De novo: Mais um caso de funcionária fantasma é registado na prefeitura de Imperatriz

O MP instaurou Inquérito Civil para apurar um suposto ato de enriquecimento ilícito por parte da servidora dos Municípios de São Luís e Imperatriz, Isabel Myriam Pereira Leite Macedo.

A servidora é investigada por acumulação ilegal de cargos públicos e recebimento de valores sem a devida prestação de serviços. Ato que tem sido recorrente no estado.

A apuração preliminar identificou situação de acumulação de cargos públicos por Isabel até a data de 30 de abril de 2019, quando foi exonerada do Município de Imperatriz.

Foi verificado a incompatibilidade de horários entre as jornadas de trabalho a que a servidora estava submetida, revelando possível situação de pagamento indevido de vencimentos pelo não cumprimento integral de carga horária. Caracterizando Isabel como “funcionária fantasma”, tendo em vista a ausência de documentos que atestem a frequência da servidora no órgão em que era lotada, no Município de Imperatriz.

A investigada será intimada, a fim de esclarecer maiores informações.

Deixe uma resposta