Entre evangélicos, Lula e Bolsonaro empatam em citações espontâneas

Folha.com

Marlene Bergamo/Folhapress – Marcus Leoni/Folhapress

Os católicos Luiz Inácio LLula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PSC) têm apelo semelhante ao cortejado eleitorado evangélico, ao menos quando o assunto é citação espontânea de preferência de candidato a presidente em 2018.
Segundo a mais recente pesquisa nacional do Datafolha, divulgada neste fim de semana, o petista tem 14% de preferências, contra 13% do deputado federal. Como a margem de erro é de dois pontos percentuais, eles estão empatados nas citações espontâneas.
Bolsonaro tem ligação com o eleitorado evangélico, tendo participado de um batismo no rio Jordão (Israel) pelas mãos do pastor Everaldo Pereira, presidente do PSC –ambos romperam e agora o presidenciável deverá mudar para o Patriotas, versão repaginada do nanico PEN.
Observando as subdivisões do eleitorado evangélico, Lula tem melhor desempenho junto aos neopentecostais, com 21% de citações na pesquisa espontânea. Bolsonaro aqui cai para 11%. Seu melhor desempenho é no segmento tradicional, de igrejas como a luterana, com 15% (contra 14% do ex-presidente). Entre católicos, Lula marca 18%, contra 10% de Bolsonaro.
Um dado chama a atenção: processado no passado por racismo (teve o inquérito criminal arquivado por falta de provas, mas foi condenado civilmente) contra a cantora Preta Gil e condenado em primeira instância por declarações ofensivas a quilombolas durante palestra no começo deste ano, Bolsonaro tem um desempenho razoável entre aderentes de religiões afro-brasileiras, marcando 9% de intenções de voto espontâneas. Lula tem 20%.
Na pesquisa de declaração espontânea, todos os outros candidatos navegam perto da linha de traço.
Quando são cotejados cenários com os nomes dos competidores, o quadro muda, principalmente com a entrada da pré-candidata Marina Silva (Rede), que é evangélica. Num cenário mais amplo, com vários dos nomes hoje especulados para a corrida eleitoral, Lula lidera com 32% entre os evangélicos (todos os ramos). Bolsonaro o segue com 22% e Marina pontua 12%.
Entre os que se declaram neopentecostais, o petista dispara a 40%, e o melhor desempenho de Bolsonaro volta a ser registrado nas denominações tradicionais (23%).
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), passou os últimos meses frequentando cultos e eventos evangélicos como forma a abrir canal com o setor, mas a tática não deu fruto eleitoral até aqui: seu desempenho no segmento é igual ao notado entre fiéis de outras denominações, de 1% de intenções nesse cenário mais amplo.
Identificado no ideário político com o tradicionalismo católico, o governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) também não registrou índices especialmente bons por ali. Registra os mesmos 6% de intenções de voto entre católicos que ostenta no cômputo geral do eleitorado, nesse mesmo cenário ampliado. Em compensação, tem sua melhor colocação entre kardecistas e espiritualistas, com 16%.
O instituto fez 2.765 entrevistas nos dias 29 e 30 de novembro, em 192 cidades do Brasil

O pau vai fechar ! Cármen Lúcia ameaça acionar os presidentes dos Tribunais de Justiça


Cármen Lúcia perdeu a paciência com os presidentes dos Tribunais de Justiça, que se reuniram com ela agora há pouco.
A presidente do CNJ e do STF exigiu que eles enviassem tabelas com todos os vencimentos dos magistrados.
Em reunião, no fim da tarde no CNJ, cobrou:
— Eu entreguei a todos uma planilha no dia 20 de outubro. Até hoje, dia 4 de dezembro, não recebi as informações de novembro e dezembro. Espero que em 48 horas se cumpra essa determinação do CNJ para que eu não tenha que acioná-los oficialmente — disse Cármen.
Lauro Jardim De O Globo

Morre o presidente do PCdoB de São luis!

Comunista Haroldo Oliveira
Morreu na noite desta segunda-feira (4), o presidente do PCdoB de São Luís, Haroldo Oliveira, popularmente conhecido como Haroldão. Ele era um membro histórico do partido e disputou por diversas vezes a eleição para vereador, mas nunca obteve sucesso.
Haroldão foi um combatente líder operário, ex-funcionário da Companhia Vale do Rio Doce e com boa desenvoltura na representação sindical.
Sua base de atuação se concentrava no Bairro de Fátima. Lá ele era também conhecido por sua atuação na Cultura Popular sendo compositor da Escola Marambaias do Samba.
A morte de Haroldão teria ocorrido por conta de um infarto fulminante. Locais de velório e enterro ainda não foram divulgados.
A informação da morte causou muita comoção no meio da classe política, chegando a ser anunciada por diversas lideranças, entre elas o vereador e presidente do PT, Honorato Fernandes; o presidente do PCdoB do Maranhão, Márcio Jerry; o ex-secretário de Educação, Geraldo Castro; ex-secretário de Esportes, Márcio Jardim, entre outros.

Após anos sumidos e a menos de 1 para as eleições deputados começam a aparecer na região do Alto Turí, veja um exemplo:

Na foto aparece o deputado federal Cléber verde, ele que ficou anos sumido dessa região e agora surpreendentemente a menos de um anos para as eleições ele surge , no município de Santa Luzia do Paruá..
Que lindo…..

Vídeo mostra irmão do prefeito de Pinheiro que espancou advogada, algemado e colocado no camburão da Policia

Um vídeo do irmão do prefeito de Pinheiro, Lucio André, algemado e colocado na viatura da Policia Militar, viraliza pela internet. Não sem tem certeza da data do vídeo, mas possivelmente é da noite que Lucio André espancou a ex-companheira, a advogada Ludmila. Veja abaixo o vídeo.

Entenda o caso.
Na noite de  (11) de Novembro, , a advogada Ludmila Rosa Ribeiro da Silva foi espancada pelo irmão do prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio.
O fato ocorreu após um jantar, para possível reconciliação do casal. Ludmila foi forçada pelo ex-marido, Lúcio André Silva Soares, a postar fotos dos dois em suas redes sociais. Diante da negativa, a advogada teve seu celular arrancado das mãos sob a alegação de que deveria haver conversas com algum outro homem.
Visivelmente desequilibrado, Lúcio André desferiu vários socos na ex-esposa, do caminho do restaurante, localizado na Lagoa da Jansen, até sua casa, localizada na Cohama, onde a expulsou a chutes do carro.
Após empurrá-la para fora do veículo, ele ainda acelerou o carro com a intenção de atropelá-la, tendo sido impedido por uma vizinha. Outros vizinhos, ao perceberem a ocorrência, efetuaram a prisão em flagrante de Lúcio André, filho do ex-prefeito Zé Genésio
Mesmo tendo ameaçado a advogada de morte, o irmão do prefeito de Pinheiro pagou fiança e já está solto. A advogada, porém, está hospitalizada, em processo de recuperação, com traumas físicos e psicológicos.
Em 2016, Ludmila foi espancada, mesmo estando grávida de 5 (cinco) meses do filho do casal, em Pinheiro, município atualmente administrado pelo irmão.

Vox Populi: Flávio Dino 37% x Roseana Sarney 35%

Pesquisa Vox Populi de intenções de voto para o Governo do Maranhão, divulgada agora à tarde, aponta novo empate técnico entre o governador Flávio Dino (PCdoB) e a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB).
No cenário estimulado, Flávio tem 37%, contra 35% de Roseana.
A margem de erro da consulta é de 3 pontos percentuais.
Mais detalhes do levantamento em instantes
Gilberto leda

85 carros “cabritos” são apreendidos no Maranhão; Detran abre processo administrativo

A Polícia Rodoviária Federal no Maranhão conseguiu apreender 85 carros com chassis adulterados que foram vendidos em nosso estado obedecendo todo processo legal. Pior para as vítimas que compraram os veículos e agora estão sendo obrigados e devolver aos verdadeiros proprietários.
Em reportagem feita pelo jornalista Sidney Pereira, da TV Mirante, e exibida no Jornal Hoje da Rede Globo, várias pessoas tiveram que comparecer às delegacias para explicar a compra dos carros. Boa parte foi roubada em outros estados e vendida no Maranhão.
Os ladrões adulteravam os chassis e a compra era feita com depósitos em bancos, inclusive parcelados. O Detran do Maranhão já informou que serão abertos processos administrativos internos para detectar a participação de agentes públicos e as prováveis punições.

Operação Pegadores: Carlos Lula foi salvo pela desembargadora Mônica Sifuentes

Desembargadora Mônica Sifuentes

Desembargadora Mônica Sifuentes
O secretário de Estado da Saúde, advogado Carlos Lula, tem que levantar as mãos para o céu e agradecer a Deus pela existência da desembargadora federal Mônica Jacqueline Sifuentes Pacheco de Medeiros, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1).
Foi Mônica Sifuentes que negou o pedido da Polícia Federal em investigar Lula na Operação Pegadores, deflagrada no Maranhão para combater a corrupção na saúde pública do governo Flávio Dino.
Blog do Luís Pablo informou hoje, dia 4, com exclusividade que a PF pediu para investigaraté onde vai o envolvimento de Carlos Lula no esquema de corrupção. Interceptações telefônicas apontaram que o secretário tinha conhecimento da bandalheira que ocorria na Secretaria de Saúde.
Diferentemente do que muitas pessoas interpretaram, não foi o desembargador federal Ney Bello que barrou a investigação contra o secretário Lula. O magistrado é relator da Operação Pegadores, mas não julgou esse pedido da federal.
CNJ
No ano passado, a desembargadora Mônica Sifuentes foi alvo do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Ela foi investigada por acumulo de 2,6 mil ações sem julgamento.
A quantidade de viagens ao exterior que magistrada fez desde que passou a integrar os quadros do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), chamou a atenção do Conselho da Justiça Federal (CJF) e da Corregedoria Nacional de Justiça, órgão do CNJ.
Enquanto ficou fora do país, os processos que Mônica deveria julgar se acumularam no seu gabinete. Em janeiro, eram mais de 2,6 mil ações pendentes de análise. Desde 2011, Mônica Sifuentes vinha obtendo sucessivas autorizações de afastamento para missões no exterior.
Na lista de países que a magistrada já visitou, estão México, Holanda e Alemanha. Ela chegou a conseguir até uma licença para passar um ano nos Estados Unidos, onde ia estudar.
“Minha viagem está muito bem fundamentada. Nós, juízes, somos prestadores de serviços à população. Juiz não pode fazer turismo com dinheiro público. Mas o meu caso não é o ideal para se discutir isso”, afirmou a desembargadora na época
Blog do Luis Pablo

Ex-prefeito de Urbano Santos é condenado a devolver R$ 4,7 milhões

O ex-prefeito do Município de Urbano Santos (MA), Aldenir Santana Neves, foi condenado pelo Poder Judiciário em Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa, por diversas irregularidades praticadas em operações realizadas nas áreas financeira, orçamentária e patrimonial do município, em desacordo com os princípios de contabilidade aplicados à Administração Pública, durante a sua gestão no ano de 2007.
A juíza Cinthia de Sousa Facundo, titular da Comarca de Urbano Santos, julgou procedente denúncia do Ministério Público estadual baseada em decisão do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, que reprovou as contas do prefeito relativas à gestão do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB), com a aplicação de multa no valor de R$ 942.361,88 e de débito no valor de R$ 4.711.809,44.
Com base na Lei de Improbidade Administrativa (nº 8.429/92), o ex-prefeito foi condenado ao ressarcimento do dano causado ao erário municipal no valor de R$ 4.711.809,44; ao pagamento de multa civil de R$ 4.711.809,44 e de multa civil correspondente à remuneração recebida no mês de dezembro/2008. E, ainda, à suspensão dos direitos políticos pelo prazo mínimo de cinco anos; à proibição de contratar com o Poder Público pelo prazo de oito anos ou de receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios direta ou indiretamente, ainda que por intermédio da pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário.
FUNDEB – A juíza constatou nos autos, dentre outras irregularidades: processamento da receita diferença a menor no valor de R$ 652.376,50; não envio de extratos bancários do Controle do Fluxo Financeiro; despesas realizadas sem o devido Processo Licitatório; despesas sem a devida comprovação de Notas Fiscais e Recibos; despesas sem a devida comprovação de Fatura de Energia; despesas sem comprovação da assinatura de convênio; Nota de Empenho divergente do valor da Fatura de Energia; despesas sem a devida comprovação em Folhas de Pessoal (60%); despesas sem a devida comprovação em Folhas de Pessoal (40%); despesas sem a devida Guias da Previdência Social (GPS); não envio das Folhas de Pagamento e das GPS e divergência entre os valores demonstrados no balanço e na documentação encontrada nos autos;
“Trocando em miúdos, percebe-se que o trecho do relatório revela que as contas apresentadas pelo ex-gestor foram rejeitadas pelo TCE/MA em decorrência de despesas sem comprovação, ou comprovadas, mas com documento inidôneo, fato esse que lesiona gravemente os deveres de honestidade, legalidade e lealdade às instituições, previstos no caput do art. 11 da Lei de Improbidade Administrativa, bem como também atacam os princípios administrativos da legalidade, moralidade, publicidade e eficiência contidos no caput do art. 37 da Constituição Federal”, ressaltou a juíza na sentença.
A juíza deixou de aplicar a pena de perda da função pública, na medida em que o requerido não ocupa mais função pública nos quadros do Executivo Municipal. Após o trânsito em julgado da sentença, o nome do ex-prefeito será incluído no Cadastro Nacional de Condenados por Ato de Improbidade, conforme Resoluções nº 44 e nº 50 do Conselho Nacional de Justiça.

Polícia faz buscas e apreende documentos na Prefeitura de Gonçalves Dias

A Polícia Civil e o Ministério Público deflagraram a Operação Lego, que deu cumprimento ao mandado de busca e apreensão na sede da Prefeitura de Gonçalves Dias. O pedido foi feito pela promotora de justiça Ariadne Dantas Meneses, titular da Comarca de Dom Pedro, da qual Gonçalves Dias é termo judiciário.
Na operação, foram apreendidos computadores, notebooks e documentos relacionados a licitações e contratações e, ainda, uma arma de fogo. Os bens serão submetidos a perícia para prosseguimento de investigações sobre fraudes e irregularidades em procedimentos licitatórios, com indícios de montagem de processo e direcionamento de contratação.
Também participaram da operação os promotores de justiça Carlos Allan da Costa Siqueira (Passagem Franca) e Natália Macedo Luna Tavares (Santo Antônio dos Lopes).
Igualmente foram vistoriados a residência de Ancleyson da Silva e Silva (secretário municipal de Administração) e a moradia e o escritório de contabilidade administrado por Antônia Ancleya da Silva e Silva, irmã do secretário.
INVESTIGAÇÃO
A investigação inclui quatro inquéritos civis, que apuram irregularidades em licitações realizadas pelo Município de Gonçalves Dias em 2017. A análise aponta a montagem de processos e simulação dos certames, com a finalidade de desviar recursos públicos e direcionar contratações da administração municipal.
As fraudes se caracterizam também pela criação de novas empresas ou favorecimento de firmas já constituídas, que se alternariam entre as licitações para que nenhuma saia sem firmar contrato com a prefeitura.