MP investiga falta de planejamento e evasão escolar durante o período de pandemia em Rosário

A pandemia do novo coronavírus originou múltiplos impactos em diversos setores da sociedade maranhense, o que não foi diferente no município de Rosário, onde a preocupação é no combate à evasão escolar na rede municipal de ensino.

O Ministério Público instaurou um procedimento administrativo, em que chama atenção do prefeito, Calvet Filho, e à Secretaria Municipal de Educação sobre a necessidade de planejamento pedagógico e administrativo para a retomada das atividades escolares remotas, com o objetivo de minimizar os impactos decorrentes da COVID-19.

A instituição considera a necessidade de acompanhar e fiscalizar os gestores sobre a adoção das medidas corretivas, com a retomada das aulas presenciais ou a viabilização de aulas remotas, obedecendo aos protocolos sanitários.

Deixe uma resposta