Tribunal de Justiça do Maranhão suspende expediente devido às manifestações contra a prisão do ex-presidente Lula

As manifestações populares em São Luís contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, decretada pelo juiz Sergio Moro, levaram o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos, a determinar a suspensão – a partir das 16h desta sexta-feira (6) – do expediente no prédio-sede da Corte estadual de Justiça e anexos, independentemente do plantão judicial, disciplinado pelo Regimento Interno da Corte, com exceção dos setores de Protocolo e Distribuição do TJMA.

A suspensão do expediente foi determinada na Portaria nº449/2018.

Deixe uma resposta