Josimar sobre aliança com Roberto Rocha: “Não procede”

Foto tirada no ano de 2020 de Roberto Rocha e Josimar

Cada vez mais próximo do Governo Federal, o deputado federal Josimar Maranhãozinho, presidente do Partido Liberal no Maranhão, falou com exclusividade com o blog do Werbeth Saraiva sobre uma possível aliança com o senador Roberto Rocha (PSDB), que também é aliado de Jair Bolsonaro, mas no Maranhão segue caminho distinto do escolhido por Josimar.

​“Não procede”, foi a resposta de Josimar ao ser perguntado sobre a aliança. O dirigente do PL, que também é pré-candidato ao governo do Maranhão, disse que apesar de não haver uma união os dois seguem conversando “muito no âmbito da política do Maranhão”.

​Josimar, que elegeu mais de 40 prefeitos no Maranhão, deixou claro a sua estratégia de aliança política. Conhecido por ser leal, Josimar disse que suas decisões são decididas em Brasília, em conversa com o presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto, e o seu partido.  “Esse sim eu paro pra ouvi-lo antes de importantes decisões, pois ele me representa.”, respondeu ao blog.​

​O fortalecimento de Josimar no núcleo do Governo Federal, do presidente Jair Bolsonaro, mostra que ele é o único que tem musculatura política e partidária (financeira) para ser um candidato que represente a bandeira do bolsonarismo no Maranhão. Na sua agenda política, ele pode mostrar concretamente em que Bolsonaro tem ajudado o Maranhão, já que Josimar tem um grupo fechado com mais de 40 prefeitos,que pode, nos próximos meses aumentar, à medida que sua influência aumenta junto a Bolsonaro.

Duas perguntinhas do blog

Werbeth Saraiva – Sobre essa união com Roberto Rocha. Procede mesmo?

Não procede. Temos conversado muito no âmbito da política do Maranhão.

Werbeth Saraiva – Não quer dizer que não ocorra no futuro? Certo?

Tenho me aproximado mais do governo federal através do partido e do próprio Valdemar que sempre me apoiou em todos momentos políticos da minha vida. Eu posso dizer que tenho um líder ou pai político e que pode até me liderar em tomadas de decisões. Valdemar da Costa Neto, esse sim, eu paro pra ouvi-lo antes de importantes decisões pois ele me representa.

Deixe uma resposta