Contra a população, Vereadores de Timon negam início de CPI para investigar o governo Dinair Veloso

A maioria dos vereadores da Câmara Municipal de Timon, no interior do Estado, votaram contra dois requerimentos do vereador Ulysses Waquim (PSD) que pedia a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar irregularidades no fornecimento de transporte e merenda escolar no município, além da falta de medicamentos e não instalação de prontuário eletrônico.

Com a atitude, o Legislativo Municipal deixará de investigar denúncias envolvendo a baixa qualidade da merenda escolar que é oferecida aos alunos, bem como o transporte escolar que se encontra em estado precário.

Ademais, diferente do que ocorreu em Santa Inês, por parte do Ministério Público, a falta de medicamentos nas unidades de saúde de Timon também não será pauta dos vereadores, com a reprovação dos requerimentos.

A imprensa local classificou a decisão dos parlamentares da base governista como “amordaçada” e que “se fingem de cegos para as coisas erradas da gestão” da Prefeita Dinair Veloso.

Má gestão

A gestão da prefeita citada tem sido alvo de recorrentes críticas, especialmente em relação à falta de obras e ações em benefício coletivo. De acordo com informações, as únicas obras existentes no município são do Governo do Estado, inexistindo iniciativas do governo municipal.

Deixe uma resposta