Em viagem à China, Michel Temer acertou a construção de um novo porto no Maranhão.

O valor do financiamento será de 400 milhões de dólares vindos do banco IBCI. Trata-se do único contrato privado firmado na visita do presidente no país asiático.
A Lyon Capital do empresário Paulo Remy tem a WPR como braço de infraestrutura e está envolvida na negociação. Desde março, o porto tem a China Communications Construction Company como sócia.
REVISTA VEJA

Deixe uma resposta