BOMBA, BOMBA E BOMBA! Secretaria de Esporte e Lazer do Estado manipulou dados para beneficiar a Prefeita de Satubinha Dulce Maciel

O Blog do Werbeth Saraiva, teve acesso a documentos que comprovam que a Secretaria de Esporte e Lazer do Estado do Maranhão, ainda sob o comando do petista Márcio Jardim, alterou dados para beneficiar a gestão da prefeita Dulcinha de Satubinha/MA, referentes a um convênio assinado, em 2 de julho de 2014, com o Município de Satubinha no valor de R$ 2.040.000,00, para a construção de um estádio de futebol na cidade.

Conforme já mostrado pelo Blog mais cedo, veja aqui, a SEDEL informou que efetuou o repasse de R$ 1.440.000,00, correspondente a aproximadamente 70% do valor inicial do trabalho e que 63,06% da obra teria sido executada.

No entanto os documentos aos quais o Blog teve acesso comprovam que apenas 32,3% da obra haviam sido executados quando a SEDEL informou 63,06%, o que caracteriza crime e torna ainda mais grave a situação da prefeita.

Agora o Ministério Público Estadual deve investigar também a responsabilidade da SEDEL, pela manipulação dos dados apresentados.

Em breve o Blog irá publicar uma série de denúncias envolvendo contratos firmados entre a SEDEL e a Prefeitura de Satubinha, cujas valores foram recebidos e as obras nunca foram executadas.

Fotos da época do ofício da Sedel afirmando a execução de 63,06%.

 

PT não aceita candidatura de Eliziane ao Senado, diz Márcio Jardim

O ex-secretário estadual de Esporte e Lazer Márcio Jardim, pré-candidato ao Senado pelo PT, declarou nesta quarta-feira (02), em entrevista ao jornalista Itevaldo Júnior, no programa Resenha da TV Difusora (SBT), que o seu partido tem dificuldades para aceitar a candidatura da deputada federal Eliziane Gama (PPS) ao Senado pela postura que ela teve na Câmara Federal em relação ao PT tanto na CPI da Petrobras quanto no processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Diante do exposto, Márcio Jardim acredita que este será o principal tema a ser debatido pelos petistas para fechar um acordo de apoio à chapa liderada pelo governador Flávio Dino (PCdoB), que vai tentar a reeleição, ou seja, vão exigir a retirada do nome da parlamentar da chapa majoritária.

Márcio Jardim não aceita Eliziane candidata ao Senado

Márcio Jardim acredita que seu nome tem grandes possibilidades de ser aceito na chapa do governador, até porque está referendado pela presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, e pelo ex-presidente Lula, além de outras lideranças nacionais e pela maioria da militância petistas no estado.

Sobre a rejeição à Eliziane, o ex-secretário diz que ela não cumpre as exigências do PT para que um político possa merecer apoio da legenda, pois teria contribuído para o quadro político que aí está. A deputada criou constrangimento ao PT quando integrou a CPI da Petrobras, onde apresentou requerimentos para a convocação do ex-deputado José Dirceu e outros líderes, porém a atuação mais grave foi o pedido de acareação do ex-presidente Lula com seus delatores.

Para complicar, a deputada teve participação ativa no processo de cassação da ex-presidente Dilma. Não bastasse ter votado pelo seu afastamento, fez diversos pronunciamentos contra a petista e propaganda pelas mídias sociais pela derrubada do governo. O fato de vir tendo uma posição contrária ao governo de Michel Temer, diz Márcio Jardim, não ameniza o papel antipetista que ela teve.

Maranhao Hoje