Urgente !Justiça decreta liberdade , de investigados no maior ” rombo da saúde do Maranhão .”

O Tribunal Regional Federal da Primeira Regiãoa acatou pedidos de Habeas Corpus para o presidente do Idac, Antônio Aragão, e para mais dois outros membros do mesmo instituto, Walterlino Silva Reis e Marco Serra dos Santos. O quarto, Bruno Balby Monteiro, ainda não foi liberado. A decisão foi do desembargador federal Olinto Meneses.
Funcionários e o dirigente do Idac foram presos no dia 2 deste pela Polícia Federal em cumprimento  a uma determinação da Justiça Federal após investigações sobre as atividades do instituto entre os anos de 2014 a 2017, quando foram desviados cerca de R$ 18 milhões dos recursos da saúde do Maranhão.
Confirma abaixo a decisão do desembargador federal:

Deixe uma resposta