“Régua que mediu ex-deputado Soliney Silva não serve para os atuais.”

Jordaniele Cardoso de Lemos, figura desde o inicio do ano como uma das 19 servidoras do gabinete parlamentar do deputado Leonardo Sá. O salário bruto da servidora é de R$ 17.164,17, ocupando o cargo de técnica parlamentar especial. Jordaniele nunca “pisou” na Assembleia Legislativa do Maranhão.

Não é de hoje que um esquema imoral de funcionários fantasmas pendura em alguns gabinetes de deputados da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Este blog já denunciou inúmeros casos de funcionários e deputados que ainda utilizam as mesmas praticas de antigamente. A população viu de perto a mídia noticiar os pedidos formulados pelo Ministério Público do Maranhão contra o ex-deputado Soliney Silva, Soliney nomeava funcionários fantasmas em seu gabinete.

O MP pediu a indisponibilidade dos bens do ex-deputado e a perda dos direitos políticos. “Se a mesma régua que o órgão corregedor usou para medir o ex-deputado aferisse os atuais, poucos passariam ilesos de ações.”

Dentistas, jogadores de futebol, parentes, ex-deputados estaduais federais e pessoas que moram em outros estados bem “acomodados” em alguns gabinetes da Assembleia.

Deixe uma resposta