Agora Lascou! Nelma Sarney afasta prefeito eleito por quase 8 mil votos alegando incapacidade, e o mesmo grava vídeo e chama decisão de “retrocesso.”

Indalécio Vieira (PT), prefeito de fato e de direito da cidade de Governador Nunes Freire, falou agora a pouco a respeito da decisão da desembargadora Nelma Celeste Souza Silva Sarney Costa, que pede seu afastamento imediato.

“Esse retrocesso da justiça do Maranhão vai ser revisto o mais rápido possível” afirmou o prefeito. Vale citar que a desembargadora não é a relatora do processo, apenas está como relatora substituta, o que revela fragilidade na decisão.

Ainda é interessante relembrar o caso do ex-presidente Lula, que em pleno domingo teve por parte de um desembargador plantonista seu pedido de Habeas Corpus concedido. Rapidamente sua decisão, um tanto sem fundamento, caiu e até o presente momento Lula está preso.

Apesar de casos diferentes, as decisões são parecidas e trazem confusão aos olhos dos cidadãos comuns que ainda acreditam na justiça e na democracia.

Indalécio foi eleito prefeito em 2016, foram quase 8 mil votos, onde foi parar a vontade popular? É que todos na cidade começam a se perguntar diante da nova decisão em desfavor dos eleitores e da cidade, que a cada troca de prefeito sofre danos irreversíveis.

veja o vídeo

Texto: Fernando nascimento

Deixe uma resposta