Em São João do Caru atual administração continua desrespeitando funcionários e a população em geral

O prefeito interino de São João do Caru Geraldo Castro vulgo “Bigu” vem mostrando que não sabe nada do que é administrar um município, o caos tomou conta do pobre São João do Caru, nos postos de saúde falta tudo, vários funcionários com salários em atraso, nos últimos dias a prefeitura ordenou que fosse pago alguns dos servidores porém quando os mesmos foram sacar os proventos, se depararam com os absurdos, descontos fora da realidade que deixaram as pessoas espantadas.
Acompanhe o relato desse funcionário indignado:
“Depois do quinto dia útil do mês, após muita pressão resolveram pagar nossos salários, mais o espanto é que quando fomos receber, valores como 500 (quinhentos) e 400 (quatrocentas) reais estariam sendo descontados, isso é ilegal e um absurdo.”
Enquanto os funcionários e a população em geral sofre com a péssima gestão de um prefeito interino, uma guerra é travada nos tribunais do Maranhão e é possível que o povo de São João do Caru esteja custeando essa “batalha.”
O presidente da câmara por sua vez, é figura central nesse “jogo de cartas” inclusive o que se ouve falar na cidade é que o mesmo seria o principal mandatário do poder público nesse período, que teria indicado varias pessoas a cargos de confiança na nova gestão.
Até o fim da semana vamos divulgar processos licitatórios da câmara municipal de São João do Caru que devem deixar o Ministério Público de olho bem aberto para essas tratativas que parecem invisíveis a olhos da população.

O comentário na cidade é que um verdadeiro esquema foi montado por trás da cassação do mandato de Francisco (Xixico) e figurões da politica do estado estão por trás, inclusive um ex presidente do Tribunal de Contas do Estado.

As maquinas do município foram flagradas trabalhando em uma propriedade privada de um aliado do atual prefeito o blog deve exibir o vídeo no próximo poster…

Veja a indignação entre professores e a população em geral exposta em redes sociais locais:

 

Deixe uma resposta