Veja o momento do assalto que resultou na prisão de um homem no bairro Bequimão em São Luís

Um soldado da PM. Identificado como Raposo que estava de folga, conseguiu prender um homem que estava envolvido em um assalto a um estabelecimento comercial no bairro Bequimão em São Luís.

Câmeras de segurança que estavam instaladas no estabelecimento flagraram o momento exato do assalto. Com o bandido, foram recuperados um veículo Onix, um notebook e outro pertences das vítimas.

Vídeo:

Prefeito de Cururupu é investigado após péssimo serviço no Sistema do Planejamento do SUS

O mal funcionamento no Sistema do Planejamento do SUS por parte da gestão do prefeito Aldo Lopes está gerando um desconforto à população de Cururupu, que por meio de uma denúncia acionou o Ministério Público Estadual para que as ilegalidades fossem investigadas.

Um email enviado pelo CAOP-Saúde aponta suposta irregularidades nos sistemas de Planejamento do SUS de Cururupu principalmente pela ausência do PAS de 2021, RAG de 2020. A investigação vai apurar se no município foi implantado e está funcionando o Conselho Municipal de Saúde, sob advertência de futura adoção das medidas extrajudiciais ou judiciais cabíveis.

Entre as principais medidas, cabe à Secretária de Saúde e ao Presidente do Conselho Municipal de Saúde repassarem informações e documentos acerca da existência de sede e estrutura física e administrativa do CMS, como acesso à internet, equipes de apoio, servidores a disposição do CMS, além da existência de dotação orçamentárias para o ano de 2021, e quais valores já foram repassados de fato.

“É que nem eleitor, depois que vota não vale mais nada”, declara vereador em Santa Inês

O vereador Geovane Belga do município de Santa Inês, que foi eleito para representar a população com 746 votos nas eleições municipais de 2020, foi flagrado afirmando que os eleitores depois que votam perdem o seu valor.

“Depois que vota, não vale mais nada”, disse Geovane Belgas em meio a uma bebedeira na cidade.

A declaração revoltou os moradores da cidade e deixou o clima tenso na Câmara Municipal.

Vídeo:

 

Moradores de Alcântara denuncia a Equatorial e a CAEMA por falta de abastecimento de água e energia

Em Alcântara, a Associação de Moradores do Parque Primavera protocolaram uma denúncia contra as empresas Equatorial Maranhão e CAEMA, onde reivindicam o abastecimento de água e energia, na região.

De acordo com informações, um oficio será encaminhado para a Equatorial em Pinheiro para que no prazo de 10 dias, a empresa se manifeste, providencie e responda quais medidas foram adotadas quanto a ausência de fornecimento de energia na região de Alcântara.

 

Codó: mulheres são presas por uso de documentos falsos

Duas mulheres foram presas em flagrante pela Polícia Civil do Maranhão pela prática do crime de uso de documentos falsos na cidade de Codó. As mulheres foram presas dentro da Delegacia Regional.

De acordo com informações, a dupla compareceu à delegacia para registrar um Boletim de Ocorrência, porém um dos investigadores suspeitou da autenticidade dos documentos apresentados pelas mulheres. Em uma breve consulta ao sistema de segurança ficou constatado que documentos e cartões bancários eram falsos.

As duas mulheres prestaram mais esclarecimentos na sede da delegacia, em seguida foram levadas à Unidade Prisional de Codó onde devem ficar presas a depender de um parecer do Poder Judiciário.

 

 

Prefeito de Parnarama é investigado por possível ato de improbidade administrativa

O prefeito de Parnarama, Raimundo Silva, vai responder por possível ato de improbidade administrativa pelas péssimas condições sanitárias de Matadouros Públicos Municipais.

A investigação iniciou após denúncia protocolada na Ouvidoria Geral do Ministério Público do Maranhão por meio da Notícia de Fato, SIMP nº 000085-509/2021, sob o protocolo nº 11894.01.2021, destinada a fiscalizar as condições sanitárias dos Matadouros Públicos.

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária /AGED – Unidade local, terá o prazo de 30 dias para enviar uma resposta do relatório sobre o caso que será acompanhado pela servidora do MP, Celma Wanderlene Rocha Matos.

PF deflagra operação contra o tráfico interestadual de drogas por via postal

A Polícia Federal, em ação conjunta com a Receita Federal e a Polícia Civil do Maranhão, deflagrou na manhã de hoje, (22), a Operação “Tracking”, com o objetivo de reprimir e prevenir o tráfico interestadual de drogas por via postal.

A fiscalização de rotina envolve o uso de cães detectores de drogas e moderno sistema de raio x. Uma vez apreendido os objetos ilícitos, a investigação buscará identificar quem teria remetido e quem seria o destinatário da droga, responsabilizando com isso os envolvidos na prática delituosa.

Durante o ano de 2021 a Polícia Federal interceptou e apreendeu diversos objetos postais que continham em seu interior substâncias ilícitas tais como “lança perfume”, LSD, ecstasy e outras drogas sintéticas.

Ações como essa visam inibir que traficantes utilizem o serviço postal como meio logístico para atividades criminosas. O nome da operação é um termo em inglês que traduzido para o português significa “monitorando”, fazendo assim uma alusão às atividades desenvolvidas pela Polícia Federal.

Moradores de Davinópolis apontam descaso da equatorial após a morte de criança de 4 anos

O garoto Emanuel Gabriel Gonçalves Pereira, 4 anos, morreu na manhã desta sexta-feira, 19, após sofrer uma descarga elétrica ao tocar um fio de alta tensão que estava exposto na rua, na cidade de Davinópolis.

Segundo informações de testemunhas, um morador que passava pelo local e percebeu a criança em choque foi quem usou um pedaço de madeira para evitar que o garoto continuasse em contato com o fio energizado e auxiliou nos primeiros socorros.

A criança foi levada para o Hospital Municipal de Imperatriz (HMI), mas não resistiu aos ferimentos.

Os moradores da cidade estão revoltados com a situação e denunciaram que o problema é antigo e há pelo menos três meses os fios de energia vêm se rompendo, mas que a Equatorial estaria fazendo pequenos reparos em vez de trocar os cabos da rede.

A Equatorial Maranhão lamentou a situação e se pronunciou por meio de nota. Veja na íntegra:

Nota de esclarecimento

A Equatorial Maranhão lamenta profundamente a situação que vitimou uma criança de 04 anos, nesta sexta-feira (19) no município de Davinópolis.

A distribuidora informa que prestará todo o apoio necessário aos familiares neste trágico acidente e realizará a análise das causas, além de acompanhar a perícia técnica feita pelas autoridades competentes.

 

MP apura conflitos agrários que já ocasionaram vários homicídios em Junco do Maranhão

Um conflito agrário que envolve os moradores do Povoado Gleba Campina e pretenso proprietário, na zona rural do Município de Junco do Maranhão, é alvo de uma investigação do Ministério Público Estadual que reconheceu fortes indícios de fraudes no destacamento da área do patrimônio público para o privado, na área da Fazenda Santa Érica I, II e III.

De acordo com informações, a instituição tem conhecimento de diversos homicídios ocorridos na região e que apontam que os crimes são ocasionados por conflito agrário, grilagem e demarcação de terras, como as mortes de Reginaldo Alves de Barros e Maria da Luz Benício de Sousa, que voltam a ser investigadas.

Uma das primeiras medidas tomadas pelo órgão é a solicitação do ofício à Tabeliã da Serventia Única de Maracaçumé requerendo informações cartorárias das Glebas da Fazenda Santa Érica I, II e III. Para tentar solucionar o caso, o MP considera necessária a coleta de informações sobre a cadeia dominial completa e georreferenciamento da área.

Prefeito de Codó é investigado por pagamento de honorários advocatícios com recursos do FUNDEF

O Ministério Público estabeleceu o prazo de 10 dias para que o Prefeito de Codó, Zé Francisco, se manifeste a respeito de um possível pagamento de honorários advocatícios, em nome da Prefeitura, com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF) e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB).

O MP decidiu pela abertura de um Inquérito Civil após um ofício encaminhado pela Procuradoria Geral de Justiça, com base no Acórdão nº 2904/2020 – TCU – Plenário, indicar a necessidade de diligência junto ao município de Codó, entre outros no Maranhão.

Caso o gestor se negue a responder, receberá uma advertência de responsabilidade podendo responder por ato de improbidade administrativa.