Bomba! Grampo da PF revela que Márcio Jerry e Pacheco sabiam de esquema na saúde

Documentos obtidos com exclusividade pelo Blog  revelam que o esquema criminoso do qual desviou milhões da Secretaria de Saúde do Estado, através de pagamento extra, era do conhecimento do secretário Márcio Jerry. Interceptação realizada com autorização da Justiça mostra um dialogo bombástico entre o presidente do ICN, Benedito Silva Carvalho, e uma beneficiaria do pagamento extra, Josefa Quiteria Gonçalves Muniz Farias.
No dialogo grampeado pela Polícia Federal, Quiteria faz menções aos nomes do secretário estadual de Comunicação Social e Assuntos Políticos, Márcio Jerry Barroso, e Marcos Pacheco, titular da Secretaria Extraordinária de Articulação de Políticas Públicas.
Quiteria é flagrada afirmando que Márcio Jerry e Pacheco sabiam de todo o esquema do pagamento ilícito que, segundo a PF, gerou desvio de milhões dos cofres públicos do estado. Ela compromete ainda mais e revela que na época foi acordado entre os auxiliares de Flávio Dino.
“Não, mas se tiver não tem problema não, nem se preoucupe porque isso aí o Pacheco sabia, na época foi acordado com ele com o Jerry… tudo, entendeu? [Se refere a Marcos Pacheco e Marcio Jerry]”, diz a servidora em dialogo grampeado.
As interceptações fazem parte da investigação que resultou na 5• Fase da Sermao aos Peixes, Operação Pegadores que levou para cadeia 17 pessoas envolvidas em uma teia criminosa.
Neto Ferreira 

Parceria entre prefeitura de Carutapera, governo do estado e deputado Josimar garante 10 km de asfalto, ambulância, kits de irrigação, poços artesianos, viaturas e mais Benefícios para população.

O prefeito de Carutapera André Dourado recebeu em Carutapera no último dia 22 o governador do Maranhão e sua comitiva, na oportunidade Flávio Dino tratou de agraciar o município com vários benefícios entre eles os 5 km de asfalto do programa ” mais asfalto” que vai servir para o melhoramento da mobilidade urbana do município, e não parar por aí André Dourado também consegui junto ao governo do estado poços artesianos, kits esportivos para o incentivo do esporte local, e kits de inrrigacao, o que vai fortalecer a agricultura familiar no município.
 Dino ainda garantiu sementes aos agricultores , uma ambulância zero para ajudar na saúde do município, uma viatura de polícia, reforma do hospital municipal, além disso o governador garantiu que um prédio do IEMA será construído no município, quem esteve por lá e acompanhou toda a programação foi a presidente do PR mulher Detinha Cunha esposa do deputado Josimar ela que anunciou em nome de Josimar presidente do PR no Maranhão mais 5 km de asfalto, o governador se mostrou satisfeito com a responsabilidade e o compromisso assumido por André Dourado a frente do município, e garantiu que a parceria entre o governo do estado e o município de Carutapera será duradoura e beneficiará cada vez mais a população.
André Dourado por sua vez  agradeceu o empenho e o apoio do governo do estado, se mostrou a disposição, também agradeceu Detinha Cunha que esteve presente no evento e as demais autoridades.

Prefeito de Carutapera André Dourado consegue junto ao governo federal lancha que vai levar serviços básicos a população ribeirinha do município.

A Lancha da Assistência Social é usada no transporte das Equipes Volantes e dos materiais necessários para oferta dos serviços e ações de Proteção Social básica em locais isolados ou de difícil acesso.
Essas equipes fazem o atendimento às famílias em situação de vulnerabilidade e risco social, especialmente aquelas em situação de extrema pobreza, que residam em comunidades ribeirinhas e praianas, cujo acesso se dá exclusivamente por meio de embarcações.
Além dos atendimentos, a Lancha irá  contribuir para a realização da estratégia de Busca Ativa para localizar pessoas extremamente pobres ainda não inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.
A Prefeitura Municipal de Carutapera, através da Secretaria Municipal de Assistência Social vem promover o acesso aos direitos de cidadania, por meio de Programas, Projetos, Serviços e Benefícios, com Equipe Exclusiva para o atendimento à população das Praias e Ribeirinhas.
O prefeito André Dourado se manteve esforçado para que o equipamento chegasse no município, pois sabe da necessidade que enfrenta as equipes da assistência social e de outras áreas no quesito locomoção principalmente nas áreas ribeirinhas do município.

Deputado Othelino defendeu a permanência do presidiário Luís Júnior no governo!

Deputado Othelino Neto defendeu o presidiário Luiz Júnior
É comprometedora a ligação do 1° vice-presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), com o presidiário Luiz Marques Barbosa Júnior, ex-superintendente da rede estadual de saúde do Maranhão.
Blog do Werbeth Saraiva obteve um vídeo da sessão plenária da Casa Legislativa do dia 24 de março de 2015. O vídeo é do discurso da deputada estadual Andrea Murad (PMDB).
Durante o discurso da deputada, que denunciou Luiz Júnior por ter sido condenado pelo Tribunal de Contas do Estado e ser “ficha-suja” para permanecer no cargo do governo Flávio Dino, Othelino Neto sai em defesa do ex-superintendente.
No vídeo, Othelino aparece pedindo um aparte no discurso de Andrea e defende a permanência de Luiz Júnior no governo.
“Eu conheço o superintendente Luiz e, inclusive, soube por ele próprio a questão da reprovação de Contas […] não existe condenação dele por colegiado […] tendo as condições legais como ele [Luiz Júnior] tem, é prerrogativa do governador nomear as pessoas que ele julga que tenha as condições de desempenhar as funções no governo, afinal de contas o povo confiou essa missão ao governador Flávio Dino,” diz o parlamentar do PCdoB.
A declaração do deputado Othelino Neto é mais uma prova para a Polícia Federal investigar. Clique e veja o vídeo:

BOMBA! PF descobre elo entre deputado do PCdoB com médico Mariano, operador do esquema da Saúde

Investigações preliminares apontam para uma espécie de parceria entre o médico e assessor técnico da Secretaria de Saúde, Mariano de Castro e Silva, e um deputado estadual pelo PCdoB. A relação, segundo apurou a reportagem, é obscura e nada republicana.
Há informações de que o parlamentar teria atuado também numa rede criminosa de indicações de quarteirizadas. Essas indicações, a princípio, levou a PF numa linha extremamente comprometedora, na qual o médico Mariano foi descoberto atuando em favor da empresa Quality Serviços Médicos Ltda.
Políticos (deputados estatuais) do auto escalão do governo Flávio Dino aparecem enrolados até o pescoço no esquema de indicações de funcionários fantasmas, inclusive fazendo lobe em favor de entes privados para abocanhar contratos.
Mas, o que chamou atenção da Polícia Federal, é a evolução patrimonial de um deputado do PCdoB que conseguiu comprar um apartamento de milhões no edifício Tow Twaees. A compra levantou a suspeita da origem do dinheiro.
Esquema
Em depoimento à Polícia Federal, o empresário Antonio Nogueira, sócio-proprietário da Quality Serviços Médicos Ltda – uma das empresas alvo da 5ª fase da Operação Sermão aos Peixes, denominada Pegadores, declarou que a Quality era uma empresa fantasma e comandada pelo médico Mariano, cuja função era receber e repassar dinheiro oriundo dos cofres da Saúde.
De acordo com o relato do empresário, o assessor técnico da Rede de Assistência à Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (SES) era o responsável por garantir que as notas fiscais para os pagamentos à empresa fossem atestadas.
A Quality foi criada a pedido do cunhado de Mariano Silva.
Prisão
No dia 16, o médico foi um dos 17 alvos da operação Pegadores. Ele é apontado como o operador do esquema criminoso que desviou R$ 18 milhões da Saúde do Maranhão (relembre).
“Mariano era responsável por montar e executar uma contabilidade paralela, que era encaminhada para as Organizações Sociais a fim de fraudar as prestações de contas e ajustar os valores efetivamente gastos com aqueles previstos nos contratos firmados com o Governo do Maranhão”, ressaltou o inquérito da Polícia Federal.

Rosângela Curado consegue habeas corpus e deixará a prisão

A ex-subsecretária de Saúde do Maranhão Rosângela Curado (PDT) deve deixar a prisão nas próximas horas.
Ela conseguiu um habeas corpus no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1).
Curado está presa desde a semana passada, quando foi desencadeada a Operação Pegadores.
Aguarde mais informações
Blog do Gilberto Ledá

VERGONHA! Em Santa Luzia Plácido Holanda descumpre acordo e moradores interditam BR 316.

A interdição foi iniciada por volta das 15h00, cerca de 120 pessoas participam da ação que visa chamar a atenção do poder executivo para as reivindicações impostas, dentre as tais a falta de água e a falta de infraestrutura nas proximidades da Piçarreira do Paruá. O protesto se originou na ponte que liga o Distrito Paruá a povoados da zona rural da cidade e foi direcionado para a BR-316 após a prefeitura descumprir o acordo inicial acertado entre representante do prefeito Plácido Holanda e representantes da comunidade. 
De acordo com presentes no protesto, pessoas ligadas ao prefeito chegaram a debochar dos manifestantes ontem (21) e após 24 horas de protesto chegaram  inclusive a proferir ameaças direcionadas aos lideres da manifestação. Não há previsão de liberação da pista.

Caos Caos e Caos! Moradores de Santa Luzia Do Paruá interditam BR 316 em protesto contra a péssima gestão de Plácido Holanda.

 A principal reivindicação da comunidade é pelo asfaltamento das vias. A revolta com o prefeito é tamanha que de acordo com pessoas organizadoras do ato, a presença do prefeito Plácido Holanda está sendo exigida no local para que haja a desobstrução da ponte que liga o Distrito Paruá a povoados da zona rural da cidade.
A gestão de Plácido Holanda arrolada até o pescoço em denuncias de malversação do dinheiro público , com vários meses de salários atrasados sem um remédio nas farmácias dos postos básicos de saúde, o município vive os piores dias de suas história, e dessa vez os moradores resolveram interditar a BR316 em protesto contra a gestão de Plácido Holanda.
 Nesse momento Plácido já deve está sabendo da movimentação pelas redes sociais já que segundo os próprios moradores o prefeito se mudou para o município de Santa Inês, o mais impressionante nisso tudo é que o Ministério Público não se manifesta em favor do povo que busca visibilidade e solução dos problemas através dos protestos.
caos caos caos …

Irmão do prefeito de Pinheiro quase mata ex esposa,tem prisão preventiva decretada, foge, e a polícia do Maranhão e o judiciário se calam!

Muito se falou a semanas atrás sobre o caso da advogada Ludimila espancada pela segunda vez pelo seu ex marido Lucio André Genésio ele que é irmão do prefeito de Pinheiro Luciano Genésio e pré candidato a deputado federal, só para relembrar um pouco o episódio, Lucio convidou sua ex esposa para um jantar de “reconciliação” os dois estariam separados por que Lucio já tinha agredido a mesma quando ela ainda estava grávida, na saída do jantar em um ataque de loucura o pré candidato a deputado ficou atacado de uma crise de ciúmes, o mesmo pediu o celular da advogada para ver se ela conversava com outros homens , como ela se recusou a dar o celular ele partiu para cima com ” socos e pontapés” após a série de agressões que quase leva a óbito a advogada, o agressor ainda tenta atropela com o carro que dirigia a mesma, a tentativa de tirar a vida da ex companheira foi frustada devido aos moradores que ouviram as cenas de pancadaria e saíram em defesa da mulher, Lucio saiu conduzido até uma delegacia de São Luís chegando lá o delegado o recebeu gentilmente e o mesmo pagou uma fiança de pouco menos de 5 mil reais e foi para casa ” livre leve e solto,” no dia seguinte uma parte da mídia tratou de mostrar a sociedade o absurdo cometido pelo agressor e pelo delegado que arbitrou a fiança, o Ministério Público se encarregou de pedir a prisão do acusado, e o juiz plantonista Clésio Cunha determinou a prisão imediata de Lucio André Genésio, foi aí que a “eficaz ” polícia do Maranhão saiu a campo em busca de prender um aliado do governador Flávio Dino, estranho… 
Quando chegaram para cumprir o mandado de prisão Lucio André já tinha “vazado” ninguém sabe o paradeiro o mesmo não deixou pistas, “é preciso chamar um serviço de inteligência para desvendar o tal esconderijo do Homem” que quase matou sua ex companheira, a polícia do Maranhão não informou se as buscas pelo acusado continuam, o judiciário também silênciou, até os movimentos que lutam pela coibição da pratica de crimes contras mulheres silênciou sabe se lá por que, talvez o que justifica esse ” abafa” é o estado, um Maranhão sem lei, onde os poderosos e aliados de qualquer governo que tenha poder sobre as autoridades civis e militares “podem, Matar, espancar e não serem punidos devido a posição política que ocupam no estado, enquanto isso a jovem Ludmila está com medo de sair de casa e uma nova tragédia aconteça com ela, a polícia do Maranhão , o judiciário tem que dar uma resposta a essa população, que já está desacreditada na justiça do Maranhão.

Op. Pegadores: Dossiê encontrado na casa de Aragão do IDAC tem citação ao Palácio dos Leões

Dossiê foi encontrado na casa Antônio Aragão, diretor do IDAC.

Dossiê foi encontrado na casa Antônio Aragão, diretor do IDAC.
A Polícia Federal revelou que em um “dossiê” encontrado na casa de Antônio Aragão existem informações graves sobre propina, superfaturamento, empresas de fachada e ‘funcionários fantasmas’ relacionados a empresas privadas e órgãos da administração da Saúde do Maranhão. A ligação direta entre investigados e o Palácio dos Leões é sugerida nos documentos. No fim da reportagem, leia a nota encaminhada pelo Governo do Estado.
Material encontrado na casa de Antônio Aragão foi utilizado pela PF para fundamentar à Justiça Federal o pedido para prorrogar prisões de cinco citados no esquema criminoso investigado pela “Operação Pegadores”, desdobramento da “Operação Sermão aos Peixes”.
De acordo com as investigações, a Polícia Federal confirma à juíza Paula Souza Moraes, substituta da 1ª Vara Criminal, que “de acordo com os trechos colacionados, há informações sobre funcionária fantasma amante de Mariano (de Castro Silva), pagamento de propina, superfaturamento de contratos da EMSERH (Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares), empresas de exames laboratoriais de fachada que recebe dinheiro público sem realizar os respectivos serviços, menção a suposta autorização do ‘palácio’ à Rosângela Curado, para que ela ficasse responsável pela AME/CEMESP Imperatriz, informação confirmada por Antônio Aragão em seu depoimento”.
O documento segue com trechos de depoimentos dos investigados, sendo que as informações prestadas por Antônio Aragão tratam diretamente da relação de Rosângela Curado no esquema. No documento, a Polícia Federal revela que Aragão garantiu que “a Rosângela, ao lado de Mariano, caberia indicar as empresas para contratar com a unidade de saúde AME/CEMESP Imperatriz, ou seja, Rosângela faria a gestão da unidade, mesmo sem ocupar qualquer cargo público, o que o investigado chamou de ‘quarterização’. Antônio Aragão completa, ainda, dizendo que a gestão daquela unidade foi repassada para Rosângela e que ele, como gestor do IDAC, seria mero repassador de pagamentos”.
Para robustecer ainda mais os argumentos, o pedido da Polícia Federal cita uma informação da Controladoria Geral da União (CGU) de que mesmo com a “Operação Rêmora”, quarta fase da “Operação Sermão aos Peixes”, os repasses para empresas ligadas aos investigados continuam.
Depois que houve o rompimento de contrato da Secretaria de Estado da Saúde (SES) com o Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (IDAC), outra empresa recebeu recursos públicos na ordem de R$ 1 milhão, entre agosto e setembro de 2017. O Instituto de Serviço Médicos Ltda., que pertence a Ideide Lopes de Azevedo Silva, presa provisória e sogra de Mariano de Castro Silva.
A PF diz que Mariano é “servidor da Secretaria de Estado da Saúde, o qual é apontado como principal responsável pelos crimes, em tese, cometidos a partir da utilização de empresas de fachada. Noutras palavras, Mariano de Castro Silva, que é a pessoa apontada por Aragão como sendo o centro da Secretaria de Estado da Saúde, continuou a se beneficiar do esquema ilícito, empregando inclusive uma empresa em nome de sua sogra, mesmo após rescisão com o IDAC”.
Segundo à Polícia Federal, outro investigado, Antônio José Matos Nogueira, dono da Quality Serviços Médicos Ltda., disse que a empresa foi aberta a pedido de uma pessoa identificada como Thiago, cunhado de Mariano Castro Silva. A empresa recebia dinheiro do IDAC, empresa investigada durante a “Operação Rêmora”.
G1 solicitou nota pedindo esclarecimentos ao Governo do Estado sobre os assuntos tratados na reportagem, mas a resposta não abrodou os assuntos em questão.
Veja a nota na íntegra:
“A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que, desde o início, se coloca à disposição da Polícia Federal para quaisquer esclarecimentos, e aguarda a lista de quem seriam os funcionários envolvidos. Rosângela Curado atuava como prestadora de serviços no Centro de Medicina Especializada (Cemesp), em Imperatriz, e recebia a contraprestação decorrente desta tarefa”.