Estudante é vitima de truculência da Polícia Militar durante manifestação

Uma  estudante do curso de Administração da UEMA, foi  vítima da truculência  por parte da Polícia Militar do Maranhão.

A estudante identificada apenas por Adriana foi atingida por tiro de borracha na região das costas durante ato realizado na noite de ontem (12), em frente ao Palácio dos Leões.

11 são detidos durante operação da PM em Humberto de Campos

Foto: Polícia Militar

Policiais  Militares da 5ª Companhia Independente  prenderam 11 pessoas, na noite da última segunda-feira(05), no município de Humberto de Campos.

Segundo informações, a equipe de plantão recebeu relato que ocorrera no Povoado Achui teria ocorrido uma festa, onde os seguranças contratados para  o evento teriam roubado a renda feita no estabelecimento Botequim do Clube.

Ainda no local, a população juntamente com um dos donos da festa teriam encurralado os seguranças impedindo que os mesmos fugissem com a renda de R$ 20.805,00 vinte mil oitocentos e cinco reais.

De imediato a guarnição ao tomar conhecimento dos fatos, realizou a condução de todos os envolvidos para a delegacia da cidade de Humberto de Campos. No veículo Fiat Strada, de cor branca,  placa OEH 7406; foram encontradas  duas armas calibre  32 e 38;  duas armas calibre 12; nove placas de colete balístico, 7 celulares, uma trouxinha de substância semelhante a crack, além de fardamento de uso exclusivo da Polícia Militar.

Os 11 envolvidos foram apresentados no Distrito Policial de Humberto de Campos para os procedimentos legais.

Foto: Polícia Militar

Quadrilha explode agência do Banco do Brasil no município de Rosário

Bandidos explodiram agência do Banco do Brasil da cidade de Rosário na madrugada desta quinta-feira (25) — Foto: Divulgação/Polícia

Uma quadrilha integrada por quatro homens explodiu  na madrugada desta quinta-feira (25), a agência do Banco do Brasil, no município de Rosário.

Segundo informações policiais, a ação criminosa aconteceu por volta das 4h,onde os  bandidos usaram um veículo de passeio para praticar o crime.

Ainda de acordo com a polícia, os criminosos utilizaram uma banana de dinamite para explodir um dos caixas eletrônico. Apesar da ação criminosa, nenhuma quantia em dinheiro foi levada,  pois o ato foi interrompido com a chegada dos policiais.

“Eles explodiram um dos caixas da agência com a ajuda de uma banana de dinamite, mas não levaram nenhuma nota. Nós ainda encontramos mais quatro bananas de dinamite intactas perto do caixa destruído”, revelou o  comandante do Batalhão do 27º Batalhão de Polícia Militar de Rosário, major Francisco Pereira.

O major Francisco Pereira disse também que os bandidos fugiram no sentido do Povoado São Simão, em Rosário, e seguiram em direção a uma estrada vicinal.

A polícia já localizou o veículo usado no crime e os criminosos já foram identificados. A equipe da Polícia Militar daquele região está recebendo apoio do Centro Tático Aéreo (CTA) que realiza diligencias para prender os envolvidos no crime.

Polícia Civil e Militar realizam Operação Jagunço e apreendem armas e munições em Carolina

Foto: Polícia Civil

Uma ação  das Polícias Civil e Militar do município de Carolina em conjunto com a   Polícia Civil de Goiatins/TO, resultou  nesta quinta-feira (11),nas prisões de Antonio da Anunciação, Jorge dos Santos Rodrigues, Maria de Jesus dos Santos Rodrigues, Irinelton Andrade da Silva, Jovenilson da Silva Torres;além da  apreensão de  um menor .

Segundo informações policiais, a ação denominada de” Operação Jagunço” foi realizada  no Povoado Helenópolis, situado na zona rural do município de Carolina.

Durante a operação, foram apreendidas 25 armas de fogo, dezenas de caixas de munições de diversos calibres, pólvora e chumbo para recarga de cartuchos e espoletas.

Os presos foram conduzidos para a  Delegacia de Carolina, onde foram  autuados na Lei 10.826/03 do Código Penal Brasileiro pelo crime de comércio ilegal de arma de F-fogo

Comando Geral abre inquérito após monitorar polícias críticos a BPRv

O comando geral de polícia  militar do Maranhão abriu inquérito no dia 15 de fevereiro para apurar cometários de policiais militares feitos em um grupo de WhatsApp contra ações do governo, através da BPRv (Batalhão de Polícia Rodoviária)

O inquérito foi aberto após o comandante receber prints de Whattsap em total espionagem aqueles militares que não concordam, com a forma que é desenvolvido o trabalho ostensivo da BPRv.

No inquérito, o ex comandante coronel pereira,elenca várias conversas de militares que participam do grupo “Unidos Somos Fortes”. O intuito da abertura do inquérito é para penalizar os militares que,foram também espionados pelo comando geral.

Espionagem 

Não é a primeira vez que o comando da policia militar se utiliza da prática  de espionagem, na semana passada O estado do Maranhão publicou reportagem que mostra uma designação, através do memorando, para que fosse monitorado adversários políticos do governo Flávio  Dino.

 

Polícia Civil e Polícia Militar realizam a primeira fase da operação “Carnaval Seguro” em Santa Luzia do Paruá

Em ação conjunta, as policias civil e militar iniciaram a operação carnaval seguro em Santa Luzia do Paruá.

Inicialmente, visando apreender veículos produtos de crime, traficantes transportando drogas e criminosos armados que visavam a pratica de crimes durante as festas, as duas forças policiais realizaram uma blitz na rodovia BR 316, no final da tarde do dia 8 de fevereiro.

Essa medida, segundo os responsáveis, visa apreender e restituir veículos roubados aos seus legítimos donos, bem como prender criminosos que distribuiriam drogas ou praticariam roubos nas festas carnavalescas, já que a BR é uma via de grande fluxo e interliga muitos municípios.

Secundariamente, visa conscientizar a população sobre a necessidade da carteira de habilitação, do uso do capacete, e os perigos da embriaguez ao volante, tendo em vista o significativo número de acidentes com morte nesse trecho da BR.

Segundo o Delegado Gabriel Tersi, a medida foi bem sucedida e vai ser intensificada ainda mais durante as festas, tanto com a atividade ostensiva da Policia Militar, como também com a atividade investigativa da Policia Civil, que contará com apoio de uma equipe de investigadores da capital.

Segundo o Tenente Jorge Diego a ação conjunta das forças policiais estaduais, demonstra o empenho, dedicação e comprometimento desses profissionais na manutenção da ordem pública, os quais diurtunamente buscam prevenir e reprimir delitos através de ações constantes de fiscalização, intensificadas no feriado vindouro. Além das motivações mencionadas, a atuação das polícias visa aproximar o cidadão das forças de segurança, garantindo o pleno gozo de seus direitos e garantias constitucionais.