VERGONHA! Decisão de desembargador permite que prefeito administre município usando tornozeleira eletrônica

Prefeito de Cândido Mendes, Mazinho Leite. Imagem; Reprodução internet

O prefeito Mazinho Leite é uma vergonha para os maranhenses e para o povo de Cândido Mendes! Afastado há quase 15 dias do município por ter sido preso em flagrante com armas e meio milhão em dinheiro vivo, o prefeito agora administrará o município usando uma tornozeleira eletrônica.

A decisão do desembargador Froz Sobrinho é o retrato trágico do que virou as administrações pelo Brasil. Se fosse em um país sério, o gestor teria que estar afastado do cargo, pois o motivo da operação que resultou em sua prisão teria sido um desvio milionário de recursos públicos. Agora, Mazinho Leite, deve usar a estrutura do município, que inclui advogados, dinheiro e influência, para se livrar das demais demais acusações.

Enquanto isso, o povo sofre sem educação, saúde e saneamento básico.

A Câmara de Vereadores e o judiciário local do município de Cândido Mendes também não se manifestaram sobre o afastamento do gestor preso. É ouvido no município que a juíza da comarca viajou após a decisão.

Veja a decisão

BOMBA! GAECO invade prefeitura e a casa do prefeito Mazinho Leite em Cândido Mendes

Na manhã desta quarta-feira (19), a Polícia Civil e Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (GAECO) realizaram uma operação de busca e apreensão na Prefeitura Municipal de Cândido Mendes. Viaturas foram vistas também na residência do prefeito Mazinho Leite.
Blog do Neto Weba

PF bota na cadeia dois moradores de Cândido Mendes por saque indevido de R$ 96 mil de Auxílio Emergencial

Policiais militares apreenderam, na tarde dessa quarta-feira (29), 110 cartões de
benefícios da Caixa Econômica Federal com dois homens. A dupla foi presa na praça João Lisboa, no Centro de São Luís.

De acordo com informações da Polícia Militar de Turismo (BPTur), além dos cartões os
suspeitos estavam com a quantia de R$ 96.573 em dinheiro e dezenas de comprovantes de saques.

A dupla foi presa após denúncias repassadas ao Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops). Os suspeitos são do povoado São José dos Portugueses, no município de Cândido Mendes, interior do Estado.

Eles alegaram que realizavam os saques e repassavam os valores cobrando uma taxa de R$ 30 ou R$ 40 pelo serviço. Ainda segundo a polícia, com os dois suspeitos os PMs apreenderam uma moto Yamaha Lander XTZ250, de cor vermelha, um celular e uma carteira com documentos de um dos homens.

Os dois foram encaminhados à sede da Polícia Federal, no bairro Cohama, para serem
tomadas das medidas necessárias.

Juíza de Cândido Mendes senta em processo e é denunciada por duas vezes à Ouvidoria do TJ

A juíza de Cândido Mendes, Myllenne Sandra Cavalcante Calheiros de Melo Moreira, foi denunciada por duas vezes à Ouvidoria do Tribunal de Justiça do Maranhão por demora no julgamento do processo.

Segundo a primeira manifestação, o processo estaria parado há mais de 100 dias. “Tal processo é de extrema importância para a sociedade de Cândido Mendes que vem passando pela pior crise da sua história refletindo uma pobreza extrema aos mais necessitados pelo descaso da Prefeitura junto a população”, diz o documento.

Já na segunda denúncia feita no dia 24 de janeiro desse ano, o autor afirma que a Comarca de Cândido Mendes, em resposta ao requerimento anterior, disse que o processo já foram concluído em outubro do ano passado, porém a até a data da manifestação não havia movimentação no sistema Judiciário, fazendo 100 dias.

“Diante da demora na manifestação do Poder Judiciário no processo nº 39912019 e considerando que o CNJ determina que o processo judicial não poderá ficar mais de 100 dias sem movimentação, requer-se, que essa Ouvidoria comunique o Juízo da Vara única da Comarca de Cândido Mendes para proceder com o deslinde do processo, tendo em vista que o próprio juízo afirmou em reposta à solicitação nº 39912019 que o processo fora imediatamente concluso na data de 14 de outubro de 2019, logo na data de hoje já faz cem dias da última movimentação”, explicou a denúncia.

O desempenho dos magistrados é avaliado por uma meta que deve chegar a 4, de acordo com o CNJ. Os cidadãos podem acessar o aplicativo da Corregedoria Geral de Justiça e verificar a atuação do do magistrado na cidades.

O espaço está aberto para os posicionamentos da Corregedoria-Geral de Justiça e da juíza Myllenne Sandra Cavalcante Calheiros de Melo Moreira, caso queiram se manifestar sobre o fato.

Motorista é acusado de abusar sexualmente de aluna dentro de ônibus escolar em Cândido Mendes

José Maria Júnior

O Ministério Público da comarca de Cândido Mendes foi acionado na ultima sexta feira (06) com uma denúncia gravíssima de abuso sexual envolvendo um motorista de ônibus que trabalha para prefeitura do município cujo prefeito é Mazinho Leite.

De acordo com testemunhas o motorista José Maria Júnior aproveitou o momento em que os alunos iam sendo deixados em casa para ficar sozinho com uma das alunas e praticar o abuso sexual. Ainda de acordo com as denúncias a vitima teria conseguido fugir após perceber que o veiculo se aproximava de sua residência.

O Ministério Público já tomou conhecimento da denúncia e das alegações de que o motorista é tido na cidade como “braço direito” do prefeito Mazinho Leite, o acusado encontra-se foragido.

O gestor e a secretaria de educação do município não se manifestaram sobre o caso.

O fato deixou a família da jovem e a vizinhança em estado de pânico.

Bomba Bomba! Prefeito Mazinho Leite na mira da Seccor

Prefeito de Cândido Mendes, Mazinho Leite. Imagem; Reprodução internet

Que os crimes contra a administração pública vêm ocorrendo de forma rotineira em prefeituras do Maranhão a população já tem conhecimento, agora se engana o gestor que pensa que ficará impune e não prestará conta de cada centavo locupletado do erário público.

No município de Cândido Mendes administrado pelo prefeito Mazinho leite, as suspeitas direcionamento, superfaturamento e atuação de empresas de fachada são muitas. Parentes e aderentes de Mazinho Leite figuram como funcionários fantasmas do município, empresas de parentes de vereadores também são beneficiadas em esquemas que até o Ministério Público já teria sido informado.

A rede de corrupção criada por Mazinho Leite pode estar muito perto de um desfecho favorável para população, entre ações e investigações movidas pelo Ministério Público algumas barradas pelo poderio financeiro da quadrilha de Mazinho, algumas avançam e pode até botar o gestor que até de assassinato já foi acusado na cadeia.

“Uma fonte bem posicionada do blog do Werbeth Saraiva, revelou na manhã de hoje (21), que o Superintendência de Prevenção e Combate a Corrupção (Seccor) estaria de ‘olho” no prefeito Mazinho leite e que inclusive deve pedir cópia e balancete de vários processos licitatórios do município de Cândido Mendes nos próximos dias. É aguardar.

Sem ambulâncias, paciente é transportado em rede em Cândido Mendes

O Blog Werbeth Saraiva recebeu imagens  mostrando a calamidade e o descaso com a saúde pública no Município de Cândido Mendes.

A foto mostra duas pessoas carregando numa rede de dormir, o que tudo indica uma pessoa enferma.

Segundo relatos repassados ao Blog, a situação foi causada pela falta de ambulância na rede pública municipal de Saúde de Cândido Mendes.

Por onde anda Edna?

Mazinho Leite e sua “secretária” Edna

Após ser presa e logo depois conseguir “milagrosamente” uma decisão para deixar a cadeia, Edna Andrade, apontada como amante do prefeito Mazinho, de Cândido Mendes, e responsável pelo assassinato de seu esposo, “sumiu” totalmente da mídia.

O blog, sabe de fonte segura que mesmo após toda essa confusão, Edna, continua dando as “cartas” na prefeitura de Cândido Mendes, o sonho de se tornar prefeita, não acabou.

Notinhas da Manhã

Justiça Federal condena ex-prefeito de Cândido Mendes, Dr Castelo por roubar verba da saúde

O ex-gestor não comprovou a aplicação de R$ 150 mil repassados pelo Fundo Nacional de Saúde (FNS) no ano de 2008. O recurso seria utilizado para comprar equipamentos e material permanente para unidades de saúde do município.

A Justiça Federal condenou o ex-prefeito do município de Cândido Mendes (MA), José Ribamar Ribeiro Castelo Branco, por improbidade administrativa. O ex-gestor não comprovou a aplicação de R$ 150 mil repassados pelo Fundo Nacional de Saúde (FNS) no ano de 2008. O recurso seria utilizado para comprar equipamentos e material permanente para unidades de saúde do município.

A condenação foi atendendo a pedido do Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA).

O convênio com o FNS foi celebrado em 2007 pela prefeitura de Cândido Mendes. O repasse ocorreu em março de 2008, em parcela única. De acordo com relatório apresentado pelo Fundo, o ex-prefeito teve até novembro de 2009 para prestar contas, mas não o fez, o que caracteriza ato de improbidade administrativa.

Segundo o juiz substituto da 6ª Vara Federal, o ex-prefeito foi “negligente quanto a recursos vinculados à saúde, situação que torna ainda mais grave a realidade em que se encontra o estado do Maranhão, que, sabidamente, apresenta um dos piores índices do país na área”.

José Ribamar Ribeiro Castelo Branco foi condenado a pagar multa civil equivalente a dez vezes o valor de sua última remuneração quando ocupava o cargo de prefeito do município, à perda de função pública que eventualmente ocupe, suspensão dos direitos políticos pelo período de três anos e foi proibido de contratar com o Poder Público ou receber benefícios fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, também pelo prazo de três anos.

Com medo de ser preso, prefeito Mazinho Leite “desaparece” de Cândido Mendes

Procurado por equipes de jornalistas e demais profissionais da imprensa a assessoria jurídica do município de Cândido Mendes avisa que o prefeito Mazinho Leite, apontado pela polícia como mandante do assassinato de um secretário de saúde em 2014 não se encontra na cidade. 

O comentário que se ouve no município é que temendo uma provável prisão Mazinho teria saído do município, o paradeiro ninguém sabe. Segundo os mais próximos o prefeito já estaria tentando um HC preventivo para rechaçar uma eventual prisão. 

Segundo fontes bem posicionadas do blog, um mandado de prisão preventiva contra o gestor já teria sido expedido.