Abandono na saúde de Presidente Médici deve resultar em auditoria do Denasus

Prefeita Ilvane Pinho

O município de Presidente Médici administrado pela prefeita Ilvane Pinho não tem tido dificuldades no quesito financeiro, para se ter uma ideia, em levantamento realizado pelo blog, entre os dias primeiro de Dezembro e dez de dezembro deste ano, o município recebeu a bagatela de R$ 780.286,24 C (Setecentos e oitenta mil duzentos e oitenta e seis reais e vinte e quatro centavos.) quase um milhão de reais.

Mais é de se estranhar a forma na qual se encontra algumas áreas de responsabilidades da administração no município, entre elas podemos citar a mais importante; Saúde, o único centro de atendimento médico que existe em Presidente Médici, está totalmente abandonado de acordo com denúncias recebidas pelo blog. O caos está instalado, a falta de profissionais qualificados para atender a população preocupa, e o pior a escassez de medicamentos considerados essenciais.

Os únicos equipamentos que ainda existem e de alguma forma serve as pessoas estão totalmente sucateados, a falta de estrutura e a força do tempo predomina no local que á anos não é reformado. É necessário uma ação enérgica por parte do Ministério Público e demais orgãos fiscalizadores.

Seria necessário ainda que uma auditoria do DENASUS (Departamento Nacional de Auditoria do SUS ) fosse realizada no município para constatarem em loco, onde e como estão sendo aplicadas as verbas federais destinadas ao município.

Mais caos

Situação do Centro de saúde do município

MARACAÇUMÉ! Chico Velho pode ter pago quase 200 mil para empresa realizar o “sábado de aleluia no município”

Prefeito Chico Velho

Prefeito Chico Velho

O prefeito de Maracaçumé, Chico Velho, parece não ter mesmo limites quando se fala em gastar dinheiro público. O que mais impressiona é que o Ministério Público do município parece inerte a alguns gastos , um tanto quanto suspeitos, realizados pela gestão.

Em setembro deste ano por exemplo, a gestão de Chico Velho contratou a empresa V.M.V. DE OLIVEIRA – ME de propriedade da empresária Monica Valéria de Oliveira da Costa, para a realização das festividades em comemoração ao sábado de aleluia do Município.

O valor do contrato para realização do evento é o que mais impressiona, foram estimados R$ 144.900,00 (Cento e quarenta e quatro mil e novecentos reais).

O Ministério Público deve averiguar e ainda saber se de fato o evento aconteceu, além do mais resta saber se tinha algum “enfeite” da festa banhado a ouro para justificar o valor do contrato.

VEJA

COMPROMISSO! Câmara Municipal de Carutapera, paga 13º e Salário de Dezembro

Presidente Renato Filho

O Presidente da Câmara Renato Filho, de Carutapera, garantiu o pagamento do da segunda parcela do 13º salário e os proventos do mês de Dezembro para hoje.

O Presidente informou nesta manhã que o pagamento já está disponivel para saque na conta do servidor do poder Legislativo.

Para o presidente manter o pagamento dos servidores em dias é uma das prioridades da casa, pois, mantém -se o respeito com os trabalhadores e vereadores de Carutapera.
” Pagamos a primeira parcela em Julho, honrando com o cronograma traçado para manter o compromisso com os recursos públicos, hoje estamos pagando a segunda parcela e mais o salário de dezembro dentro do mês trabalhando, cumprindo a nossa obrigação.” disse o presidente, vereador Renato Filho.

MPMA abre inquérito para apurar denúncia contra empresa Vale S/A

O Ministério Público do Maranhão instaurou um inquérito civil contra a empresa Vale S/A, para apurar um suposto dano ao meio ambiente, em decorrência de derramamento de óleo, no Município de Miranda do Norte.

A investigação foi aberta em 10 de setembro de 2018,  já teve seu prazo expirado, porém é evidente a necessidade de continuação das coletas de provas para apuração da suposta existência de dano ao meio ambiente, para posterior ingresso da ação civil pública competente.

Por determinação da promotora Carla Mendes Pereira Alencar de Itapecuru Mirim, foram expedidas notificações a empresa investigada, estabelecendo o prazo de 15 dias úteis para apresentação de resposta e/ou juntada de documentos para esclarecimento das suspeitas levantadas.

Foi expedido, ainda, à Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Miranda do Norte solicitando a realização de vistoria na área da
ocorrência do dano ambiental para verificar o estado atual da área e se houve a recuperação da área atingida pela investigada (prazo:
30 dias.)

Parabéns Sônia Maria…

Desejamos que esta nova idade se dirija a você com rios de felicidade, que muitas outras portas sejam abertas e o sucesso esteja presente em todas elas. Que a inspiração que vemos em você possa ser transmitida para ainda mais pessoas, sempre acompanhada do seu lindo sorriso, que é outra característica sua que definitivamente nos encanta.

Que a alegria invada completamente a sua vida em todos os aspectos e divisas, que todos os impedimentos que possam atrapalhar alguma das suas conquistas sejam totalmente eliminados e que apenas bons frutos sejam colhidos.
Feliz aniversário Sonia Maria

11 anos após prisão de ex governador do MA, empreiteira envolvida no escândalo ganha contrato milionário na prefeitura de Bacabal

Prefeito Edvan Brandão

A empresa de propriedade do empresario José Lauro de castro Moura  Enciza Engenharia Civil Ltda, localizada em São Luís, firmou um contrato milionário com a prefeitura de Bacabal comandada por Edvan Brandão (PSC.)

Segundo foi publicado no Diário Oficial, o acordo contratual prevê a execução de serviços de pavimentação asfáltica de ruas e avenidas da cidade.

A construtora vai faturar R$ 3.150.476,28 (Três milhões cento e cinquenta mil quatrocentos e setenta e seis reais e vinte e oito centavos) com a obra. Por mês, a Enciza vai lucrar R$ 787 mil.

O contrato foi assinado no dia 28 de setembro pelo secretário de Obras e Urbanismo, Carlos Jorge Santos Silva, e a vigência é de apenas 4 meses.

Enciza Engenharia Civil Ltda, tem um histórico bastante conhecido por ter sido envolvida no escândalo que botou o ex governador do Maranhão José Reinaldo Tavares na cadeia.

Contrato em Bacabal;

Entenda;

A prisão do ex-governador José Reinaldo Tavares pela Operação “Navalha” foi por conta das irregularidades na aplicação de recursos
públicos, caso que ficou conhecido no país inteiro como “Estradas Fantasmas”. Durante seu mandato, o governo José Reinaldo Tavares teria pagado
com recursos do Tesouro Estadual R$ 8,4 milhões em obras viárias contratadas, mas que não foram realizadas pelas empreiteiras. Somando a esse
valor os R$ 3,6 milhões desviados na suposta fraude das 19 estradas vicinais fantasmas, o montante de recursos desembolsados chega a R$ 12
milhões.

Na época o empreiteiro José Lauro de Castro Moura, proprietário da construtora Enciza Engenharia, responsável pela “recuperação” de 362 quilômetros da MA-006 entre a cidade de Fortaleza dos Nogueiras e o Entrocamento da BR-222, disse que “depois de dois invernos grandes e o tráfego intenso de caminhões pesados, as estradas não aguentam”

No caso de Bacabal o contrato é para execução de serviços de pavimentação asfáltica de ruas e avenidas da cidade.

O MP deve estar atento!

Polícia encontra quase R$ 50 mil escondido em mochila de caminhoneiro que estava desaparecido

O Secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, informou nesta quinta-feira (6) que caminhoneiro pernambucano Obadias Pereira da Silva, de 44 anos, foi preso na cidade de Araguanã, a 159 km de São Luís, por suspeita de participar da quadrilha que assaltou um centro de distribuição do Banco do Brasil de Bacabal, no dia 25 de novembro.
Obadias era considerado desaparecido há mais de uma semana após seu caminhão ter sido incendiado e deixado a 60 km do local do crime. Desde o dia do assalto, a família faz uma campanha nas redes sociais para encontrá-lo.

Nesta quinta (6), a Polícia Civil informou que Obadias ligou para a família dizendo que foi libertado pela quadrilha na cidade de Nova Olinda, que é vizinha a cidade de Araguanã. Entretanto, a princípio, a polícia foi até ele e não havia o encontrado.

Segundo apurado uma mochila com cerca de 50 mil reais foi encontrada enterrada em um quintal de casa do povoado de Nova Olinda, a polícia ainda realiza buscas nas proximidades.

Até o momento, 10 membros da quadrilha que assaltou o BB de Bacabal foram presos e metade do dinheiro roubado foi recuperado. Ao todo, a polícia estima que R$ 100 milhões foram levados do centro de distribuição do banco.

Assalto ao Banco Brasil de Bacabal
Na noite do dia 25 de novembro, dezenas de criminosos assaltaram uma unidade de distribuição do Banco do Brasil no município de Bacabal, a 240 km de São Luís. Os assaltantes também incendiaram viaturas e atacaram o quartel do 15º Batalhão da Polícia Militar e a Delegacia Regional de Polícia Civil.
Na ação criminosa, um morador e três integrantes da quadrilha morreram. A polícia ainda prendeu o policial militar do Piauí, André dos Anjos de Sousa, e um bombeiro militar de Bacabal, Luís Gustavo Lima Mendes. Eles teriam recolhido parte do dinheiro deixado pela quadrilha durante a fuga. Após a prisão, eles prestaram esclarecimentos e vão responder em liberdade.

Na noite de segunda-feira (3), outros 10 homens suspeitos de envolvimento com a quadrilha foram presos. Além destes, três morreram durante a operação da polícia no município de Santa Luzia do Paruá, a 370 km de São Luís.

Para a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, a ordem para o assalto veio de fora do país e foi dada por José Francisco Lumes, que está sendo procurado pela Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol).

MP deve monitorar uso de R$ 609 mil extra que estará na conta de Maracaçumé nesta sexta

O recurso extra é proveniente da arrecadação do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) e do Imposto de Renda (IR) contabilizada entre o início de dezembro do ano passado até o final de novembro deste ano. O repasse será realizado um dia antes do primeiro decêndio normal do FPM de dezembro.

Nos últimos 11 anos, os cofres municipais receberam R$ 34,3 bilhões relacionados a repasses extras, consequência da luta constante da Confederação em favor dos Municípios. Esse montante irá ajudar os atuais gestores a pagarem o 13º salarial e as folhas de pagamento, assim como pode amenizar a situação financeira de muitos Entes municipais.

O município de Maracaçumé administrado pelo prefeito Chico velho, também deve receber cerca de 609.032,10 (seiscentos e nove mil trinta e dois reais e dez centavos)

O uso desse recurso em especial deve ser monitorado de perto pelo Ministério Público, tendo em vista que  irregularidades são constantes no pobre município.

Santa Luzia do Paruá deve receber R$ 710 mil extra nesta sexta feira

O repasse adicional de 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de dezembro deve ser depositado até às 18h desta sexta-feira, 07 de dezembro. A previsão da Confederação Nacional de Municípios (CNM) é de que o montante chegue a mais de R$ 4 bilhões. Ou seja, um crescimento de 7,13% comparado a 2017.

O recurso extra é proveniente da arrecadação do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) e do Imposto de Renda (IR) contabilizada entre o início de dezembro do ano passado até o final de novembro deste ano. O repasse será realizado um dia antes do primeiro decêndio normal do FPM de dezembro.

Nos últimos 11 anos, os cofres municipais receberam R$ 34,3 bilhões relacionados a repasses extras, consequência da luta constante da Confederação em favor dos Municípios. Esse montante irá ajudar os atuais gestores a pagarem o 13º salarial e as folhas de pagamento, assim como pode amenizar a situação financeira de muitos Entes municipais.

O município de Santa Luzia do Paruá administrado pelo prefeito Plácido Holanda deve receber o total de R$ 710.537,45 (Setecentos e dez mil, quinhentos e trinta e sete reais e quarenta e cinco centavos.) 

Centro Novo MA deve receber R$ 602 mil extra nesta sexta feira

O repasse adicional de 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de dezembro deve ser depositado até às 18h desta sexta-feira, 07 de dezembro. A previsão da Confederação Nacional de Municípios (CNM) é de que o montante chegue a mais de R$ 4 bilhões. Ou seja, um crescimento de 7,13% comparado a 2017.

O recurso extra é proveniente da arrecadação do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) e do Imposto de Renda (IR) contabilizada entre o início de dezembro do ano passado até o final de novembro deste ano. O repasse será realizado um dia antes do primeiro decêndio normal do FPM de dezembro.

Nos últimos 11 anos, os cofres municipais receberam R$ 34,3 bilhões relacionados a repasses extras, consequência da luta constante da Confederação em favor dos Municípios. Esse montante irá ajudar os atuais gestores a pagarem o 13º salarial e as folhas de pagamento, assim como pode amenizar a situação financeira de muitos Entes municipais.
O município de Centro Novo administrado pela prefeita Diva, deve receber um recurso extra de exatos 602.941,78 (seiscentos e dois mil novecentos e quarenta e um reais e setenta e oito centavos.)

  • Blogs

  • Links Últeis

  • Contato

  • Facebook

  • Twitter