Brandão rechaça debate sobre 2022 agora e diz que foco é Covid-19

 Gilberto ledaO vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSDB), defendeu hoje (30), durante participação no quadro Bastidores, do Bom Dia Mirante, que o debate sobre a sucessão do governador Flávio Dino (PCdoB), em 2022, seja deixado de lado no momento para que haja um esforço das lideranças políticas do estado na luta contra o avanço da segunda onda da pandemia do novo coronavirus.

Ele disse ter interesse na disputa pelo governo – deve concorrer à reeleição no exercício do cargo, com a saída de Dino para presidente, vice-presidente ou senador -, mas acrescentou que essa discussão só deve ocorrer quando a crise sanitária estiver “sob controle”.

“Esse assunto de 2022, é natural que a pergunta venha, porque eu sou político, mas no momento oportuno eu venho com certeza debater. Não tenham dúvida de que eu quero participar desse debate, mas agora eu já senti com as pessoas que eu converso do povo, que não é uma pauta agradável para a população – que está com seus parentes, seu irmão, seu primo, num hospital, intubado – e a gente discutindo aqui uma eleição que é daqui a um ano e meio. Não é uma coisa salutar e eu vou esperar o momento certo, o momento em que o governador Flávio Dino sinalizar para a gente começar o debate”, completou.

Deixe uma resposta