Difusora de Weverton vai pra cima de Fábio Macedo

A Difusora, emissora do senador Weverton Rocha, fez uma reportagem especial contra o deputado estadual do Republicanos, Fábio Macedo. Ambos chegaram a ser aliados e membros do mesmo partido, o PDT.

Em reportagem sobre situação de Fábio Macedo com sua ex-mulher, a emissora diz que o parlamentar tem histórico de violência e usa vídeos, imagens e áudios, além de enumerar situações, para caracterizar Fábio Macedo como uma pessoa violenta.

A emissora do senador foi a única no Maranhão que fez até reportagem especial para narrar o caso.

MPE opina pelo deferimento do registro de candidatura de Enoque Mota

O Ministério Público Eleitoral se manifestou pelo deferimento do registro de candidatura de Enoque Mota. O órgão considerou que os autores do pedido de impugnação não apresentaram provas para a inelegibilidade do candidato e que Enoque apresentou as certidões de “nada consta” do 2º grau de jurisdição da Justiça Federal e Justiça Estadual.

Além disso, a Câmara dos Vereadores do Município de Pastos Bons, órgão competente para o julgamento, não decidiu pela desaprovação das contas do candidato, referente ao período em que este exerceu o cargo de prefeito municipal.

Em parecer o MPE ressaltou: “este órgão ministerial realizou consulta junto ao Cadastro Nacional de Condenações Cíveis por Ato de Improbidade Administrativa e Inelegibilidade do CNJ, a fim de averiguar eventual condenação por Ato de Improbidade Administrativa transitada em julgado em face do impugnado, além de consulta também junto ao TCU, não tendo sido encontrado registro”.

Baixe aqui a íntegra do parecer.

Marido da prefeita de Matinha é investigado por suposta acumulação de cargos e salários de forma indevida

O Ministério Público Estadual está investigando o marido da prefeita do município de Matinha, Eldo Jorge Everton Cunha, por suposta acumulação de cargos e salários recebidos de forma indevida. De acordo com informações, Eldo Jorge acumulou durante o período de 2017 a 2019 dois cargos de professor e um cargo em comissão de secretário municipal.

O Ministério Público solicitou à Secretaria de Educação do Estado do Maranhão, informações sobre a nomeação do Professor Eldo Jorge Everton Cunha, designado para lecionar no C. E. Aniceto Mariano Costa, para o município de Matinha.

O Ministério Publico considera a necessidade de maiores investigações sobre o caso. Até o momento supõe-se que o professor recebia três remunerações. Porém, exercia somente a função de secretário municipal.

A instituição ainda requer informações quanto ao pagamento de suas remunerações relativas as matrículas ID: 00293003-00 e ID: 00293003-02. Caso se confirme a irregularidade, o MP propõe que o marido da prefeita devolva os salários recebidos indevidamente.

Escândalo! Aliado da Prefeita de Monção pode ter usado nome de pessoas analfabetas para criar empresa fantasma

A Construservice vem faturando milhões de reais da prefeitura de Monção desde 2017. A empresa foi aberta em 2016, poucos dias antes da prefeita Cláudia Silva assumir a gestão pública estadual. A suspeita de que a empresa pode ser fantasma é porque no endereço da Construservice funciona, na realidade, um frigorífico.

Outro indício é que usaram nomes de pessoas da zona rural de Monção para a abertura da falsa empresa. O lavrador Valdivino Silva Pereira e o pescador Evandro Costa Vieira, moradores do Povoado Jabuti, foram surpreendidos quando souberam que eram donos da Construservice. Eles contam que foi Newton Dutra, braço direito e amigo da prefeita Cláudia Silva, que levou seus documentos para um emprego de vigia para os dois. Alegam ainda que tiveram as assinaturas falsificadas, já que mal sabem escrever.

Em licitações para a contratação de serviços como transporte escolar, construção de rodovias, coleta de resíduos não-perigosos, entre outros, quem sempre vence é a Construservice. Pagamentos que somam milhões de reais foram autorizados pela prefeita ao longo dos últimos anos.

A denúncia que pede a prisão imediata de Newton Dutra e Cláudia Silva por falsidade ideológica, formação de quadrilha e outros crimes foi protocolada junto ao Ministério Público. A Polícia Federal também apura mais esse novo escândalo da gestão Cláudia Silva, que já foi inclusive afastada pela justiça por desvios em recursos da educação e fraudes no censo do Fundeb.

Próximo das eleições, prefeito de Coroatá, Luís Filho, sela contrato para aquisição de ônibus escolar

Mesmo sem aulas presenciais por conta da pandemia do novo coronavírus, o prefeito de Coroatá, Luís Filho, segue selando contrato para aquisição de ônibus escolar. Estudantes e pais de alunos denunciam que os ônibus adquiridos pela gestão são de péssima qualidade.

Com o contrato, a empresa CNH Industrial do Brasil Ltda vai faturar exatos R$ 214.000,00 (Duzentos e quatorze mil reais). O objeto está especificado como aquisição de veículos de transporte escolar diário de estudantes, denominado de Ônibus Rural Escolar (ORE) e Ônibus Urbano Escolar Acessível (ONUREA), em atendimento às entidades educacionais das redes públicas de ensino.

O contrato foi assinado pelo próprio prefeito, Luís Mendes Ferreira Filho. Ainda de acordo com os estudantes, os ônibus escolares do município estão em péssima qualidade e que supostamente o gestor está adquirindo o veículo como forma de amenizar o seu desprezo pelos interesses dos alunos.

Durante a nossa reportagem, um pai de aluno relatou que a ação se trata de um interesse eleitoreiro.

Veja o contrato:

PREFEITURA MUNICIPAL DE COROATÁ – MA EXTRATO DE CONTRATO Nº 128/2020. PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 23034.050192/2018-41 PARTES: Prefeitura Municipal de Coroatá/MA e a Empresa CNH INDUSTRIAL DO BRASIL LTDA, CNPJ 01.844.555/0005-06, OBJETO: Aquisição de veículos de transporte escolar diário de estudantes, denominado de Ônibus Rural Escolar (ORE) e Ônibus Urbano Escolar Acessível (ONUREA), em atendimento às entidades educacionais das Redes Públicas de Ensino. VIGÊNCIA: 06/04/2020 a 06/04/2021, valor: R$ 214.000,00 (Duzentos e quatorze mil reais), MODALIDADE: Pregão Eletrônico Registro de Preços. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Lei 10.520/02, subsidiariamente Lei 8.666/93, RECURSOS: Próprios, Coroatá/MA, 21/09/2020. Luís Mendes Ferreira Filho, Prefeito Municipal

Três serrarias são interditadas por ação integrada entre órgãos de controle ambiental e de segurança pública

Uma operação conjunta, realizada entre os dias 14 e 16 de outubro, interditou serrarias no município de Zé Doca, a 302Km de São Luís. A Operação Verde Brasil 2 foi realizada pela Polícia Federal, IBAMA e Exército, com o apoio da Capitania dos Portos do Maranhão, Batalhão de Policiamento Ambiental e Corpo de Bombeiros do Maranhão.

Três serrarias, localizadas no entorno das Terras Indígenas Awá e Alto Turiaçu, foram interditadas, nove fornos foram inutilizados, dois caminhões com madeira pronta foram apreendidos nas proximidades, seiscentos metros cúbicos de madeira em tora foram apreendidos e inutilizados, além de setenta e dois metros cúbicos de madeira serrados.
O setor de inteligência da Polícia Federal foi o responsável por localizar as serrarias. Os criminosos identificados são reincidentes e vão responder pelos crimes ambientais e por receptação.

As ações integradas continuarão e visam o combate a crimes ambientais. A Operação Verde Brasil 2 é coordenada pelo Ministério da Defesa. Está no escopo do Conselho Nacional da Amazônia (CNA), em apoio aos órgãos de controle ambiental e de segurança pública.

 

Professora Rosinha e Katma Belém, realmente fizeram a maior passeata da história de Cururupu e da região


Colocando mais de oito mil pessoas com pés no chão caminhado pelas ruas da cidade nesta noite de domingo(18), as líderes políticas amigas e apoiadas por Flávio Dino, Gastão Vieira e Ana do Gás, mostraram a sua força política e seguiram caminhando com ao lado do povo, acenando e cumprimentando a todos.
Após uma longa viagem as ilhas do norte do município, professora Rosinha, Katma, os médicos Zé Amado, Wilson Carvalho e outros aliados, firmaram parceria e ampliaram o número de apoiadores nas ilha do norte. A candidata a reeleição mostra grande força e o favoritismo as eleições de Cururupu.

Não deu outra, a professora Rosinha e Katma Belém, realmente fizeram a maior passeata da história de Cururupu.

A viagem das candidatas as ilhas do Norte aumentou a suadade e a população das comunidades vieram recepcionar a professora Rosinha e a vice prefeita Katma Belém, além de seus apoiadores, reafirmando e confirmando seus apoios as candidatas que seguem firme para vitória.

Santo Amaro: moradores do povoado Travosa reclamam de obra abandonada pela prefeita Luziane Lisboa, há mais de 7 anos

Os moradores do município de Santo Amaro do Maranhão denunciam que a prefeita Luziane Lisboa abandonou completamente, há mais de 7 anos, a obra de uma escola que deveria ser construída no povoado Travosa.

Em vídeo publicado na internet, uma moradora mostra sua indignação e exige que o poder público tome providências. Nas imagens, é possível ver os escombros da obra, tomado por matos e sujeiras. Também não foi notada a presença de nenhum trabalhador no local.

Veja o vídeo:

Prefeita de Santa Luzia, França do Macaquinho segue esvaziando os cofres do município

A prefeita de Santa Luzia do Maranhão, França do Macaquinho, segue esvaziando os cofres públicos municipais. Mesmo diante do momento de pandemia, no qual as atividades da prefeitura estão acontecendo de forma remota, a gestora segue realizando contratos milionários causando danos ao erário.

Em um novo contrato, França do Macaquinho vai estourar quase meio milhão de reais para aquisição de combustível. Com o contrato a empresa R. P. Mota Junior _ EIRELI, vai faturar exatos R$ 431.950,00. (quatrocentos e trinta e um mil, novecentos e cinquenta reais). O objeto está especificado como “Aquisição de Combustíveis para Atender as Necessidades da Frota do Município de Santa Luzia e suas secretarias”.

De acordo com uma moradora, França do Macaquinho é precursora da pior gestão do município de Santa Luzia do Maranhão. Ainda de acordo a moradora, o município atravessa gravíssimos problemas na saúde pública, infraestrutura e educação.

Os últimos contratos selados pela gestora são suspeitos de superfaturamento pela própria população do município, que pede a intervenção dos órgãos fiscalizadores para interromper a grande farra com o dinheiro público.

Veja o contrato: