Matões: grupo empresarial do agronegócio e presidente de associação são investigados

Em Matões, o presidente da Associação dos Moradores da Comunidade Quilombola Tanqueda Rodagem e um grupo empresarial do ramo do agronegócio estão sendo investigados por possíveis irregularidades na condução de assembleias para firmarem acordos sobre posses de terras.

Um inquérito civil foi instaurado com o objetivo de apurar a possível transgressão às normas de Direito Civil. As partes teriam firmado um acordo onde os quilombolas teriam concordado em sair de uma determinada área em troca de um outro espaço.

O presidente da Associação Quilombola Tanque da Rodagem e o grupo empresarial já são investigados em um outro inquérito por fecharem sem a aprovação da maioria dos quilombolas.

O Ministério Público Estadual apura a necessidade de ajuizamento de ação voltada a resguardar os direitos da população quilombola e instauração de uma ação civil ou penal.

 

Deixe uma resposta