Após “quebrar” município de Timon, Luciano Leitoa anuncia corte de gratificações de servidores

Prefeito Luciano Leitoa

Após “afundar” o município de Timon MA na maior crise financeira da história, o prefeito Luciano Leitoa divulgou nota onde afirma que será realizada a suspensão dos valores referentes a gratificações do quadro de servidores da administração, sendo eles efetivos e comissionados, a contar do mês de Novembro, além de corte de 30% no custeio da máquina pública.

A situação da população de Timon é desesperadora salários atrasados, hospitais e postos de saúde sem remédios, e agora servidores sem gratificações. O caos está instalado no Município.

Veja abaixo a nota da prefeitura de Timon;

A grave crise econômica que assola o país tem reflexos, sobretudo, nos estados e municípios, impactando na oferta de serviços, projetos e investimentos. Mesmo com esse cenário, a Prefeitura Municipal de Timon registrou crescimento em diversas áreas e tem realizado uma gestão comprometida com a população. E é com o objetivo de manter os salários em dia, décimo terceiro, a viabilidade da realização de convênios com os governos estadual e federal, e cumprir o limite de gastos com pagamento de pessoal, previsto pela lei de responsabilidade fiscal (LRF), que a Prefeitura de Timon informa que será realizada a suspensão dos valores referentes a gratificações do quadro de servidores da administração, sendo eles efetivos e comissionados, a contar do mês de Novembro, além de corte de 30% no custeio da máquina pública. A ação do executivo atende o que estabelece a lei complementar 101/2000, a qual determina que, ao exceder os limites estabelecidos, o município deve primeiramente reduzir em pelo menos 20% as despesas com cargos em comissão e função de confiança, entre outras medidas.

 

Carro da saúde de Timon passa o dia estacionado em ponto de encontro das garotas de programa da capital

Enquanto as pessoas do sucateado município de Timon agonizam em busca de atendimento nas unidades do SUS municipal. O carro locado para a secretaria de saúde do município passa o dia estacionado em um bar da região do Araçagi, área de encontro de garotas de programa, durante o dia e a noite.

O veículo que deveria está sendo usada para atender as famílias atendidas pelo PSF (programa de saúde da família) em plena quarta feira na capital a serviço de sabe lá quem.

É por essas e outras que há quase oito anos a população de Timon sofre por conta dos inúmeros desmandos da gestão Luciano Leitoa.

O Ministério Público precisa apurar mais essa imoralidade.

Veja o vídeo enviado ao Blog:

Empresa de Zeca Pinheiro ganha mais um contrato em Timon e já soma quase 20 milhões em contratos no município

A prefeitura de Timon comandada por Luciano Leitoa (PSB) virou uma fonte inesgotável de dinheiro para uma famosa empresa de comunicação do estado, enquanto falta tudo no município, educação, saúde, infraestrutura e outros direitos básicos, uma só agência de publicidade já faturou quase 20 milhões de reais dos cofres públicos do município. A agência de propriedade de Zeca Pinheiro, ex-secretário de Comunicação do governo Jackson Lago, abocanhou R$ 5.000.000,00 milhões em 2013, em 2014, com mais R$ 5.000.000,00 milhões. E em um segundo aditivo com a empresa, por mais um ano, no valor de R$ 5.000.000,00 milhões. No contrato de serviço, a Sofia Comunicação atenderia algumas secretarias do município. A soma de todos os contratos chegam a casa dos 15 milhões de reais. Reveja Aqui.
O Diário Oficial da Prefeitura de Timon da última quarta-feira (13), consta mais um contrato de R$ 1,5 milhão para propaganda e publicidade entre a Secretaria Municipal de Educação e a empresa Texto e Arte Propaganda Ltda (Sofia Comunicação.)
É preciso que a Policia Federal realize uma investigação rigorosa nesses vultuosos contratos que somando estão chegando a casa dos 20 milhões.
O rejeitado Luciano Leitoa gasta quase 2 milhões da educação, verba federal com propaganda, enquanto os alunos e toda população padece com a péssima gestão.
A policia Federal precisa agir. O Ministério Público não pode ficar calado diante disso.

Vale ressaltar que todos os contratos de publicidade em Timon a mesma empresa acaba vencendo o certame, o que pode se caracterizar um verdadeiro atentado à lei das licitações, além de direcionamento no processo. O Ministério público precisa investigar se não está tendo um “arrumadinho” para favorecer a empresa nessa verdadeira farra de contratos milionários.

VEJA O EXTRATO: