As duas máscaras: Cleones se preocupou com a de pano

Para recordar:pré-candidato a estadual, Duarte Júnior sobe em telhado para estrelar comercial do Procon/Viva

Chamou atenção o duro discurso que o presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Cleones Cunha fez contra o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL). O magistrado não citou nominalmente o deputado Josimar, mas repudiou o fato dele “mandar confeccionar máscaras de pano com o logo do Partido Liberal.

O magistrado disse que o caso terá resposta rápida do Tribunal que preside. Engraçado, que o mesmo Cleones Cunha não quis dar uma resposta rápida no processo de cassação do midiático Duarte Jr (Republicanos), que usou e abusou da estrutura do Procon – segundo denúncia – para se eleger deputado estadual. O processo de cassação caminhou a passo de tartaruga no TRE e estava no ponto de ser julgado desde o dia 19 de agosto de 2019.

O processo só foi julgado no meio da pandemia, no último dia 04 de maio, sem a devida atenção da imprensa que cobre política. E pasmem: o desembargador Cleones Cunha votou favorável ao deputado Duarte Jr.

As palavras de Cleones contra Josimar poderia servir para justificar um voto pela cassação de Duarte Jr: “Tenha certeza, quem fizer besteira desse tipo, ações que desrespeitam a população, desrespeitam o cidadão maranhense, terá uma resposta rápida, tanto do Ministério Público, quanto do Tribunal Regional Eleitoral”.

A máscara de bom moço e defensor de uma “nova política” não chocou Cleones, somente uma máscara de pano. Talvez por se tratar de um político que não vem de uma família tradicional, como é a do desembargador que comanda uma oligarquia em Tuntum, comandada pelo irmão Dr. Tema e a deputada estadual Daniella Tema (Republicanos), aliada de Duarte Jr.

Desembargador Cleones Cunha ladeado da cunhada deputada Daniela Tema e do irmão, Prefeito de Tuntum

Dos 5 desembargadores que votaram favoráveis a Duarte Jr, dois deveriam ter declarado suspeição.

Desembargador Cleones Cunha e José Gonçalo

Na sessão do TRE que garantiu alguma sobrevida ao deputado estadual Duarte Júnior (Republicanos), pelo menos dois desembargadores deveriam ter alegado suspeição ao invés de votar: José Gonçalo e Cleones Cunha.

O Juiz José Gonçalo é irmão de Hilton Gonçalo, prefeito de Santa Rita e considerado muito próximo ao Deputado Ariston, ambos do PRB, que por sinal é o mesmo partido de Duarte Jr. e que tem o vice-governador Carlos Brandão como vice-presidente nacional.

Semelhante situação é a do desembargador Cleones Cunha,
cunhado da deputada Daniella Tema , também filiada ao PRB de Carlos Brandão.

A vitória de Duarte Júnior na Justiça Eleitoral do MA faz com que ele sobreviva mais alguns meses no Parlamento até a provável cassação do mandato no TSE.