Após surto, policial militar invade batalhão, ameaça policiais e acaba detido

Um sargento da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), que não teve o nome divulgado, invadiu o Batalhão de Polícia de Turismo (BPtur) e acabou detido na tarde de ontem (07), em São Luís.

Apesar de não chegar armado no local, ele realizou várias ameaças verbais contra policiais que estavam de serviço no local, chegando a quebrar um vidraça. Não houve relatos de feridos.

De acordo com a PM, o policial estava afastado por apresentar dois atestados médicos falsificados e agora deve passar por avaliações psicológicas.

Polícia Civil Investiga duplo homicídio e estupro que chocou a cidade de Grajaú

Segue sendo investigado pela Polícia Civil do Estado do Maranhão um duplo homicídio e um estupro registrado na cidade de Grajaú.

As vítimas foram identificadas como Maik dos Santos Pereira e Charles Oliveira dos Santos, eles foram surpreendidos e assassinados após dois homens, identificados como Laécio Silva e Antônio Marques da Silva, invadirem a casa onde eles estavam e serem degolados a golpes de facão.

Segundo a polícia, uma mulher que estava no local foi estuprada e teve que presenciar o duplo homicídio. Os suspeitos fugiram do local do crime e foram capturados na cidade de Amarante do Maranhão e, em seguida, encaminhados para Imperatriz.

Os assassinos devem prestar depoimentos ainda hoje. Os primeiros levantamentos apontam para latrocínio (roubo seguido de morte) contra as duas vítimas. O crime chocou a cidade de Grajaú.

Polícia Civil investiga caso de homem que foi assassinado com tiro na testa dentro da casa da namorada no MA

Em Tuntum, um homem identificado como Rodrigo Costa, de 31 anos, foi assassinado enquanto estava dentro da casa de sua namorada, na rua 15 de novembro.

De acordo com informações, os criminosos que chegaram em uma motocicleta na residência, quebraram a fechadura do portão da casa e atiraram contra a vítima. Segundo relatos dos vizinhos, foram ouvidos cerca de cinco tiros dentro da casa onde estava a vítima. Rodrigo foi atingido por dois, um deles na testa.

Os assassinos fugiram do local. A Polícia Civil investiga o caso e trabalha com a suspeita de acerto de contas.

Mulher é assassinada a golpes de faca em Campestre do MA

Na noite deste sábado (4) uma mulher identificada como Nilzinete da Cruz Souza foi assassinada a golpes de faca no município de Campestre do Maranhão.

De acordo com informações, Nilzinete teria se envolvido em uma discussão com um homem, que ainda não teve identidade revelada. Durante a discussão, o homem a golpeou com uma faca e a vítima morreu no local do crime.  Após a morte, o suspeito fugiu.

Ainda no sábado (4), o corpo da vítima foi transferido para o Instituto Médico Legal (IML) e passou por perícia.

A Polícia Militar do Maranhão (PMMA) já está tentando localizar o homem, e o caso será investigado pela Delegacia Regional de Imperatriz.

Auxiliar de segurança penitenciária é assassinado na Cohab, em São Luís

No início da manhã desta sexta-feira (3) um auxiliar de segurança penitenciária, identificado como Carlos Augusto Correa, foi morto a tiros próximo ao Banco do Brasil localizado no bairro da Cohab, em São Luís.

De acordo com informações, o auxiliar estava em frente ao banco no momento em que foi abordado por dois homens em uma motocicleta, e teria sido executado com, pelo menos, cinco tiros nas costas. Carlos chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Socorrão II, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.

A Polícia Civil informou que vai investigar as causas do crime.

Policiais Militares de Santa Inês voltam a ser investigados por abuso de autoridade

Mais um caso relacionado a abuso de autoridade por partes de policiais foi registrado no município de Santa Inês.

Desta vez, o MP vai investigar uma suposta agressão sofrida por Rodrigo Abreu de Souza que teria sido espancado, dentro de sua residência, por policiais que estariam procurando seu irmão, Emanoel Abreu de Souza.

No entanto, a Instituição destaca que até o momento os elementos de prova produzidos não são suficientes para permitir a formação de convencimento sobre qualquer procedência, da denuncia feita por Maria Gilda Abreu de Sousa, mãe da vitima.

O MP decidiu, então, pela imediata conversão da denúncia em procedimento de investigação criminal, e após aprofundamento da apuração dos fatos, imputar as responsabilidades cabíveis.

O Procedimento Investigatório Criminal deve ser concluído no prazo de 90 dias.

Policiais Militares de Santa Inês vão responder por abuso de autoridade contra adolescente

Policiais Militares locados no município de Santa Inês serão investigados por abuso de autoridade contra um adolescente.

Segundo informações de Luciemeire da Silva Mota, representante legal do menor P.L.S.M, após o jovem ter sido lesionado, o mesmo ainda foi algemado a um leito do Hospital Municipal Tomaz Martins.

O MP vai apurar a situação, considerando a necessidade de aprofundamento da investigação dos fatos referidos e, sendo o caso, imputar as responsabilidades cabíveis aos autores do crime.

Ainda serão coletadas informações através de documentos, depoimentos e realização de demais diligências.

O Procedimento Investigatório Criminal deve ser concluído no prazo de 90 dias, o qual poderá ser prorrogado mediante decisão fundamentada do membro responsável pela condução das investigações.

Santa Rita: Hilton Gonçalo será investigado pelo GAECO por favorecimento pessoal

Após nova denúncia do vereador Jancimauro Campos Albuquerque na Promotoria de Justiça, Hilton Gonçalo volta a ser investigado pelo Ministério Público.

Dessa vez o prefeito de Santa Rita é suspeito de favorecimento pessoal. De acordo a denúncia o mesmo utiliza materiais como paralelepípedos fabricados na sua fazenda, assim como dos seus familiares, para a execução das obras de calçamento no município.

O MP também vai levar em conta declarações de alguns dos responsáveis pela execução das obras, sendo estes prestadores individuais de serviços, os quais afirmaram que eram sempre procurados pela Prefeitura através da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura para executarem serviços de calçamento no município e que o Prefeito Municipal cedia sua fazenda, gratuitamente, para que estes próprios fabricassem os paralelepípedos.

A princípio será apurado suposta prática de irregularidades por dispensa indevida de licitação quando da execução de obras de calçamento, além de várias outras obras por parte da Prefeitura, como pintura, compra de materiais e outros, conforme contido em dois CDs ROM em que constam notas de empenho e notas fiscais relativas a tais serviços.

Segundo o Secretário Municipal de Administração e Finanças do município, o caso se trata de uma parceria com o SEBRAE a fim de capacitar microempreendedores para a prestação de serviços no município, como tapa buracos, construção de casas e outros mais.

O Secretário ainda informou acerca da existência de lei que permite que 20% das obras licitadas possam ser realizadas por tais microempreendedores, no entanto, não apresentou nenhum documentos que comprove a declaração.

O MP pediu ao Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado – GAECO para atuar nas investigações por se tratar de fato complexo, necessitando-se de conhecimento mais apurado e especializado sobre o fato.

GAECO volta a investigar prefeito de Chapadinha por irregularidades em contrato licitatório

O Ministério Público vai investigar irregularidades no contrato entre a prefeitura de Chapadinha e o Frigorífico Macedo LTDA-ME.

Serão investigados o prefeito Dr. Magno, a proprietária Kamila Macedo Pinto e a sócia-administradora Salvia Andrade Azevedo. Além deles também será analisada a participação dos secretários municipais Vania Cristina Lopes de Sousa e Wanderlene Silvana do Nascimento.

Os investigados devem ser notificados sobre a instauração do Inquérito Civil e deverão responder ao MP por escrito.

O MP solicitou o apoio dos membros do GAECO, para atuarem nas apurações, dada a complexidade da investigação e o volume de contratos e investigados.

O MP requisitou ao presidente da Comissão Permanente de Licitação de Chapadinha, a apresentação em meio magnético de todas as licitações e contratos, bem como demais documentos firmados entre o município e a empresa investigada.

GAECO vai investigar Hilton Gonçalo por irregularidades na construção de casas populares

Após denuncia do vereador Jancimauro Campos Albuquerque, o prefeito de Santa Rita Hilton Gonçalo será novamente investigado pelo Ministério Público.

Dessa vez ele é suspeito de práticas irregulares referente à construção de casas populares no ano de 2017 pela prefeitura.

O vereador Jancimauro esteve na Promotoria de Justiça, prestou depoimento e mostrou documentos que comprovam a suposta prática do ato ilícito quando da construção de casas populares, construídas desde o início da gestão do atual prefeito.

Jancimauro compareceu com emissão de várias notas fiscais relativas às despesas realizadas com materiais e serviços referentes à construção de cada casa individualmente, em valores abaixo do exigido para a realização de licitação, com indícios de fragmentação de despesas.

O MP decidiu instaurar Inquérito Civil Púbico para coletar informações, depoimentos, certidões, perícias e demais diligências para apurar a prática das supostas irregularidades ou desvio de recursos.

As investigações terão o auxílio do GAECO (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), por se tratar de fato complexo, com necessidade de conhecimento mais apurado e especializado sobre a matéria.