que  saiu pela porta dos “fundos” além de dever os funcionários do município e os empresários da região, saiu dando calote nos políticos que o apoiaram a relatos que o mesmo pegava dinheiro emprestado e não pagava, inclusive existe o depoimento de um pistoleiro preso que relata que viu agiotas várias vezes na fazenda do ex prefeito Delmar Sobrinho, em tempo o blog apurou que uma investigação foi iniciada para saber se o dinheiro pago a agiotas por Delmar provinha de recursos públicos.
O ex prefeito reuniu um “grupo” de apoiadores para prestigiar os discursos de alguns políticos conhecidos no estado porém sem nem um serviço prestado a população Nova-olindense.
   Delmar hoje endividado e sem credibilidade nem uma no município contou com a ajuda de seu amigo Plácido Holanda Prefeito do município de Santa luzia do Paruá, “Plácido está aprendendo direitinho com Delmar o que é não pagar ninguém,” pois o mesmo está com vários meses de salários atrasados em Santa Luzia, e não para por aí, além dos salários em atrasos os fornecedores também estão sem receber e por último o prefeito não passou ao banco as parcelas dos empréstimos consignados dos servidores do município, confusão grande .
Mais com todos esses problemas em Santa Luzia do Paruá Plácido não deixaria de prestigiar e ajudar seu ” amigo” que tanto lê ajudou quando prefeito, o blog foi informado que Plácido levou para o evento de Delmar uma caravana de pessoas para prestigiar os candidatos do “amigo,” ele também deu sua contribuição para que o evento acontecesse, e adivinha quem pagou ? ” O povo de Santa Luzia ,” que inclusive algumas “lideranças” que hoje  estão com Delmar são “empregadas” e recebem pelo município Luziense , enquanto ele transforma o município em um “cabide” de empregos para seu amigo, tem funcionários passando fome por lá.
O evento de domingo em Nova Olinda serviu para o ex prefeito saber que não tem nem uma credibilidade com um povo que o ajudou, e ele os traiu, prova disso que foi um fracasso, os deputados que por lá foram saíram envergonhados pelo desprestígio do povo, e pelo discurso tomado de ódio de Delmar Sobrinho.
DELMAR SOBRINHO E PLACIDO HOLANDA “A TAMPA E A PANELA.”

Bandidos sofrem grave acidente após assalto e perseguição policial:

Dois assaltantes sofreram grave acidente, agora há pouco, na Avenida dos Franceses, próximo à entrada da Africanos, ao perder o controle da moto que ocupavam e baterem em um poste. Os ladrões haviam acabado de assaltar a empresa Josimar Transportes, na Avenida Santos Dumont, de onde levaram três celulares de funcionários, e na fuga começaram a ser perseguidos por uma viatura da PMMA. Próximo ao Elevado do Café, fizeram o retorno no sentido do Tirirical, mas, devido à alta velocidade, o condutor perdeu o controle da moto e colidiu violentamente contra um poste.

Em gesto de carinho prefeito André Dourado distribui presentes a todas as crianças da rede de ensino do município!



Além da mega festa na sexta feira dia das crianças Prefeito de Carutapera começou a distribuir nessa segunda-feira brinquedos nas escolas ensino infantil e de 1 ao 5 ano na sede e interior 2.000 mil brinquedos vão ser distribuídos, o prefeito entende que muitas crianças do município não teriam condições de serem agraciados com presentes no mês das crianças e resolveu promover a festa da garotada, em todas as escolas da sede e zona rural o gestor vai entregar pessoalmente para cada criança os presentes que na simbologia demonstram o carinho e a atenção que a administração tem com todas as classes.