Polícia Civil faz operação contra tráfico interestadual de drogas no Tocantins e Maranhão

Foto da Operação Fronteira. Foto: Polícia Civil.

A Polícia Civil iniciou na manhã desta quarta-feira (19) uma operação denominada “Fronteira” contra o tráfico interestadual de drogas no Tocantins e Maranhão. Estão sendo cumpridos mandados de prisão preventiva, busca e apreensão em Sítio Novo (TO), São Miguel do Tocantins, Augustinópolis e Imperatriz (MA). Oito pessoas foram presas.

Durante a operação,que teve objetivo combater o tráfico interestadual de entorpecentes, foram expedidos nove mandados de prisão preventiva e seis ordens de busca e apreensão. Os mandados estão sendo cumpridos pela Delegacia Especializada em Investigações Criminais de Araguatins (DEIC) de Araguatins, em parceria com o Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE).

Polícia Civil cumpre mandado de prisão na capital

Foto:Polícia Civil

A Polícia Civil do Maranhão deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva,expedido pelo Plantão Criminal de São Luís, contra Luciano da Cunha Pinheiro e Benício Martins Costa Pereira. Segundo a polícia,eles e mais um terceiro são suspeitos de tentarem contra a vida de Magno Campelo que sofria ameaças de uma facção criminosa.

Ainda segundo a polícia,os suspeitos tentaram arrombar o apartamento do condomínio Piancó.A vitima e sua esposa conseguiram segurar a porta,mas Luciano Cunha e Benício Martins com o terceiro identificado apenas por Ferdinan,desferiram diversos disparos de arma de fogo,onde Magno Campelo foi alvejado no abdômen.

Luciano e Benício Martins foram apresentados no Plantão Central  do Anjo da Guarda,em seguida, encaminhados para o Complexo de Pedrinhas onde ficarão à disposição da Justiça.

Com mais de 67 aparelhos celulares, mulher é presa pela Polícia Civil por receptação em Imperatriz

 

Foto: Polícia Civil do Maranhão.

A Polícia Civil do Estado do Maranhão, através da 10ª Delegacia Regional de Imperatriz por intermédio da equipe de capturas, autuou em flagrante delito na manhã desta segunda-feira (3), uma mulher identificada por Ana Paula dos Santos Oliveira (38) pelo crime de receptação qualificada.

De acordo com o delegado Ederson Martins, a mulher guardava um aparelho iPhone6S furtado, bem como mantinha expostos a venda diversos outros eletrônicos usados sem comprovação de origem lícita em seu estabelecimento comercial no setor do mercadinho na cidade.

Foram apreendidos 67 aparelhos de telefone celular, 4 tablets, 1(um) iPad, 1(um) vídeo game play station 2, 2(dois) notebooks, 1(um) vídeo game Xbox e (1) uma televisão de 32 polegadas da marca LG.

Ainda segundo com o delegado, os detalhes dos aparelhos serão divulgados juntamente com as fotografias, e caso alguma vítima reconhecer algum objeto como de sua propriedade, poderá comparecer ao Setor de Capturas da Polícia Civil de Imperatriz, localizado na Rua Sousa Lima, no período da manhã, munido do registro da ocorrência (se tiver), documento ou caixa do eletrônico ou outro documento capaz de comprovar a sua propriedade.

Magistrado decide diminuir medidas cautelares de Eduardo DP

Eduardo DP

O juiz de Direito Marcello Frazão Pereira, da 1ª Vara Criminal de Bacabal, pronunciou na quarta-feira (29), a decisão  de diminuir as medidas cautelares a favor do empresário  Eduardo José Barros Costa.

Eduardo José Barros Costa, o Eduardo DP ou Imperador, foi preso durante Operação da Polícia Civil ” El Berite II”,deflagrada em 2015 contra crimes de agiotagem e desvio de verbas públicas no Maranhão.

Na decisão, o magistrado alegou que as medidas contra o agiota Eduardo DP já perduram há mais de quatro anos, e que necessita viajar constantemente para exercer suas atividades laborais em outros estados. O  agiota teve substituída pelo juiz a exigência de autorização judicial para ausentar-se da comarca, pela proibição de ausentar-se por mais de 20 dias da comarca onde reside sem autorização judicial.

Também foi substituída a exigência de autorização judicial para comparecimento periódico ao juízo 1ª Vara Criminal de Bacabal, pelo comparecimento mensal à comarca de Dom Pedro, por questão de processo criminal que tramita naquela comarca, também por agiotagem e desvio de verbas públicas, tendo em vista que ele já comparece mensalmente àquele juízo para justificar e informar suas atividades.

As demais medidas cautelares impostas contra Eduardo DP, como não manter contato com os demais réus e testemunhas de acusação da El Berite II, permanecem inalteradas. Caso haja descumprimento de qualquer uma delas, ressalta o magistrado na decisão, poderá ensejar a decretação da prisão preventiva do agiota.

Embora tenha sido preso por diversas vezes pela Polícia Civil do Maranhão pelos crimes apontados pela El Berite II e outras operações, Eduardo DP continua fechando novos contratos e mantendo anteriores com a Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), na gestão de Flávio Dino (PCdoB). Segundo o ex chefe da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), o delegado Tiago Bardal, além desses contratos, o agiota ganhou também blindagem  do governo comunista contra investigações envolvendo a máfia de agiotagem no Maranhão.

Fonte: Atual 7

Polícia Civil cumpre dois mandados de prisão em Itapecuru Mirim

A Polícia Civil através da Delegacia Especial da Mulher de Itapecuru Mirim deu cumprimento na tarde da última segunda-feira(20), a dois mandados de prisão preventiva expedidos pela 2 ª Vara de Itapecuru Mirim.

Segundo informações policiais, a primeira ordem judicial foi decretada em desfavor de José Ribamar Borges Sousa,conhecido como “Careca” .A prisão ocorreu no Povoado Santa Joana. José de Ribamar é suspeito de ter praticado crime de estupro.

Já o segundo mandado foi realizado  no Povoado Três Bocas, onde José Werbeth Rodrigues de Sousa foi detido também pela suposta prática de estupro de vulnerável.

As prisões marcaram a campanha” Faça Bonito,proteja nossas crianças e adolescentes 2019″,voltada ao combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.

Quadrilha que furtava mercadorias de rede de Supermercados é presa em São Luís

 

caminhão apreendido durante operação da Polícia Civil.

Uma operação desencadeada pela Policia Civil, na noite da última terça-feira (14), resultou na desarticulação de uma organização criminosa envolvida no furto de mercadorias de uma rede de Supermercados.

Segundo informações policiais,fazem parte do bando um empresário, um policial militar, um agente penitenciário e funcionários da rede de Supermercados Mateus.
Ainda segundo informações policiais,a quadrilha vinham praticando os crimes há pelo menos 06 meses.

O grupo foi preso nos bairros do Turu, Vila Esperança, Vila Industrial e João Paulo. As prisões aconteceram através das Seccionais Leste, Sul e Norte, Unidades vinculadas à Superintendência da Capital.

Na ação policial foi apreendido um caminhão contendo carregamento de arroz,leite e papel chamex. O material desviado foi localizado em um depósito clandestino, no bairro do Turu.

O caminhão apreendido e os acusados presos foram encaminhados para o Plantão Central do Cohatrac,onde os envolvidos foram autuados pelos crimes de receptação qualificada e organização criminosa.

 

Apresentação dos envolvidos

A Delegacia Geral apresentará nesta quarta-feira (15), às 15h, no auditório da Delegacia Geral os envolvidos de furtar cargas da rede de Supermercados do Estado.
A Polícia Civil trabalha desde a madrugada de quarta-feira(15), para localizar e prender um agente penitenciário e um policial militar conseguiram empreender fuga durante a operação. Outros funcionários do Grupo envolvidos no esquema poderão ser presos a qualquer momento.

Tio do deputado Fábio Macedo é preso pelos crimes de latrocínio, formação de quadrilha e assalto a banco. 

No último dia (28) a policia civil, por intermédio da equipe de captura do departamento de combate ao roubo a instituições Financeiras-DICRF, da superintendência estadual de investigações criminais-SEIC, capturou na cidade de Bacabal Joimário Nobre de Macedo, que se  encontrava foragido, após ter sentença condenatória confirmada pelo Tribunal de Justiça do MA. pela prática de crime de Latrocínio, ocorrido em 2013, na cidade de São Mateus, durante uma incursão feita pelos integrantes do Departamento de Combate ao Crime Organizado-DCCO, também da SEIC, na cidade de Lago da Pedra, fora preso pela prática do referido latrocínio.
Havia, ainda, em desfavor de Joimário, Mandado de Prisão, com sentença condenatória pelos crimes de formação de quadrilha e assalto a banco.
A prisão foi legalizada e o preso encaminhado para o Presídio, onde permanecerá à disposição do Judiciário.

Ná, é ainda tio do deputado Fábio Macedo vice presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Polícia Civil de Zé Doca prende mulher acusada de agredir o filho de apenas um ano de idade

A polícia Civil-MA, através da 8ª Delegacia Regional de Zé Doca, na manhãs
de ontem (09) prendeu em flagrante GLEIDEJANE DE SOUSA MEDEIROS, pelos crimes de Lesão Corporal e abandono de incapaz, onde a conduzida lesionou as costas, cotovelo e testa do seu filho de um ano e oito meses, além de deixar a criança sozinha em casa para frequentar festas de reggae.
O delegado responsável pela ação, Jader da regional de Zé Doca , disse que a mesma ficará a disposição da justiça.

Polícia Civil e Polícia Militar realizam a primeira fase da operação “Carnaval Seguro” em Santa Luzia do Paruá

Em ação conjunta, as policias civil e militar iniciaram a operação carnaval seguro em Santa Luzia do Paruá.

Inicialmente, visando apreender veículos produtos de crime, traficantes transportando drogas e criminosos armados que visavam a pratica de crimes durante as festas, as duas forças policiais realizaram uma blitz na rodovia BR 316, no final da tarde do dia 8 de fevereiro.

Essa medida, segundo os responsáveis, visa apreender e restituir veículos roubados aos seus legítimos donos, bem como prender criminosos que distribuiriam drogas ou praticariam roubos nas festas carnavalescas, já que a BR é uma via de grande fluxo e interliga muitos municípios.

Secundariamente, visa conscientizar a população sobre a necessidade da carteira de habilitação, do uso do capacete, e os perigos da embriaguez ao volante, tendo em vista o significativo número de acidentes com morte nesse trecho da BR.

Segundo o Delegado Gabriel Tersi, a medida foi bem sucedida e vai ser intensificada ainda mais durante as festas, tanto com a atividade ostensiva da Policia Militar, como também com a atividade investigativa da Policia Civil, que contará com apoio de uma equipe de investigadores da capital.

Segundo o Tenente Jorge Diego a ação conjunta das forças policiais estaduais, demonstra o empenho, dedicação e comprometimento desses profissionais na manutenção da ordem pública, os quais diurtunamente buscam prevenir e reprimir delitos através de ações constantes de fiscalização, intensificadas no feriado vindouro. Além das motivações mencionadas, a atuação das polícias visa aproximar o cidadão das forças de segurança, garantindo o pleno gozo de seus direitos e garantias constitucionais.