Jovem com deficiência mental tem sua casa invadida e é executado por policiais

Um jovem portador de deficiência mental, conhecido como Hamilton Cesar Lima Bandeira, teve a sua casa invadida por policiais e foi executado na frente da sua família no município de Presidente Dutra, segundo relatos de moradores. Hamilton era bastante conhecido na região por usar as suas redes sociais para exaltar os Estados Unidos da América e falar sobre compra de mísseis e bombas para promover uma guerra no Povoado Calumbi, onde morava.

Ainda de acordo com informações, os policiais já tinham pedido para que o jovem parasse de fazer as postagens e ameaças, o que foi obedecido por ele. Moradores relatam que, com o surgimento do caso “Lázaro”, o jovem andava falando que era fã do psicopata, o que teria provocado a ira dos policiais que decidiram por sua execução.

Antes de ser executado, Hamilton (pessoa com deficiência intelectual), estava jogando bola com algumas crianças na casa de uma vizinha. Ao terminar o seu lazer, ele foi para sua residência onde foi assassinado. O jovem ainda foi levado para um Hospital em Presidente Dutra, mas não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito.

Vídeo gravado minutos antes de Hamilton ser executado:

 

2 pensou em “Jovem com deficiência mental tem sua casa invadida e é executado por policiais

  1. Vergonha é o que sinto, terra sem lei,onde já se viu, entrar e matar a queima roupa esse menino que vi crescer, ele era especial e tinha sua deficiência, ae essas merda chega e mata assim, espero que tenha justiça.

Deixe uma resposta