Relatório de Roberto Rocha traz ameaças ao seguro-desemprego

Senador Roberto Rocha

A reforma tributária do Senado (PEC 110) pode desmantelar o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e ameaçar o seguro-desemprego se for aprovado o relatório de Roberto Rocha (PSDB-MA), indica estudo ao qual a Coluna do estadão teve acesso.

Ao propor acabar com o PIS, o texto elimina uma fonte de recursos permanente para o programa de seguridade (uma provisão anticíclica). O FAT passará a ser um fundo orçamentário comum. Em momentos de crise, por exemplo, com queda na arrecadação, os recursos para o seguro podem ser afetados.

 Coluna do Estadão

Lei de Osmar Filho pode gerar desemprego e prejuízo para empresários

Osmar o e Edivaldo Holanda Jr

Querendo surfar na onda do ecologicamente correto, o presidente da Câmara de São Luís e pré-candidato à prefeito de São Luís, Osmar Filho (PDT), aprovou uma lei que visa proibir a aquisição e uso de copos e utensílios plásticos descartáveis em todos os órgãos públicos, além de restaurantes, bares, lanchonetes, barracas de praia, ambulantes.

A mudança drástica pode afetar a geração de emprego e renda na capital maranhense. Nem o presidente da Câmara nem o prefeito Edivaldo Holanda Jr (PDT) levaram em conta a quantidade de pequenos e médios empresários que vendem plástico.

Maranhão Plásticos, Camplast, Cantinho Doce, Plastimar são algumas empresas que devem sofrer com o braço pesado da Câmara Municipal e Prefeitura. Nas maiores empresas podem ter prejuízo, já os pequenos comerciantes devem ter dificuldade de renovar o estoque com produtos biodegradáveis e chegar até fechar as portas com mais uma medida que não visa o desenvolvimento do comércio da capital maranhense.