PF realiza cumprimento de mandado no Maranhão

 A Polícia Federal no Maranhão,através da Unidade de Repressão aos Crimes de Ódio e Pornografia Infantil, deflagrou na manhã desta quinta-feira(23), em São Luís, a Operação “Nêmesis”.

A Operação “Nêmesis”, coordenada pela Polícia Federal de Brasília deu cumprimento a 28 mandados de busca e apreensão nos estados de Minas Gerais, Paraíba , Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e em São Paulo.

Já no Maranhão ,a PF cumpriu mandado numa residência localizada no bairro da Cidade Operária.No local foram apreendidos pendrives,DVDs,CDs e computador. O investigado não se encontrava no momento da apreensão,mas deverá se apresentar nas próximas horas na Sede da Superintendência PF,na Cohama .

A operação “Nêmesis”  faz referência  mitologia, na qual simboliza a indignação pela injustiça ,sendo sua função essencial  o equilíbrio quando a justiça  deixa de ser praticada. A iniciativa coincide com a  semana do Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes que é celebrado anualmente em 18 de maio.

PF deflagra operação Grande Família para combater fraudes previdenciárias no Piauí e Maranhão

 

material apreendido durante a operação” Grande Família”   foto: Polícia Federal

A  Polícia Federal deflagrou nesta quarta- feira (15) a Operação “GRANDE FAMÍLIA”,visando desarticular grupo criminoso especializado no recebimento de benefícios previdenciários de segurados falecidos.

Segundo informações,cerca de 125 agentes federais dos Estados do Piauí, Ceará, Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco deram cumprimento a 31 mandados de busca e apreensão e 21 mandados de prisão preventiva. Os mandados expedidos pela 3ª Vara da Seção Judiciária Federal em Teresina,estão sendo cumpridos nos estados do Piauí e Maranhão.

De acordo a Polícia Federal,as investigações tiveram início em 2018, a partir de relatórios produzidos pela Coordenação Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT) da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia – órgão integrante da Força tarefa Previdenciária – que apontaram irregularidades em transferências de benefícios previdenciários do Maranhão para o Piauí.

ainda de acordo a Polícia Federal,a quadrilha era formada por estelionatários e servidores públicos, falsificava documentos em nome dos beneficiários falecidos, abria contas bancárias e, posteriormente, servidores do INSS integrantes da quadrilha transferiam os benefícios do Estado do Maranhão para Teresina.

Cerca de 640 benefícios previdenciários fraudados foram identificados no curso da investigação. A Justiça Federal determinou a imediata suspensão destes benefícios, medida que evitará um prejuízo futuro estimado em R$ 80 milhões. Também determinou a apreensão de veículos, o bloqueio das contas bancárias dos presos e a suspensão do exercício da função pública para os servidores do INSS.

Os investigados deverão responder os artigos 288,171,299,304,317 e 333 do Código Penal Brasileiro pelos crimes de associação criminosa estelionato qualificado , falsidade ideológica, uso de documento falso, corrupção passiva e corrupção ativa.

Polícia Federal prende traficantes no Maranhão

A Polícia Federal no Maranhão, por meio da Delegacia de Repressão a Drogas (DRE), deflagrou na manhã desta quarta-feira(15), em São Luís, a 2ª Fase da Operação “MD”. a operação visava desarticular um grupo criminoso especializado no tráfico de drogas que utilizava os Correios. A operação “MD” recebeu esse titulo em decorrência das iniciais da substância (metileno-dióxido) que compõe o ecstasy, uma das principais drogas traficadas pelo grupo criminoso.

Segundo a polícia,a partir dos interrogatórios da primeira fase da operação realizada em 16 de abril deste ano, e da análise de algumas mídias que os integrantes do grupo criminoso ficou constatado que o grupo era especializado na distribuição de drogas conhecidas como ecstasy e LSD, além de cocaína, skunk e maconha, em festas na capital maranhense, especialmente em eventos de música eletrônica, onde há grande concentração de jovens.

A equipe de investigação interceptou várias encomendas, contendo as substâncias entorpecentes que chegavam até os investigados, via postal,oriundas dos Estados Rio de Janeiro, Pernambuco e Mato Grosso do Sul.

A Polícia Federal deu cumprimento a cinco mandados de prisão Temporária e 04 mandados de busca e apreensão na capital maranhense.As ordens judiciais foram expedidas pela Justiça Estadual do Maranhão, com o objetivo de colher provas da materialidade do crime e subsidiar as investigações.

Os envolvidos estão sendo conduzidos à Superintendência de Polícia Federal no Maranhão, onde serão indiciados pelo no Código Penal Brasileiro nos arts. 33 e 35 da Lei nº 11.343/06,pelos crimes de tráfico de drogas e associação para tráfico,onde responderão por penas que chegam até 15 anos de reclusão.

OLHA AÍ, PF! Prefeito de Primeira Cruz vai pagar com recursos federais quase R$ 1 milhão de “quentinhas”

Nilson do Cassó ladeado de amigos em evento na cidade.

O município de Primeira Cruz administrado pelo prefeito Nilson do Cassó resolveu gastar uma verdadeira fortuna com aquisição de quentinhas, o valor que será gasto com aquisição de refeições prontas é o maior já estimado por prefeituras do estado.

Está claro que o “espetinho” da cidade está sendo usado de forma imoral para lavar e desviar dinheiro público e o que é pior, bem nas “vistas” do Ministério Público Federal. Ainda de acordo com levantamento do Blog Do Werbeth Saraiva, o fundo municipal de saúde custeará a maior parte dos recursos que será pago as “quentinhas.”

De acordo com o diário oficial, o Fundo municipal de Saúde arcará com R$ 531.600,00, a secretária de administração R$ 165.100,00, já a secretaria de educação do município vai bancar, R$ 83.300,00 e para completar a secretaria de assistência social do município deve pagar, R$ 60.550,00. O “churrasquinho” premiado com as licitações é o J. SOUSA DE LIMA de propriedade do empresário JOSIEL SOUSA DE LIMA, a soma de todos os contratos é de exatos; R$ 840,550,00 ( Oitocentos e cinquenta mil quinhentos e cinquenta reais,).

No total a maior parte dos recursos deste claro roubo aos cofres públicos escoará dos recursos federais da educação que chegam ao município.

MAIS…

A Policia Federal o Ministério Público Federal e os demais “órgãos” fiscalizadores devem ser acionados com urgência e botar na cadeia os verdadeiros saqueadores do erário público municipal.

O blog do Werbeth Saraiva fez um levantamento detalhado de inúmeras licitações realizadas no município na gestão do prefeito Cassó, revelaremos mais em breve…

VEJA OS CONTRATOS;

Alô Polícia Federal! Pacientes estão sendo obrigados a comprar remédios em São João do Caru

Registro da única ambulância do município, parada

A vereadora Tati do Valdo (PSD) do município de São João do Carú, publicou por meio de sua rede social (WhatsApp), uma nota de repúdio pelo descaso que o atual prefeito “Xixico Vieira” vem dando para a saúde pública daquele município. A vereadora cita que não há enfermeiro plantonista no hospital municipal e que os pacientes são obrigados a comprar remédios básicos.

Leia abaixo na integra a nota da vereadora Tati do Valdo: 

“Nota de Repúdio

Venho por meio desta nota prestar minha indicação ao governo municipal de São João do Caru, administração Xixico Vieira. É lamentável a situação que a nossa saúde se encontra. Onde um hospital municipal não tem enfermeiro plantonista, não tem medicamento para os pacientes que se encontram internado, os mesmos têm que comprar o medicamento nas farmácias locais as quais as vezes não possui o medicamento indicado pelo médico. Presenciei tudo isso quando fui ao hospital com dores de parto, o recepcionista logo me informou que não havia enfermeiro plantonista no hospital apenas o médico e técnicos de enfermagem.

Enquanto esperava a hora do parto presenciei os funcionários entregando às pacientes receitas com medicamentos para dor indicado pelo médico, os quais é de obrigação do Secretário de Saúde e prefeito municipal providenciar para não faltar o atendimento básico. Saí do hospital no dia seguinte sem a Certidão de Nascido Vivo da criança, pois a mesma deveria ser preenchida por um enfermeiro o qual mais uma vez não tinha no hospital.

Hoje fui ao hospital para receber a Certidão de Nascido Vivo, mas não foi possível receber, pois mais uma vez não tinha enfermeiro para fazer o procedimento. Deixo aqui meus parabéns aos funcionários que mesmo nessa situação caótica ainda conseguem prestar um atendimento aos pacientes.

As perguntas que não querem calar:

Por quê não tem enfermeiro no hospital?

Será se foram todos demitidos?

Por quê não tem medicamento?

Pra onde está indo o dinheiro desses atendimentos básico?

Se alguém da base aliada do prefeito tiver alguma resposta para o que está acontecendo, nos esclareça, pois a população pede resposta e ações pra que se resolva essa situação antes que o pior possa acontecer a algum paciente.

Escreveu indignada a vereadora.

É necessário que a polícia Federal investigue o que está ocorrendo com as verbas destinadas a saúde do município.

Cleomar Tema obliterou que foi preso pela PF…

Tema sendo conduzido pela PF

O blog alertou poucos dias que a eleição da FAMEM, marcada para o próximo dia 30 deve “esquentar” os bastidores da política no Maranhão. Reveja AQUI.

O atual presidente Cleomar Tema, não desiste e vai tentar de tudo para conseguir uma improvável reeleição, e nos últimos dias, Tema tem usado de todas as estratégias, até membro do judiciário ele quer envolver para que se reeleja.

Alguns comunicadores aliados do prefeito de Tuntum e bem “alinhados” na FAMEM, estão “ordenados” a “implodir” negativamente o nome de Erlânio Xavier. Erlânio é o nome em ascensão entre os prefeitos para presidir a FAMEM, nos próximos anos. Hoje (10) por exemplo, surgiu uma série de ”informações” relembrando processos antigos que Erlânio está “arrolado” inclusive na polícia Federal, o problema é que Cleomar Tema foi preso pela PF na operação “rapina” que investigava denúncias de fraude de licitações.

A ação policial, intitulada de “Operação Rapina”, contou com apoio da Controladoria Geral da União (CGU), na época Tema já estava presidente da FAMEM. Ou será que esqueceram?

PF deflagra operação para combater golpes por celular depois de clonagem de telefones de políticos

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta terça-feira (17) operação para desarticular grupo que clonava números de telefone para aplicar golpes por meio do aplicativo WhatsApp, de troca instantânea de mensagens.

A ação é desdobramento de um pedido de ministros do governo Michel Temer que tiveram telefones celulares clonados. Em março deste ano, os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Carlos Marun (Secretaria de Governo) e o ex-ministro Osmar Terra (Desenvolvimento Social), todos do MDB, pediram investigação policial depois de terem os telefones celulares clonados.

Segundo os relatos dos ministros, mensagens foram enviadas aos contatos deles por meio do aplicativo WhatsApp com pedidos de depósitos bancários.

Na operação desta terça, batizada de Swindle, que significa “fraude” em inglês, policiais cumpriram cinco mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão preventiva no Maranhão e no Mato Grosso do Sul. Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal em Brasília.

De acordo com investigadores, com os números clonados, os agentes criminosos usavam contas de WhatsApp de autoridades públicas e solicitavam transferências bancárias das pessoas da lista de contatos do telefone alvo de fraude.

A polícia investiga os crimes de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa.

No Maranhão deputados como Josimar de Maranhãozinho, Vinicius Louro. Prefeitos e demais autoridades também tiveram celulares clonados e foram vitimas de Golpes.

VAI DAR CADEIA! Vice prefeito denúncia Umbelino Ribeiro na PF pelos crimes de organização criminosa, formação de quadrilha, peculato…

A cada dia que passa a situação do prefeito de Turiaçu, Umbelino Ribeiro se complica mais perante a justiça. Como se já não bastasse o montante de processos que o mesmo responde, desta vez  alguns vereadores e o vice prefeito do município resolveram denunciar Umbelino Ribeiro na CGU e na polícia Federal. Segundo denúncia encaminhada a controladoria geral da união, Umbelino coordenou um esquema criminoso que com uma única licitação roubou quase 1,5 milhão de reais dos cofres do município. Ocorre que a presidente da CPL de Turiaçu senhora Helda de Jesus Sousa é filha da proprietária de uma empresa de fachada que faturou o montante sem se quer ter uma nota de entrada de mercadoria, funcionários, ou sede comercial. O prefeito também foi denunciado ao Ministério Público Federal pelos crimes de organização criminosa, peculato, prevaricação, corrupção ativa e passiva. 

Umbelino denunciado na polícia federal. 

A denúncia formulada na superintendência da PF requer que o órgão investigue suposta fraude nos registros de funcionários da saúde, consta  lotados em postos de atendimentos como se atendessem 40 horas, porém na prática nunca se quer compareceram aos postos de trabalho. A fraude segundo os denunciantes precisa ser investigada pelo órgão e se comprovada, pode resultar em cadeia para Umbelino Ribeiro. 

Veja as denúncias

ABRE O OLHO PF! Troca troca de prefeito em Amapá do Maranhão, e o dinheiro da educação indo para o ralo

Por essas e outras que a corrupção no Brasil não acaba, todo mundo que tem a oportunidade de dirigir um órgão público  quer sempre se aproveitar para roubar.

Em Amapá do Maranhão a câmara de vereadores manobrada pelo presidente Renato Araújo, afastou a prefeita eleita Tate do Ademar. Renato Araújo que também  teria que ser afastado pois a frente da câmara municipal deixou de cumprir todas as determinações impostas pelo TCE sobre transparência.

O vice-prefeito João Vilar (PCdoB), que tomou posse logo no dia seguinte (24), não realizou nenhuma mudança e manteve os mesmos secretários nas pastas de administração, finanças e tesouraria no município. Diante dos fatos o presidente articulou e tratou de afastar o vice prefeito para que ele assumisse o comando do município, a maioria da população do município sabe bem qual a verdadeira intenção de Renato. Se a frente do legislativo municipal Renato não é transparente imagine a frente de um orçamento de quase 1 milhão.

 O Ministério Público  e o juízo da comarca local precisam se posicionar e não deixar a população ser  penalizada por atos imorais de pessoas que vivem de sugar o dinheiro público.

Vale ressaltar que empresas de fachadas costumam operar nessas idas e voltas de gestores, além  da lavagem de dinheiro que em casos é bem eminente.

Sò no último dia 30 os repasses passaram da casa dos meio milhão de reais, é um caso que a Polícia Federal precisa averiguar bem de perto.

A POLICIA FEDERAL PRECISA ESTAR ATENTA!

Prefeito de Turiaçu é denunciado na Polícia Federal por caos na saúde

O prefeito de Turiaçu Umbelino Ribeiro foi denunciado na Policia Federal pelo caos na saúde do município. Ocorre que segundo a denúncia  formulada em uma morte que ocorreu no hospital local, supostamente por negligência médica, coloca em cheque a aplicação de recursos oriundos do governo federal para suprir as necessidades básicas da saúde de Turiaçu.

 Entenda o caso: 

No último dia 06, um Homem popularmente conhecido na cidade como Galdino sofreu um grave acidente de moto quando retornava para sua casa. Ao chegar no hospital administrado pelo município, não havia um médico para prestar atendimento.

Segundo relatos de familiares, a vítima que chegou com um trauma na cabeça e sentido dores no tórax provocado pela queda, foi atendido por um maqueiro. Foi o próprio maqueiro quem medicou, fez o curativo e em seguida liberou o paciente para ir para a casa.

Depois de ser atendido e liberado pelo maqueiro, o senhor Galdino Marques sentiu fortes dores de cabeça e depois de algumas horas acabou morrendo.

Os familiares denunciaram que a falta de médicos é comum na unidade Elvira Carvalhal e que enfermeiros muitas vezes fazem o papel de médicos. A situação é tão comum que até um maqueiro se acha na condição de atender um paciente, eles responsabilizam a gestão de Umbelino pela morte de Galdino e querem providências sobre o caso.

Umbelino denunciado na Policia Federal 

A denúncia do caso na PF se justifica pelo fato da prefeitura municipal de Turiaçu receber mensalmente recursos do governo federal via ministério da saúde para serem investidos no atendimento a população, pagamentos de médicos e equipes medicas. Assim como aquisição de remédios e materiais hospitalares. O denunciante ainda afirma que o município não conta com equipes de pronto socorro e médicos para atender a população.

“E frequente a falta de profissionais de saúde e as condições são sempre as piores possíveis.”

Denunciou Sérgio Emanuel da Silva Marques.