Flávio Dino quer impedir a eleição de Nelma Sarney à presidência do TJMA

O governador do Maranhão está obstinado a impedir que a desembargadora Nelma Sarney seja a próxima presidente do Tribunal de Justiça. Flávio Dino (PCdoB) já teria se articulado e vem buscando o número máximo de desembargadores para que estes não elejam Nelma como a próxima presidente da alta corte na eleição que ocorre no mês de outubro de 2017. Pela atual regra, além de Nelma na presidência, José Joaquim seria o corregedor e Marcelo Carvalho Silva ficaria com a vice-presidência.

A articulação envolvendo executivo e judiciário já está avançada. Pelas atuais regras, os nomes para que podem disputar a presidência são dos três citados acima. Pela ordem natural e pela tradição, Nelma deve ser aclamada presidente, mas Flávio Dino ainda reluta aceitar o nome da Sarney. Já circulam nos bastidores do judiciário maranhense que 2/3 dos desembargadores já estariam convencidos a votar em um nome alternativo ao da desembargadora.
A próxima Mesa Diretora do TJMA vai ficar no comando nos anos de 2018 e 2019, e como o próximo ano é de eleição para governador, Flávio Dino acredita uma Sarney na presidência da mais alta corte do judiciário maranhense seria extremamente ruim para o seu projeto de reeleição.
Aos mais próximos, Nelma Sarney vem afirmando que se mantém tranquila quanto a situação e não vai gastar energia com a possível manobra no TJMA.
Inicialmente, o desejo de Flávio Dino era mudar as regras da eleição da Mesa Diretora do TJMA, porém com decisões do STF contrárias as esses semelhantes tentativas na Paraíba e no Rio de Janeiro, o plano foi descartado

Deixe uma resposta