Posto de gasolina ganha contrato com a Prefeitura de Anajatuba avaliado em R$ 1,2 milhão

Sydnei Costa Pereira, prefeito Municipal de Anajatuba

Um  Posto de Combustível ganhou processo licitatório  milionário realizado pela Prefeitura  de Anajatuba.

A informação foi divulgada pelo Tribunal de  Contas do Estado(TCE),onde a empresa  A.N. Dutra Combustível ,que também usa o nome fantasia Posto DSAN,ganhou a licitação para fornecimento de combustível e derivados para atender  as demandas  das Secretarias de Administração, Educação e Saúde , além de demais órgãos vinculados à Prefeitura.

O valor contratual da empresa fica localizada no bairro Boca do Caminho, em Anajatuba ficou avaliado em R$ 1.218.000,00 milhão. O  contrato do Posto  A.N. Dutra com a Prefeitura de Anajatuba terá validade de 12 meses.

Othelino acredita que novo momento politico do Brasil motivou conversa entre Sarney e Flávio Dino

Governador Flávio Dino e deputado Othelino Neto

O fato  que mais repercutiu essa semana  no Maranhão foi o encontro histórico entre dois adversários políticos. O governador Flávio Dino(PCdoB) e o ex-presidente da republica José Sarney(MDB).

“Hoje conversei com o ex-presidente José Sarney sobre quadro nacional. Apresentei a ele a minha avaliação de que a democracia brasileira corre perigo, em face dos graves fatos que estamos assistindo. Já estive com os ex-presidentes Lula e Fernando Henrique, com a mesma preocupação”,publicou o governador.

A polarização política  provoca os mesmos efeitos de  uma divisão celular. A partir dela, só mesmo a dinâmica da conjuntura vai definir os parâmetros de sobrevivência na cena política. Na nova célula, adversários ou mesmo inimigos, são obrigados a se unir ou ser engolidos pelo processo. 

O fato repercutiu hoje no plenário da Assembleia Legislativa do Maranhão. O presidente da casa, Othelino Neto(PCdoB) avaliou como positiva a conversa entre as duas lideranças no momento na busca de um novo caminho para a oposição ao governo Bolsonaro, já visando as eleições de 2022.

” O encontro entre o governador Flávio Dino e o ex-presidente Sarney é um ato de repercussão nacional. É com muita alegria de ver essa conversa. Essa quadra histórica do  Brasil, onde vivenciamos os problemas que estamos enfrentando. Com a falta de perspectiva de solução, ela requer que os políticos responsáveis, dialoguem e conversem. Espero que encontremos saídas menos traumáticas possíveis para nosso país. Essa conversa extrapola as diferenças políticas locais. Quando um e outro, com a importância política que cada um tem, se dispõe a convergir e deixar as questões paroquias de lado  e discutir as o Brasil , isso é razão de satisfação para todos nós, “enfatizou o presidente num aparte do deputado Roberto Costa(MDB).

 

Com descoberta de “nova dívida” debito de gestões anteriores chega a quase 35 milhões em Bom Jardim

Prédio da Prefeitura de Bom Jardim

Quitar dívidas das administrações anteriores é um desafio enorme da gestão atual desde que assumiu, e isso sem duvidas, compromete o investimento em outras áreas. O que era ruim, ficou pior ainda, pois segundo relatório, a Receita Federal do Brasil cobra em 2019 um novo débito referente aos anos de 2014 e 2015 de 14.416,688 milhões que somada a outro debito de mais de 20 milhões já renegociados pela prefeitura, chega a quase 35 milhões de reais.

Além das dificuldades herdadas, o Prefeito Dr. Francisco Araújo já destacou que a dívida em sua totalidade é impagável, pois a arrecadação do município que foi afetada com a crise econômica do país, e o orçamento municipal hoje, tem sido insuficiente para honrar serviços que garantem a manutenção e funcionamento da cidade, como administração, saúde e educação.

Nos primeiros anos a gestão conseguiu limpar o nome do município e ter de volta as certidões que permitem receber recursos, através de financiamento para viabilizar obras e também a liberação de emendas parlamentares e assinaturas de convênios, porem neste ano, a diminuição de repasses e a descoberta da “nova dívida” impacta diretamente as receitas do município e a Prefeitura inclusive contesta na Justiça os valores desta ação.

Segundo a assessoria contábil da Prefeitura, essa dívida é ocasionada por ausência de recolhimento ou seja, na época, a prefeitura não depositou a contribuição do INSS dos servidores, para se ter uma ideia do tamanho da dor de cabeça, isso equivale a aproximadamente 2 anos do FPM do Município.

A equipe técnica da Prefeitura continua buscando soluções para que a população não seja totalmente prejudicada, seja com ações na justiça ou parcelamentos.

Prefeitura de Santa Helena realiza melhorias em vicinais do município

A Prefeitura de Santa Helena, através da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos, já iniciou as obras de recuperação, manutenção e melhorias nas estradas vicinais do interior de todo o município. As ações fazem parte de um cronograma contínuo, que visa garantir segurança e melhor trafegabilidade.

Os trabalhos se compreendem em reconstrução de trechos prejudicados pelas chuvas, patrolamento, retirada de barreiras, reabertura de estradas e encascalhamento de trechos críticos.

As obras de recuperação, manutenção e melhorias estão sendo realizadas várias localidades.

Prefeitura de Vitória do Mearim vai pagar mais de R$ 1,8 milhão para produtora de festa

Dídima Maria Corrêa Coelho, prefeita de Vitória do Mearim.

A Prefeitura de Vitória do Mearim irá desembolsar cifras milionárias para custear organização de eventos para a cidade. Os contratos foram celebrados com a empresa J.C. Castro Lopes-ME.

A empresa J.C Castro que também é conhecida como Kadosh Serviços Corporativos,fica localizada na Rua Rio Branco, bairro Centro, no município Humberto de Campos,cerca de 236,1 KM de distância da sede de Vitória do Mearim.

De acordo com dados do Tribunal de Contas do Estado(TCE),os serviços de execução e realização das datas comemorativas  firmados com a Secretaria  Municipal de Cultura, Turismo, Desporto e Lazer irão custar aos cofres município R$ 1.825.734,00 milhão.

O primeiro  contrato assinado com a empresa J.C.Castro,que tem como proprietário Jean  Carlos  Castro Lopes,foi assinado em 01 de fevereiro avaliado em R$ 1.690.182,00. Já o segundo assinado em 3 de maio,está orçado em R$ 135.552,00. Todos os contratos terão validade de 12 meses.

Crisógono Vieira,ex- prefeito de Riachão, fechou 1º ano de sua gestão com desfalque de R$ 2,3 milhões

Ex-prefeito de Riachão, Crisógono Vieira.

O ex-prefeito de Riachão, Crisógono Vieira, investigado pela polícia por envolvimento   no esquema de agiotagem e desvio de recursos públicos no Maranhão, fechou o  ano de 2013 de  sua gestão com um rombo de R$ 2,3 milhões;segundo Relatório de Informação do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

De acordo com o documento obtido pelo Blog Werbeth Saraiva,o ex-prefeito apresentou sua prestação de contas com um balanço financeiro divergente.

“O valor apresentado em Caixa e Bancos não confere com o informado no Termo de Conferência de Caixa do início e do final do Exercício, no Termo de Verificação de Saldo de Caixa e no Termo de Verificação de Saldos Bancários: Bancos: R$ 2.612.376,05(início exercício) e R$ 1.611.940,63 (final do exercício)”, diz trecho do documento.

O balanço mostra que a gestão de Crisógono também teve insuficiência de arrecadação apurado em 2013 no valor de R$ -18.214.586,17, que corresponde à diferença entre a receita orçamentária prevista e a receita realizada. Por conta disso, o déficit orçamentário apurado no período foi de R$ -759.227,71, que corresponde à diferença entre a receita arrecadada e a despesa realizada.

AGIOTAGEM

O ex-prefeito de Riachão, Crisógeno,é também suspeito de desviar dinheiro público para pagar empréstimos de campanha eleitoral, segundo investigações da Polícia Civil e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco),do Ministério Público do Maranhão.

Veja aqui o documento divulgado pelo TCE;

 

Polícia Civil apresenta quadrilha que atuava em roubo de cargas na capital maranhense

Presos durante a Operação Carga Segura, da Polícia Civil. Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil apresentou durante coletiva à imprensa, nesta quarta-feira (26), envolvidos em quadrilha que praticava  roubos de cargas na capital maranhense. Os  oito foram presos  mediante  mandados de prisão. Segundo a polícia,os presos na operação ” Carga Segura” são suspeitos  de integrarem  uma  facção criminosa de São Luís.

As prisões ocorreram na região da BR 135, nos bairros Vila Maracujá e adjacências. Segundo informações, as investigações iniciaram no dia 09 de abril de 2019, após roubo de uma carga de eletrodomésticos da empresa Novo Mundo, fato ocorrido na Vila Industrial, bairro Ribeira. A carga estava avaliada  em  R$ 100.000,00.

Na operação, foram presos : os irmãos Kelyson Ferreira Moreira Santos e Kelenilson Ferreira Veloso; Wermewson Silva Feitosa e  Mairton Silva Feitosa; Matheus Lisboa Pinto e Bruno de Sousa Costa.

Ainda durante a operação, foi aprendida uma arma de fogo, além de 53 papelotes de cocaína, uma porção de maconha, 400,00 reais em espécie e o carro modelo Classic,de  cor preta. Todos foram encaminhados ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas onde ficarão à disposição da justiça.

Dono de Instituito de Educação é preso sob suspeita de vender diplomas falsos no Maranhão

Instituto  de Educação Superio(IES) e Centro Educacional  Padre Pio ,onde ocorreu a operação da Polícia Civil. Foto: Polícia Civil.

A Polícia Civil do Maranhão, apreendeu nesta quarta-feira (26)  durante mandado de busca e apreensão computadores, celulares e arquivos do Instituto de Educação Superior (IES) e Centro Educacional Padre Pio (CEPAP).  O Instituto de Ensino Superior é  investigado pelos crimes  falsificação de documentos, estelionato e associação criminosa na oferta de cursos de nível médio e superior junto ao Conselho de Educação do Maranhão e ao Ministério da Educação.

Durante a operação,foram encontrados  diplomas assinados em branco, históricos escolares assinados em branco, além de uma arma de fogo com numeração raspada.

Diplomas em branco ,mas já assinados ,foram apreendidos durante Operação. Foto: Polícia Civil

Segundo delegado Renilto Ferreira,titular da Delegacia Regional de Barra do Corda, o empresário e professor Lázaro Mota de Sousa é o proprietário dos IES e CEPAP, que possuem sede em Barra do Corda e possuem extensões nas cidades de Jenipapo dos Vieiras e Poção de Pedras.

 Ainda de acordo com Renilto Ferreira, Lázaro Mota   foi autuado em flagrante delito   pelo crime de posse ilegal de arma de fogo restrita, além de falsificação de documentos públicos. Após os procedimentos legais, ele foi encaminhado para a Unidade Prisional de Barra do Corda

Prefeito de Pirapemas contrata empresa suspeita de irregularidades em Prefeituras da Baixada por mais de R$ 1,5 milhão

Prefeito de Pirapemas dr Iomar

O município de Pirapemas administrado pelo prefeito Iomar Salvador Melo Martins, Dr. Iomar, fechou contratos milionários com uma empresa do município de São Luís.

A empresa M de J Sousa Comercio e Serviços  EIRELI abocanhou contratos que somados ultrapassam os R$ 1,5 milhão.

O objeto do contrato é a aquisição de gêneros alimentícios para a Secretaria de Educação e Assistência Social  Municipal.

A empresa  de propriedade de Mailson de Jesus Sousa, opera em parceira com  várias Prefeituras da baixada maranhense.  A empresa  M de Jesus  fica localizada  no bairro São Cristóvão.

 MAIS…

O Blog ,recebeu com exclusividade, informações sobre  a referida empresa,onde ela  é suspeita de fornecer notas “frias” para gestores de diversas Prefeituras do Maranhão.  O blog acompanhará  a denúncia de perto…

Militar da comitiva de Bolsonaro é preso na Espanha transportando 39 kg de cocaína

Um militar da Aeronáutica Brasileira foi detido na terça-feira (25) no aeroporto de Sevilha, na Espanha, por transportar 39 kg de cocaína.

A prisão do segundo-sargento- que integra a comitiva de Bolsonaro-, ocorreu quando o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) pousou  no aeroporto da capital da região da Andaluzia, de acordo com o jornal espanhol “El País”.

O militar preso estava escalado na viagem de Jair  Bolsonaro ao Japão para a cúpula do G20. Segundo o jornal El País, militar foi detido quando os tripulantes  e suas bagagens passaram pelo controle alfandegário no aeroporto espanhol.

 A escala  de Bolsonaro  estava prevista para Sevilha,porém após a divulgação da notícia, a escala foi modificada para Lisboa, em Portugal.

Já o  presidente  em exercício, Hamilton Mourão, disse que o militar não fazia parte da comitiva do presidente.

Fontes policiais disseram ao jornal espanhol “El País” que a droga não estava sequer camuflada entre roupas,em sua mala, havia apenas drogas.