TV Record: Irmão do prefeito Carlinhos Barros nas páginas policiais

O engenheiro José Sousa Barros Filho foi destaque em rede nacional e o motivo não foi nada nobre. Barros Filho é irmão do prefeito de Vargem Grande, Carlinhos Barros, e também secretário daquela cidade. Presente na reportagem do Repórter Record ‘Investigação’, José Sousa Barros Filho aparece no esquema de corrupção apurado na série “Dossiê Carajás: corrupção e descaso”.

O Ministério Público voltou os olhares para a cidade de Itapecuru-Mirim ao constatar um possível esquema para fraudar licitações do município, surrupiando verbas do Fundo de Participação do Município (FPM) e da saúde.

O esquema, segundo o Ministério Público e a reportagem da TV Record, contava com o ex-prefeito Magno Amorim, seis ex-secretários, sete funcionários públicos, 14 empresários, um contador e um engenheiro.

O engenheiro, em evidência, é o irmão de Carlinhos Barros, José Barros Filho, que ocupa hoje a secretaria de Obras e Infraestrutura de Vargem Grande. No rol das investigações, todos são acusados de participar do esquema de cartas marcadas. Cada um recebia uma comissão (propina) em cima de cada licitação.

A licitação e contratação das empresas aconteciam no mesmo dia. Segundo um especialista em licitações ouvido pela TV Record, a prática é inédita. As empresas, segundo o processo, eram fantasmas e abertas com documentação fraudulenta com o intuito de lucrar sob o erário público.

Recorrente

Recentemente, o blog do Werberth Saraiva revelou que José Sousa Barros Filho teve suas contas bloqueadas por uma ação que investiga desvio de verbas públicas por meio de licitações simuladas, ocorridas em datas atípicas, como a quarta-feira de cinzas. O esquema foi denunciado ao Ministério Público pelo empresário José Rogério Carvalho Tomaz.

O Tribunal de Justiça do Maranhão informou que tem em mãos um conjunto de documentos com mais de 10 volumes, em que foi possível encontrar fortes indícios de fraudes nos processos licitatórios realizados no âmbito administrativo da prefeitura de Itapecuru Mirim.

Deixe uma resposta