Igarapé Grande e outros 15 municípios da ‘farra ilimitada’ serão investigados pelo TCE

O Tribunal de Contas do Maranhão decidiu que vai fazer uma auditoria nas contas dos 16 municípios citados em uma reportagem da Revista Piauí, que denunciou um esquema de corrupção envolvendo recursos federais da saúde. Os primeiros alvos serão os municípios de Igarapé Grande, do prefeito Erlânio Xavier (PDT), e Boa Vista do Maranhão.

De acordo com o TCE, serão investigadas ações de aquisição de materiais hospitalares e contratação de serviços médicos e outros serviços de saúde.

Como destacado, Igarapé Grande e Boa Vista do Maranhão serão os primeiros do calendário e serão observados pontos como a quantidade de consultas feitas, exames, administração de medicamentos e outros. A gestão do prefeito Erlânio Xavier (PDT) foi denunciada por ter adulterado dados da quantidade de exames realizados para ter acesso a mais recursos da saúde.

Dados e informações sobre contratos da saúde e execução orçamentária das receitas e despesas desses municípios, referentes aos anos de 2020, 2021 e 2022 também serão auditados e de forma presencial.

Os outros 14 municípios a ser fiscalizados nessa etapa são: Afonso Cunha; Bernardo do Mearim, Vitorino Freire, Lima Campos, São Francisco do Maranhão, Lago dos Rodrigues, Tufilândia, Fernando Falcão, Bom Lugar, Junco do Maranhão, Tuntum, Pedreiras, Caxias e Santa Quitéria do Maranhão.

Deixe uma resposta