PF começa a periciar diploma escolar usado por prefeito de São João do Caru para obter registro eleitoral

Os peritos da Polícia Federal investigam, desde o dia 05 do mês passado, um diploma escolar usado pelo prefeito de São João do Caru, Francisco Vieira Alves (PTC), para obter o registro eleitoral de sua candidatura durante as eleições de 2016. A denúncia que foi apresentada à Justiça pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) é baseada em documentos obtidos e publicados com exclusividades pelo blog, em novembro do ano passado.

De acordo com a denúncia, o diploma apresentado por Xixico, como é popularmente conhecido na cidade, ao Cartório da 78ª Zona Eleitoral para comprovar a sua escolaridade pode não ser verdadeiro. Isso porque o documento expedido pela Escola Artur Costa e Silva, sediada no Centro daquele município, informa que o prefeito havia concluído a 8ª do ensino fundamental na entidade em 1998.

No entanto, um teste feito por ele para comprovar sua alfabetização levantou ainda mais as suspeitas para a compra do certificado. Num papel em branco, em letras garrafais, não é possível compreender quase nada do que Xixico escreveu em sete linhas.

PF começou a periciar diploma escolar de Xixico no dia 05 de setembro

Em função disso, no dia 15 de agosto deste ano, o MPE denunciou Xixico por suposta falsificação do diploma escolar para obtenção do registro eleitoral. Três dias depois, o juiz Eduardo José Leal Moreira, do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, determinou que os documentos fossem remetidos à Polícia Federal para perícia.

O laudo deve ser concluído em 20 dias e será essencial para que a Justiça Eleitora dê continuidade ao processo que pode cassar o mandato de Xixico e suspender seus direitos políticos por falsidade ideológica e uso de documento falso nas eleições de 2016.
Antonio mart

Deixe uma resposta