Prefeito de Primeira Cruz, Nilson, é alvo de investigação que apura crimes ambientais na Lagoa do Cassó

O prefeito de Primeira Cruz, Nilson do Cassó, é alvo de uma investigação que apura notícia da ocorrência de crime ambiental. De acordo com informações, a denúncia gira entorno de construções irregulares de residências e pousadas na região da Lagoa do Cassó.

O Ministério Público Estadual requisitou à Prefeitura de Primeira Cruz, informações acerca da efetiva implementação do Plano de Regularização Ambiental – PRA, que trata da regularização das construções no entorno da Lagoa.

A instituição entende que cabe ao Ministério Público a atitude de defender os valores ambientais, urbanísticos, culturais e humanos que garantam um meio ambiente ecologicamente equilibrado para as presentes e futuras gerações, contribuindo no processo de formação social e, por isso, nomeou como secretário o técnico ministerial Rui Eduardo Soares Gomes Filho, para tomar as providências necessárias e apresentar um relatório sobre a situação.

Deixe uma resposta